Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Estadão Notícias: Suspeição só com intimidade

Comentário no Estadão Notícias: Suspeição só com intimidade

A decisão da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, de negar provimento ao pedido dos procuradores da Lava Jato de impedir que o ministro do STF Gilmar Mendes, que a indicou para o lugar ao ex-presidente Temer, para relatar habeas corpus para Paulo Vieira de Souza, mostra pela enésima vez como é praticamente impossível quebrar a inimputabilidade dos chefões da altíssima corte. O eterno relator conheceu o réu e Aloysio Nunes, que intercedeu por ele antes de um dos habeas corpus que expediu, no Palácio do Planalto no governo Fernando Henrique, sob cuja égide o trio fez carreira política e profissional. Da forma como a banda toca, a impunidade sempre rondará esses velhos amigos. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da terça-feira 12 de março de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no  Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro imita Lula

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro imita Lula

Bolsonaro (seja Jair ou Carlos) compartilhou notícia falsa, divulgada pelo site Terça Livre, a partir de uma “denúncia” do blog do “francês” Jawad Rhalib, em seu Twitter, atribuindo a Constança Rezende e ao Estado, jornal em que ela trabalha, a intenção explícita de prejudicar Flávio e com ele atingir o governo do pai nas notícias que obteve no Coaf sobre trapaças de Patrício Queiroz. As frases citadas entre aspas no tuíte não correspondem ao que a repórter de fato disse numa gravação de uma conversa sua com o pretenso estudante americano Alex MacAllister. Agindo de forma similar ao que fez domingo de carnaval, ao compartilhar um vídeo nojento, o clã repetiu truque do PT contra imprensa.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário de segunda-feira 11 de março de 2019

1 – Haisem – Que motivos teve o presidente Jair Bolsonaro para compartilhar em seu Twitter, notoriamente produzido pelo filho Carlos, vereador no Rio, post que distorce a gravação de uma repórter do Estadão a respeito de reportagens do jornal sobre a constatação do Coaf de movimento financeiro atípico de um ex-assessor de outro filho dele, o senador Flávio

2 – Carolina – Por que o ministro do Turismo, que protagoniza o episódio de velha política mais asqueroso dos que dizem defender uma tal de nova política, continua no “balança, mas não cai” do governo Bolsonaro

3 – Haisem – O que provocou a saída do grã-fino carioca Mariano Marcondes Ferraz das colunas sociais e seu rumoroso ingresso nas páginas policiais da política

4 – Carolina – O que levou o filho de Sílvia Amélia, baronesa de Waldner e considerada uma das mais elegantes mulheres do café society na coluna de Ibrahim Sued, a se tornar delator premiado da polícia e do Ministério Público

5 – Haisem – Qual impacto poderá causar a decisão de Jacob Barata, o “rei dos ônibus” no Rio, delatar o pagamento de propinas no transporte público daquela cidade, mesmo tendo a Lava Jato lhe recusado delação premiada

6 – Carolina – Em que a informação de que Sérgio Cabral delatou ter ele mesmo usado dinheiro da corrupção para alavancar desfiles de carnaval de escolas como a Mangueira, campeã deste ano, poderá mudar a relação entre poder público e o chamado maior espetáculo da Terra

7 – Haisem – A delação da Engevix do pagamento de propina nas obras de aeroportos pode abalar o reino das parcerias público-privadas, que recentemente estava em moda no Brasil

8 – Carolina – Segundo Elliott Abrams, a tática de Maduro é ficar parado. Que chances você acha que ele tem de essa tática dar certo

Comentário no Estadão Notícias: Orçamento sem gesso

Comentário no Estadão Notícias: Orçamento sem gesso

Na primeira entrevista exclusiva que deu a um veículo de grande circulação, o ministro da Economia, Paulo Guedes, contou aos repórteres do Estadão Adriana Fernandes, José Fucs e Renata Agostini que, após aprovação da reforma da Previdência, governo levará ao Congresso para aprovação emenda constitucional que quebra o gesso que obriga o Orçamento a destinar despesas públicas para determinadas áreas em proporções previamente definidas. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de segunda-feira 11 de março de 2019.

Para ouvir clique aqui  e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Estadão Notícias: Velhos companheiros

Comentário no Estadão Notícias: Velhos companheiros

Josias de Souza lembrou no UOL que o ex-secretário-geral da Presidência Aloysio Nunes, o ex-advogado-geral da União Gilmar Mendes e o ex-assessor do primeiro Paulo Vieira de Souza conviviam no Palácio do Planalto quando o chefe de todos era o ex-presidente Fernando Henrique. Depois, Nunes, então ministro da Justiça, e FHC receberam Lula e José Dirceu, que anunciaram reunião para pedir entrada da PF na investigação da execução de Celso Daniel. Mas, segundo o delegado Tuma Jr registrou no livro Assassinato de Reputações, no encontro de velhos amigos do tempo da resistência ao regime militar foi firmado um pacto de não agressão mútua que resultou na inércia da polícia no caso. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de sexta-feira 8 de março de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro fala a internautas

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro fala a internautas

O presidente Bolsonaro recorreu ao live das redes sociais para se comunicar com os cidadãos e prometeu fazê-lo todas as quintas-feiras à tardinha, dando, assim, mais um passo para sair do isolamento do Palácio. É um passo adiante ao simples uso de sua conta no Twitter e que já tentou fazer antes no café-almoço com jornalistas confiáveis à cúpula federal, convocados por seu porta-voz, general Rêgo Barros, também presente na live. Esse esforço é louvável, mas ainda insuficiente. O próximo passo necessário, a rotina de comunicados do porta-voz na sala de imprensa e entrevistas coletivas na necessidade de comunicações pontuais e mais importantes, só será dado se resolver governar para todos.

Para ouvir clique no  play abaixo:

Ou clique  aqui e, em seguida, no play.

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/bolsonaro-fala-a-internautas/

 

Assuntos do comentário da sexa-feira 8 de março de 2019

1 – Haisem – O que você achou da ideia de Jair Bolsonaro comunicar-se semanalmente direto com a cidadania por live de rede social

2 – Carolina – Mourão e Augusto Heleno conseguiram acabar com a impressão de que Bolsonaro subordinou a democracia aos militares em discurso a fuzileiros navais

SONORA_BOLSONARO 0803A

3 – Haisem –  O que mais chama sua atenção na primeira condenação da Lava Jato paulista, e logo a incríveis 145 anos de cadeia

4 – Carolina – Por que Aloysio Nunes procurou o ministro do STF Gilmar Mendes para evitar cumprimento de pena por Paulo Vieira de Souza

5 – Haisem – O que, a seu ver, teria levado a parlamentar mais votada da História, Janaína Paschoal, a dizer que Paulo Preto deve saber muito mais do que já falou até agora e, por isso, corre risco de vida

6 – Carolina – Quais são, a seu ver, as chances de prosperarem as investigações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal nos órgãos de controle da República

7 – Haisem  – Quais as consequências práticas da perícia médica que decretou que o esfaqueador de Bolsonaro, Adélio Bispo de Oliveira, é doente mental e, portanto, não pode ser apenado penalmente

8 – Carolina – Que aspecto você destacaria na entrevista desta semana no Blog do Nêumanne com Malu Ribeiro, coordenadora do grupo de técnicos da SOS Mata Atlântica que atestou a morte do Rio Paraopeba depois do arrombamento da barragem de rejeitos minerais de Brumadinho

Comentário na Rádio Eldorado: Aloysio, Jungmann, Gilmar e Paulo Preto

Comentário na Rádio Eldorado: Aloysio, Jungmann, Gilmar e Paulo Preto

MPF da Operação Lava Jato requereu o afastamento do ministro do STF Gilmar Mendes das ações movidas contra o chamado operador do PSDB Paulo Vieira de Souza, Paulo Preto. Há fortes motivos para isso: afinal, Sua Excelência tem feito o que está a seu alcance para soltar o réu, que já foi condenado a 27 anos e agora acaba de sê-lo novamente a 145. Isso perfaz o total de 177 anos de pena, 19 menos do que os 196 do ex-governador do Rio Sérgio Cabral. O pedido baseia-se na descoberta de e-mails nos quais o ex-senador tucano Aloysio Nunes Ferreira tenta contato com Gilmar para apelar pelo réu após ter conseguido seu telefone com o ex-ministro da Segurança Raul Jungmann. Pois é!

Para ouvir clique no link abaixo

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quinta-feira 7 de março de 2019

1 – Haisem – 3 – Procuradores da Lava Jato dizem que Aloysio Nunes Ferreira procurou Gilmar para ajudar a Paulo Vieira de Souza

2 – Carolina – Juíza Maria Isabel do Prado condena ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, Paulo Preto, a mais 145 anos de prisão, maior pena da Lava Jato

3 – Haisem – Governo anuncia PEC do fim da unicidade sindical depois de resolvida a votação da reforma da Previdência no Senado

4 – Carolina – Planalto diz que  Bolsonaro não quis falar mal do carnaval quando divulgou o tuite polêmico da terça-feira gorda. Ele quis, então, o quê?

SONORA_MAJOR OLIMPIO 0703

5 – Haisem – Eduardo Bolsonaro diz que polêmica em torno do tuíte do pai é tentativa de iniciar projeto de impeachment contra ele e, segundo BR 18, Carlos Bolsonaro dá prioridade ao combate aos “isentões”. E aí?

6 – Carolina – Maduro expulsa Martin Kreiner, embaixador da Alemanha em Caracas, Haisem –  de samba querem mais utilização da Marquês de Sapucaí, com administração estadual, como acenou o governador Wilson Witzel, e privatização do desfile, mas criticam fim da subvenção da prefeitura em 2020, anunciada pelo prefeito Marcelo Crivella

7 – Haisem – Escolas de samba querem mais utilização da Marquês de Sapucaí, com administração estadual, como acenou o governador Wilson Witzel, e privatização do desfile, mas criticam fim da subvenção da prefeitura em 2020, anunciada pelo prefeito Marcelo Crivella

8 –Carolina –  Homenagem da Mangueira no desfile vitorioso das escolas de samba do Rio expõe o vexame das policiais estaduais e federais e dos militares que comandaram a intervenção da Segurança no Rio na investigação sobre a execução da vereadora

SONORA_LEANDRO VIEIRA B

Página 60 de 198«...510152025...5859606162...6570758085...»
Criação de sites em recife Q.I Genial