Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Estadão Notícias: Amor ou ódio por Lula

Comentário no Estadão Notícias: Amor ou ódio por Lula

O desabafo do ex-governador e senador eleito Cid Gomes pondo água no chope da festa do lançamento da adesão de seu partido, o PDT, com o PT à chapa Lula/Haddad do PT em Fortaleza, serviu para esclarecer de vez que, ao contrário do que se acredita, o segundo turno da eleição presidencial não será decidido entre adeptos da esquerda e da direita. Na verdade, se travará nas urnas uma disputa para saber se a maioria dos brasileiros é de devotos do mito do padim Lula ou de cidadãos que o detestam por tudo o que foi feito pelo líder e por seu partido, o PT, que, em nome do socialismo e do amor aos pobres, promoveu a maior crise e o maior escândalo de corrupção da História do País. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde as 6 horas da quarta-feira 17 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ver o vídeo do desabafo de Cid clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

No Canal do Nêumanne no Youtube: Apenas um imenso cansaço

No Canal do Nêumanne no Youtube: Apenas um imenso cansaço

Irmão de Ciro Gomes, que foi candidato pelo PDT e ficou em terceiro lugar no primeiro turno, o ex-governador e senador eleito no mesmo pleito Cid virou inesperado porta-voz da parte da sociedade brasileira que não aguenta mais o PT e o culto à personalidade de Lula ajudando a explicar que não está havendo guinada à direita nem manifestação nazistoide do eleitorado, mas apenas um imenso e indignado cansaço. Se gostar deste vídeo, poderá inscrever-se  neste meu canal de Youtube e, então, passará a ser informado dos próximos que eu gravar e publicar.

Para ver clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Estadão Notícias: Saia-justa marca Ferreira Gomes

Comentário no Estadão Notícias: Saia-justa marca Ferreira Gomes

Depois que seu irmão, Ciro Gomes, candidato derrotado no primeiro turno à Presidência da República pelo PDT, viajou para a Europa, frustrando as expectativas do PT de que assumiria a coordenação da campanha de Lula/Haddad no segundo turno, o ex-governador do Ceará Cid Gomes criou mais uma saia-justa para os aliados. Em evento político para marcar a adesão do PDT às pretensões do PT no Estado, ele acusou num discurso as pessoas que se acham donas da verdade, “que acham que podem tudo, que acham que os fins justificam os meios” de terem criado Bolsonaro. Sob vaias de militantes do PT, o irmão de Ciro vaticinou que eles vão perder feio. E é bem feito! Imagine quando Ciro voltar. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da terça-feira 16 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui!

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui!

Comentário no Estadão Notícias: Chororô de derrotados

Comentário no Estadão Notícias: Chororô de derrotados

O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo, não era um qualquer, mas só teve 4% dos votos, desempenho humilhante. Ciro Gomes, do PDT de Brizola e agora de Luppi, se diz terceira via, mas não pagou nem placê nas urnas no primeiro turno. Marina Silva, eterna pretendente à fiel da balança entre esquerda e direita, teve quase 300 mil votos a menos do que o folclórico cabo Daciolo. Só pode ser definido como ridículo seu chororô de derrotados, querendo inculpar por sua derrota o eleitor, que exerceu sua vontade na disputa pela Presidência. Ai falarem de “sensatez”, “defesa da democracia” e outras tolices só revelam que nada entenderam do que aconteceu. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde as 6 horas desta segunda-feira 15 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui! 

 

Comentário no Estadão Notícias: Câmara de cara nova

Comentário no Estadão Notícias: Câmara de cara nova

Surpreendendo a todos quantos esperavam um controle da velha política das organizações partidárias sobre a vontade do eleitor, as urnas trouxeram uma Câmara renovada em 52%, o que ainda não traduz a expectativa do “não reeleja ninguém” do começo do ano, mas já é uma boa notícia, pois se trata da maior renovação nos últimos 20 anos. Os deputados são mais jovens, mas nem por isso inovadores: Kim Kataguire vem dos movimentos de rua de 2013, mas João Campos pertence à mais antiga oligarquia brasileira, os Alencar do Ceará, à qual pertenciam o escritor José de Alencar, seu bisavô, Miguel Arraes, e seu pai, Eduardo Campos. Para saber no que isso vai dar é conveniente esperar. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 12 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Lulismo em xeque

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Lulismo em xeque

Palocci e urnas podem desmentir teor e tamanho real do lulismo

(Comentário no Jornal da Gazeta 2 quinta-feira 11 de outubro de 2018.

Para ver clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui!

Página 45 de 155«...510152025...4344454647...5055606570...»
Criação de sites em recife Q.I Genial