Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Mídias

Direto ao Assunto no YouTube: PT e PSDB são aliados antigos

Direto ao Assunto no YouTube: PT e PSDB são aliados antigos

Eleição de tucano Cauê Macris para presidente para blindar governador Dória de CPIs de seus eventuais danos à gestão pública e do petista Enio Tatto primeiro secretário para administrar a Alesp confirma que, por baixo do pano, os dois partidos que fingiam ser adversários são parceiros desde que Lula apoiou FHC para Senado em 1978. Continuou no pacto de não agressão para a polícia paulista aceitar a tese marota de que a execução de Celso Daniel foi acidental. Escancarou o apoio subrepticio de FHC a Lula em 2002. E se consolidou na participação de tucanos como Aécio Neves no propinoduto das gestôes de Lula e Dilma, como foi comprovado pela Lava Jato. Direto ao assunto. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo clique no play abaixo:

Para ver no blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Estadão às 5H: Política reduzida a caixa 2

Estadão às 5H: Política reduzida a caixa 2

Alô, alô, vamos agora ao último batente a galgar na semana:

Estadão às 5 da sexta 15:

Política reduzida a caixa 2

A Justiça Eleitoral é uma excrescência brasileira e nem razão de ser tem. Transferir processos criminais da Justiça Federal para ela não passa de um jeitinho cretino de fazer valer a verdadeira razão de sua existência, pois foi criada por e para políticos para lidar com uma legislação cheia de saídas para tornar todos e quaisquer candidatos impunes pelo mero fato de disputarem um cargo de mando ou representação na Justiça. Ao fazê-lo, o STF facilitou a vida de criminosos violentos e de colarinho branco, inspirado pelo relator Marco Aurélio Mello e sob a presidência tatibitate de Dias Toffoli, rebaixando a política brasileira à condição de crime de caixa 2, sem que Bolsonaro desse sequer um pio. Este é um dos comentários que fiz no Estadão às 5, retransmitido do estúdio da TV Estadão na redação do jornal por YouTube, Twitter e Facebook e ancorado por Gustavo Lopes na sexta-feira 15 de março de 2019, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Estadão às 5H: Política é caixa 2

Estadão às 5H: Política é caixa 2

A Justiça Eleitoral é uma excrescência brasileira e nem razão de ser tem. Transferir processos criminais da Justiça Federal para ela não passa de um jeitinho cretino de fazer valer a verdadeira razão de sua existência, pois foi criada por e para políticos para lidar com uma legislação cheia de saídas para tornar todos e quaisquer candidatos impunes pelo mero fato de disputarem um cargo de mando ou representação na Justiça. Ao fazê-lo, o STF facilitou a vida de criminosos violentos e de colarinho branco, inspirado pelo relator Marco Aurélio Mello e sob a presidência tatibitate de Dias Toffoli, rebaixando a política brasileira à condição de crime de caixa 2, sem que Bolsonaro desse sequer um pio. Este é um dos comentários que fiz no Estadão às 5, retransmitido do estúdio da TV Estadão na redação do jornal por YouTube, Twitter e Facebook e ancorado por Gustavo Lopes na sexta-feira 15 de março de 2019, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/politica-reduzida-a-caixa-2/

Direto ao Assunto no Youtube: Sob o império absoluto do toga

Direto ao Assunto no Youtube: Sob o império absoluto do toga

Ao decidir, por 6 a 5, mandar ações criminais de caixa 2, corrupção e lavagem de dinheiro para inepta Justiça Eleitoral, que absolve políticos criminosos por “excesso de provas”, brilhante definição do relator do processo contra a eleição mais corrupta da História, a de Dilma e Temer, em 2014, o STF deu as costas para a opinião pública, que lhes paga altos vencimentos, para atender ao desejo de seus padrinhos de por fim ao combate à corrupção por policiais, procuradores e juízes federais brasileiros. Antes, seu presidente, Toffoli, aboliu a República de 1889 e instaurou o império absolutista do “quem pode mais manda tudo e quem não pode exerce o sagrado direito de calar”, sob o jugo da própria patota de togados no plenário e seus parentes, restaurando a nobreza de antes da Revolução Francesa. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver clique no play abaixo ou  clique aqui.

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Direto ao Assunto no YouTube: Quem mandou matar Marielle e Bolsonaro?

Direto ao Assunto no YouTube: Quem mandou matar Marielle e Bolsonaro?

Depois de dar uma de papagaio de pirata na divulgação da conclusão do inquérito sobre execução de Marielle e Anderson, que hoje completou 1 ano, o governador do Rio, Wilson Witzel, afastou delegado encarregado do caso, Giniton Lages, sem esclarecer o motivo e ainda informando que ele tem muitas informações a respeito. Lembra o afastamento de Romeu Tuma Jr. por Geraldo Alckmin da investigação do assassinato de Celso Daniel numa jogada acertada entre PT e PSDB. Isso é simultâneo à farsa que se pretende montar com laudos de psiquiatras e psicológos dando esfaqueador de Bolsonaro, Adélio Bispo, como doido, e “lobo solitário”, tornando, a prática, inimputáveis os mandantes do crime, com a PF recusando-se a investigar quem pagou a advogados que apareceram no caso sem ter por quê. Vôte! Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo publicado no YouTube clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Direto ao Assunto no YouTube: O massacre de Suzano

Direto ao Assunto no YouTube: O massacre de Suzano

Nada indica que o massacre na escola Raul Brasil em Suzano, com dez mortos, incluindo os dois atiradores, Henrique, de 25 anos, e Guilherme, de 17, tenha resultado de reação a bullying sofrido por ambos no ambiente escolar que frequentaram ou imitação de atentados similares ocorridos nos EUA. Conforme explicou o criminalista e doutor em psicologia pelo Mackenzie Jacob Pinheiro Goldberg, ele ocorre no clima de violência com que os jovens convivem no Brasil em geral e em cidades dormitórios como a da cena do crime. O desprezo à vida manifestado pelos assassinos, que se mataram, é fruto de uma cultura de tolerância e até de idolatria ao banditismo e  atos extremos de agressão.  As explorações políticas da esquerda, que o atribui ao estímulo ao uso de armas, e da direita, que acredita na liberação total delas para combater o crime e a violência em geral, chegam a ser desumanas, considerando-se o resultado dessas pregações infames. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/o-massacre-de-suzano/

Página 1 de 6112345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial