Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Estadão às 5H: Galhofa no velório

Estadão às 5H: Galhofa no velório

Temer, chefe de um governo morto e insepulto, adotou a galhofa como tom em mais um velório: em pronunciamento pela TV à Nação, disse que fez um acordo com os caminhoneiros que interditam estradas em todo o País, cedendo-lhes os 12 pontos que reivindicaram, mas os pactários não o cumpriram. Alguém precisa avisar a Temer que dos 11 representantes dos irredentos das rodovias 1 não assinou o pacto e 10 não representam mais do que a si mesmos. Portanto, os responsáveis pelo desabastecimento generalizado no País não são “grupinhos radicais”, como ele pontificou, mas passíveis de responder por dois delitos simultâneos – locaute (greve ilícita de patrões) e chantagem (coisa de bandidos). São, portanto, um problema de polícia. Este foi o comentário que fiz no programa Estadão às 5, transmitido do estúdio da TV Estadão na redação do jornal, ancorado por Emanuel Bomfim e retransmitido pelas redes sociais Youtube, Twitter, Periscope Estadão e Facebook às 17 horas da sexta-feira 25 de maio de 2018.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/galhofa-no-velorio/

Estadão Notícias: A festa da derrota

Estadão Notícias: A festa da derrota

Temer armou um circo mambembe para comemorar, de forma absurda, a capitulação do governo à chantagem do locaute dos empresários de transporte rodoviário de cargas, aceitando passivamente o fato de o movimento cometer assim dois crimes de uma vez, congelando o preço do Diesel, e com isso, desmoralizando a política de recuperação da Petrobrás, e retirando as empresas dos vencedores da reoneração das folhas de pagamento, além de outras benesses absurdas. Isso tudo foi feito sem nenhuma garantia de que a contrapartida, que não seria o fim do movimento ilegal, mas uma trégua de 15 dias para tudo voltar a ser como dantes no “cartel” de Abrantes, fosse concretizada. Isso tudo ao custo de R$ 5 bilhões enquanto dure seu desgoverno. Este meu comentário está no Estadão Notícias, no ar no Portal do Estadão desde 6 horas de sexta-feira 25 de maio de 2018.

Para ouvir clique no link abaixo:

http://brasil.estadao.com.br/blogs/estadao-podcasts/estadao-noticias-fim-da-agonia-governo-chega-a-acordo-com-grevistas/

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/a-festa-da-derrota/

Comentário no Jornal da Gazeta: A culpa dos políticos

Comentário no Jornal da Gazeta: A culpa dos políticos

Verdadeiros vilões do caos são os políticos, não Parente e Petrobrás

(Comentário no Jornal da Gazeta quinta-feira 24 de maio de 2018)

Para ver clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/a-culpa-e-dos-polilticos/

Podcast Estadão Notícias: O alto custo do ICMS

Podcast Estadão Notícias: O alto custo do ICMS

Os caminhoneiros têm razão em protestar contra aumentos diários de diesel, mas, ao contrário do que imaginam, a principal culpada pela situação não é a política de preços da Petrobrás, que está saneando a empresa quebrada pelo populismo ensandecido do PT et caterva. O que mais pesa na formação desses preços são os impostos, mas zerar a Cide de nada adianta, pois sua participação é milimétrica. O peso maior é do ICMS dos Estados. O Rio de Janeiro, com a alíquota mais alta, chegando até a 36%, é o caso mais absurdo, pois, ainda assim, o Estado quebrou por roubalheira e má gestão. No entanto, o governo federal age na base do improviso e os governadores fingem que não é com eles para não perder votos. Assim, o impasse continua. É este meu comentário no Estadão Notícias, que está no ar no Portal Estadão desde 6 horas da quinta-feira, 24 de maio de 2018.

Para ouvir clique no link abaixo:

http://brasil.estadao.com.br/blogs/estadao-podcasts/estadao-noticias-o-quanto-a-prisao-de-azeredo-vai-atingir-alckmin/

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/o-peso-do-icms/

Estadão às 5H: Privilégios demaganões

Estadão às 5H: Privilégios demaganões

Houve um tempo em que se dizia que no Brasil só pretos, pobres e prostitutas iam para a cadeia. Depois que Marcelo Odebrecht, que é branco e rico, e Lula, que é rico e poderoso, foram incluídos na população carcereira, já não se pode mais dizer a mesma coisa. Mas o chamado foro de prerrogativa de função não é o único privilégio que distingue cidadãos de primeira classe de nós outros, passageiros do porão. Agora os juízes dos tribunais superiores estabeleceram que Lula pode receber deputados diariamente, privilégio similar a Fernandinho Beira-Mar visitar Nem da Rocinha. E Eduardo Azeredo não será humilhado envergando uniforme de condenado, privilégio não concedido ao coleguinha Sérgio Cabral. Este é um de meus comentários no Estadão às 5, transmitido do estúdio da TV Estadão no meio da redação do jornal, ancorado por Emanuel Bomfim e retransmitido nas redes sociais Youtube, Twitter, Periscope Estadão e Facebook na quarta-feira 23 de maio de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/privilegios-de-maganoes/

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Um trunfo a menos

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Um trunfo a menos

Defesa de Lula perde mais um trunfo para enganar militante fiel

(Comentário no Jornal da Gazeta 2 terça-feira 22 de maio de 2018)

Para ver clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/um-trunfo-a-menos/

Página 1 de 7612345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial