Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Estadão Notícias: O crime de João sem Deus

Comentário no Estadão Notícias: O crime de João sem Deus

À minha mãe devo a vida e ensinamentos básicos, tais como respeitar a mulher como objeto de amor e fonte de vida. Por isso, considero qualquer violência contra a mulher um crime covarde, abjeto e hediondo. Principalmente quando cometido por homens que já têm mais força física e também exercem poder de qualquer tipo: econômico, político, intelectual ou espiritual. O ex-garimpeiro João Teixeira de Faria, procurado para curar, em nome de Deus, doentes terminais, que não têm mais a que apelar, é acusado de ter abusado de todas essas agravantes ao longo do tempo, tendo sido protegido pela fortuna e pelo prestígio que acumulou em sua atividade, e responderá ao Estado por isso. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da terça-feira 18 de dezembro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: O poder diabólico de João de Deus

Comentário no Jornal Eldorado: O poder diabólico de João de Deus

A surpresa pela descoberta de que um curandeiro famoso e milionário passou a ser, de repente, acusado de ter abusado de 330 mulheres, entre as quais uma filha, quando ainda criança, não se explica apenas pela credulidade de pacientes, que se submetem por desespero a cirurgias espirituais e outras intervenções, mas também pela impunidade gozada pelos abonados no Brasil. Ainda quando estava foragido das autoridades da polícia e da Justiça, o ex-garimpeiro João Teixeira de Faria movimentou R$ 35 milhões nos bancos, numa amostra do dinheiro e do prestígio com personalidades importantes da cena nacional, que o protegeram de eventuais acusações de vítimas de vários estados e até no exterior.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – segunda-feira 17 de dezembro de 2018, às 7h30m)

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique aqui abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da segunda-feira 17 de dezembro de 2018

1 – Haisem – Quem poderia adivinhar que um curandeiro venerado como João de Deus seria acusado de ataque sexual por mais de 300 mulheres

2 – Carolina – 35 milhões de reais movimentados por João de Deus e Torón tenta minimizar dizendo que só baixou algumas aplicações.

3 – Haisem – PF divulga fotos de 20 eventuais disfarces de Cesare Battisti na investigação para capturá-lo e extraditá-lo para a Itália

4 – Carolina – Fachin disse em entrevista ao Estadão de ontem que STF é muito maior do que o STF. Será?

5 – Haisem – Conforme Estadão, Congresso usa Coaf para coagir Bolsonaro. O caso dá realmente essa oportunidade?

6 – Carolina – Que lições podem ser aprendidas da discordância de Bolsonaro da ideia do filho Eduardo de debater pena de morte

7 – Haisem – Bolsonaro faz bem ou mal em “desconvidar” presidentes de Cuba e Venezuela para sua posse?

SONORA BOLSO 3 1712

8 – Carolina – Confusão generalizada em Cumbica no fim de semana pode ser prenuncio da volta do Caos Aéreo Nacional, cujo slogan foi o tristemente célebre relaxe e goze de Marta Suplicy?

Comentário no Estadão Notícias: Síndrome de supremacia aguda

Comentário no Estadão Notícias: Síndrome de supremacia aguda

Na semana passada, o relator da Lava Jato no STF, Edson Fachin, divulgou relatório sobre suas atividades no combate à corrupção e o Estado publicou ontem entrevista dele garantindo que “o Supremo é muito maior do que a Lava Jato”. Deve ter sido acometido de “síndrome de supremacia” aguda porque, na verdade, a cúpula do Judiciário só saiu do zero condenação ao apenar o deputado de baixíssimo clero Nelson Meurer, enquanto Curitiba produziu 226 contra 146 pessoas, porque algumas foram condenadas mais de uma vez e todas as sentenças juntas somam 2.120 anos, 5 meses e 20 dias de cadeia. A comparação é constrangedora e Sua Excelência perdeu excepcional chance de calar. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da segunda-feira 17 de dezembro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: O truque nojento dos parlamentares

Comentário no Jornal Eldorado: O truque nojento dos parlamentares

A parlamentar mais votada do Brasil, Janaína Paschoal, deu enorme contribuição à discussão sobre apropriação indébita de salários de assessores por parlamentares, reaberta com o caso do PM Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente eleito, revelando no Twitter a palestra de um funcionário da Corregedoria da Alesp para novos deputados. Nela, o servidor contou que funcionários que ousam denunciar o esquema são automaticamente demitidos e obrigados a devolver os vencimentos que recebeu. Por aí já se vê como é tratado esse tipo cínico de fraude e lavagem de dinheiro em casas nas quais as leis são feitas. O assunto precisa ser dissecado até o osso.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na sexta-feira 14 de dezembro de 2018, às 7h30m)

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para o comentário de sexta-feira 14 de dezembro de 2018

 

1 – Coaf revela movimentações atípicas de 75 assessores ou ex-assessores de 21 deputados. Janaína Paschoal deu em sua conta no Twitter depoimento importante sobre devolução de dinheiro de funcionários de gabinetes para parlamentares titulares da Alesp. Isso vai dar em quê?

2 – Flávio Bolsonaro atribuiu à imprensa repercussão dos casos de seus assessores Fabrício Queiroz e tenente coronel PM Wellington Sérvulo Romano da Silva (fez 248 viagens a Portugal e manteve o salário)

3 – Ibope CNI constata que 75% dos brasileiros entrevistados concordam com o que Bolsonaro tem decidido até agora

4 – Ministro do Trabalho que reclamou do fechamento da pasta, Caio Vieira de Melo, foi afastado do cargo na Operação Registro Espúrio pelo STF

5 – Temer assina MP que libera controle de 100% de companhias aéreas nacionais por empresas estrangeiras

6 – O ministro do STF Luiz Fux determinou a prisão de Cesare Battisti e devolveu ao presidente da República, Temer ou Bolsonaro, decisão final sobre sua extradição à Itália

7 – Nove meses depois da execução de Marielle Franco e Anderson Gomes, general diz que Marielle Franco foi morta por causa de grilagem de terras e polícia intercepta plano para matar Marcelo Freixo

8 – Qual sua expectativa da repercussão da entrevista do titular aposentado da USP José Augusto Guilhon de Albuquerque ao Blog do Nêumanne

Comentário no Youtube: Olha o Rachid aí, gente!

Comentário no Youtube: Olha o Rachid aí, gente!

A notícia do relatório do Coaf sobre movimentações financeiras atípicas de um ex-assessor de Flávio Bolsonaro deu oportunidade para voltar à tona um truque da velha política que, ao que tudo indica, está vivo como nunca. Chamado na gíria de Rachid, do verbo rachar, ele dá conta de partilha escusa de parte do salário acima da média de mercado pago a assessores de gabinetes com parlamentares. A deputada mais votada da História, Janaína Paschoal, contou no Twitter,detalhes sobre o truque sujo, que, p.elo visto, é multi-ideológico e pluripartidário. Se gostar deste vídeo, dê um like, inscreva-se no meu canal e clique no sininho para ser informado quando gravar e publicar os próximos; e me encontre diariamente no Blog do Nêumanne, Política, Estadão (https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/) e no meu site Estação Nêumanne (www.neumanne.estadao); de segunda a sexta feiras, às 6 horas, no Estadão Notícias no Portal do Estadão e, às 7h30m, no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 (eldorado@estadao.com.net); e esporadicamente no Estadão às 5, aqui mesmo no YouTube. Direto ao assunto. Inté. Simbora!

Para ver o vídeo, clique no play abaixo:

Para ver o vídeo no Youtube clique aqui.

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Estadão Notícias: Enfim, justiça no caso Battisti

Comentário no Estadão Notícias: Enfim, justiça no caso Battisti

O mesmo ministro do STF Luiz Fux que deu liminar para garantir assassino italiano Cesare Battisti solto no Brasil mandou PF, que representa Interpol no País, prendê-lo e determinou que sua extradição à Itália, que exige que ele seja devolvido ao país de origem para cumprir o resto da pena que deve à Justiça, depende do presidente da República. Por 16 dias a decisão cabe a Temer, mas no ano que vem passará a ser de Bolsonaro, que já afirmou ao embaixador italiano que, finalmente, cumprirá justiça sobre o caso, que envergonha o Brasil perante o mundo civilizado, de vez que liberdade do terrorista foi autorizada por Lula para pagar favor pessoal que devia ao militante Favre. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 14 de dezembro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Página 10 de 133«...5...89101112...1520253035...»
Criação de sites em recife Q.I Genial