Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Jornal Eldorado: Ex-porta-voz detona Bolsonaro e áulicos

Comentário no Jornal Eldorado: Ex-porta-voz detona Bolsonaro e áulicos

O ex-porta-voz da Presidência da República, general Otávio do Rêgo Barros, fez uma série de críticas indiretas ao presidente Jair Bolsonaro, em artigo publicado ontem no jornal Correio Braziliense. Sem citar o nome do ocupante do Palácio do Planalto, Rêgo Barros afirmou que o poder “inebria, corrompe e destrói”. O antigo auxiliar critica também auxiliares presidenciais que se comportam como “seguidores subservientes”. “Os assessores leais — escravos modernos — que sussurram os conselhos de humildade e bom senso aos eleitos chegam a ficar roucos”, continuou. Erudito, baseado no exemplo de Caio Júlio César, o general romano que levava em suas campanhas escravos encarregados de lhe dizerem “memento mori” (lembra-te que morrerás) relata com exatidão atitudes do presidente e sua “caterva”.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos dos comentários de quarta-feira 28 de outubro de 2020

1 – Haisem – O que dizer do artigo do ex-porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros, no qual, sem citar nomes, descreveu o presidente da República, Jair Bolsonaro, como alguém que o poder “inebria, corrompe e destrói” em artigo publicado no Correio Braziliense

2 – Carolina – A defesa do senador Flávio Bolsonaro reconheceu que, de fato, pediu à Procuradoria-Geral da República apuração sobre supostas irregularidades cometidas por servidores da Receita Federal em investigações sobre seu representado. Até que ponto você acha que  o primogênito do presidente chegará para interromper a investigação sobre desvio de dinheiro público na Alerj quando ele era deputado estadual

3 – Haisem – A que você atribui mais um incêndio em prédio público no Rio agora desta feita matando três pacientes do Hospital Federal de Bonsucesso e causando grande transtorno no combate à pandemia da covid 19 na segunda maior cidade do País

4 – Carolina – E ninguém vai processar aloprados de Bolsonaro? – Este é o título de seu artigo publicado na página 2, de Opinião, do Estadão hoje. Quem são os alvos de seu texto e por que razão você acha que eles deveriam ser processados

Direto ao Assunto no YouTube: Filho 002 contra fiscais da Receita

Direto ao Assunto no YouTube: Filho 002 contra fiscais da Receita

Advogadas de defesa de Flávio Bolsonaro acionaram PGR, sob petista Augusto Aras, para investigar eventuais crimes cometidos por agentes da Receita contra o senador, acusado de extorquir servidores da Alerj por meio de seu assecla Fabrício Queiroz, hoje em prisão domiciliar. 2 – Ex-porta-voz de Jair Bolsonaro, general Rêgo Barros, escreveu excelente artigo constatando que o poder “inebria, corrompe e destrói”. 3 – Resultado de má gestão, fogo no Hospital Federal de Bonsucesso no Rio, que durou um dia e matou três pessoas, comprova que competência do ministro da Saúde como “gestor” é lenda. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: Barros, líder em bola fora

Comentário no Jornal Eldorado: Barros, líder em bola fora

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), disse ontem ser  favorável à realização de um plebiscito para que os cidadãos brasileiros decidam sobre a elaboração de uma nova Constituição. Para ele, a Carta transformou o Brasil em “um País ingovernável”. A declaração foi rechaçada de cara pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e causou surpresa em auxiliares do presidente Jair Bolsonaro, que negaram que Barros estivesse falando pelo governo. Quem falou criticou. O ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública Sérgio Moro fê-lo em mensagem de Twitter: “O que dificultou a governabilidade do Brasil nos últimos anos foi a corrupção desenfreada e a irresponsabilidade fiscal, não a Constituição de 1988 nem a Justiça ou o MP”. Quem o mandou falar deve ter percebido que seria melhor não tê-lo feito.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para o comentário na terça 27 de outubro de 2020-10-27

1 – Haisem – Polícia de São Paulo investiga ações do PCC contra campanhas – Diz título de chamada na primeira página da edição impressa do Estadão de hoje

2 – Carolina – STF tende a optar pela vacinação compulsória – Informa título de outra chamada na primeira página do jornal

3 – Haisem – Vendas de imóveis em São Paulo crescem e preços também sobem – É a manchete da primeira página do Estadão

4 – Carolina – Festival de absurdos assola o País – é o título de seu artigo na edição virtual do jornal

Comentário no Jornal Eldorado: República indiferente ao presidente xereta

Comentário no Jornal Eldorado: República indiferente ao presidente xereta

O presidente Jair Bolsonaro participou de uma reunião, em 25 de agosto, com advogadas Luciana Pires e Juliana Bierrembach, que defrendem seu filho Flávio. O objetivo foi debater supostas “irregularidades das informações constantes de Relatórios de Investigação Fiscal” produzidos por órgãos federais sobre o senador. Também foram ao encontro o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), . Alexandre Ramagem. A reunião não foi registrada na agenda oficial do presidente, mas foi revelada na sexta-feira, 23, pela revista Época e confirmada pelo Estadão. A revelação, que identifica espionagem de fiscais para beneficiar parente do presidente, é gravíssima, mas foi recebida por solene indiferença pelo Centrão e outras autoridades da insana República.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne clique aqui. 

 

Assuntos para comentário da segunda-feira 26 de outubro de 2020

1 – Haisem – Bolsonaro envolve Abin e GSI em reunião com advogados de Flávio sobre ‘rachadinha’– Qual é a gravidade dessa notícia que veio à tona no noticiário do Estadão na sexta-feira 23 de outubro para abrir este seu comentário começando a semana

2 – Carolina – Bolsonaro sai do sério com preço do arroz – diz título de chamada de primeira página da edição impressa do Estadão hoje. O que ainda você pode dizer sobre mais esse episódio do seriado brasiliense “o presidente como ele é”

3 – Haisem – O que você sabe sobre o advogado até então desconhecido chamado Nylthamar Dias Ferreira Filho, que apareceu de forma inesperada e surpreendente no noticiário do Estadão sobre a Operação Lava Jato no Rio de Janeiro desde o fim da semana passada

4 – Carolina – Por que razão você não abordou um tema político, mas literário, no vídeo desta semana da série Nêumanne entrevista, falando do novo livro de Nélida Piñon, Um dia chegarei a Sagres, com essa autora carioca e da Academia Brasileira de Letras

Comentário no Jornal Eldorado: Ignorância a serviço do vírus chinês

Comentário no Jornal Eldorado: Ignorância a serviço do vírus chinês

“Aqui quem manda sou eu”, disse Jair Bolsonaro ao cancelar o protocolo de intenções pelo Ministério da Saúde para a comprar 46 milhões de vacinas produzidas por parceria da farmacêutica chinesa Sinovac com o Instituto Butantan.. O motivo é a importação de insumosda China, nosso maior parceiro comercial e responsável por 28% das exportações brasileiras. Trata-se da repetição da revolta da vacina à época da gripe espanhola na Velha República no meio de uma guerra eleitoral criminosa entre o chefe do governo federal e o governador de São Paulo, João Dória, a quem se subordina o Butantan,  em tela e dispõe de sólida reputação científica no País e no mundo, o que não é de conhecimento de Bolsonaro e também parece não ser devidamente considerado por seu adversário numa eleição que só será disputada em dois anos.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

 

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 22 de outubro de 2020

1 – Haisem – Sob pressão da ala ideológica, Bolsonaro rejeita vacina chinesa – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. Até que ponto pode chegar, a seu ver, o negacionismo do presidente da República, ao ser cobrado por seu filho Carlos

2 – Carolina – Marques se diz favorável à quarentena de magistrados – É o título de chamada no alto da primeira página do jornal. A partir de informações desse tipo, o que você tem a dizer sobre a aprovação por larga margem do indicado por Jair Bolsonaro para o lugar do ex-decano do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello

3 – Haisem – Senador não sabe função que exerce a mulher de Kássio – esta é a manchete do alto da página A7. Aliás, o próprio desembargador aprovado pelo Senado para o Supremo Tribunal Federal também gaguejou ao tentar e não conseguir responder a pergunta idêntica na sabatina em que foi aprovado

4 – Carolina – Governo prevê contratar 51 mil servidores a partir de 2021 –  Diz outro título de chamada de primeira página do jornal de hoje. Em que esse tipo de providência pode ajudar na tentativa de equilibrar as contas públicas durante a crise econômica provocada pela pandemia da covid-19

Comentário no Jornal Eldorado: Conluio nas indicações para tribunais

Comentário no Jornal Eldorado: Conluio nas indicações para tribunais

Evidenciado conluio na absurda aprovação de Jorge Oliveira dois meses antes da aposentadoria de José Múcio, do TCU, na sabatina de Kássio Nunes Marques, em que alegou incompreensão dos cursos de pós-graduação em La Coruña e Messina e no recuo de Luís Roberto Barroso, do STF, no afastamento de Chico Rodrigues após a farsa da licença de 121 dias para permitir ocupação da cadeira pelo filho do licenciado, Pedro Arthur. Luiz Fux fez bem em sortear substituto de Celso de Mello na relatoria do processo sobre denúncia de Moro na intervenção política de Bolsonaro na PF. O sorteio apontou Alexandre de Moraes, mas até agora os processos por ele relatados, apesar de todas as evidências sw manifestações golpistas e gabinete do ódio deram em nada. Ao que se saiba, efetiva só a censura da Crusoé, da qual, aliás, o STF recuou.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estasdão, clique aqui.

Assuntos do comentário da quarta-feira 21 de outubro de 2020

1 – Haisem – Fux tira de Marques caso de Bolsonaro – O que você achou da providência adotada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luís Fux, para sortear a relatoria do processo sobre denúncia de Sérgio Moro da interferência política do presidente Jair Bolsonaro, que indicou Alexandre de Moraes para substituir Celso de Mello

2 – Carolina – Governo federal decide comprar vacina chinesa – O que você tem a dizer sobre o acordo celebrado ontem pelo qual o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, resolveu comprar 46 milhões de doses da Coronavac , vacina do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, subordinado ao governador paulista, João Dória

3 – Haisem – Filho assume vaga do “senador da cueca” – Qual é sua opinião sobre o “acordo de cavalheiros” que resultou na renúncia do senador Chico Rodrigues, permitiu sua substituição no Senado pelo filho suplente, Pedro Arthur Rodrigues, e levou o ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso a suspender sua decisão

4 – Carolina – Maia propõe votação de corte de gastos –  Você acha que essa decisão do presidente da Câmara dos Deputados levará, afinal, a um alívio nas contas públicas pela via certa, o corte de gastos, em vez do sempre repetido aumento de impostos, que onera o cidadão

Página 1 de 21412345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial