Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Direto ao Assunto no YouTube: Ficar em casa salvará vidas

Direto ao Assunto no YouTube: Ficar em casa salvará vidas

Até a sexta 27 haviam morrido 27.737 pessoas e 600.663 foram infectadas pela pandemia. Na Itália, em quarentena total desde 9 de março, o número de mortos aumentou em 919 em 24 horas. O governador da região mais afetada, a Lombardia, Attilio Fontana, informou ter aconselhado a um amigo brasileiro para “ficar o maior tempo possível em casa, evitar contato com pessoas e difundir esta mensagem.” O premiê da Espanha, Carlos Sanchez, ´planeja estender o isolamento até 11 de abril após o recorde de 832 mortes na sexta. Jair Messias Bolsonaro convenceu o ministro da Saúde, Mandetta, a adotar sua teoria da prioridade para a economia e disse a Luiz Datena, da Band, o seguinte: “algumas mortes terão. Paciência, acontece, e vamos tocar o barco”. Mas seu ainda ministro da Saúde conclamou todos a fazer esforço coordenado para evitar o colapso do serviço público de saúde. E a Justiça proibiu o governo federal de sabotar o isolamento total decretado pelos governadores. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 
Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

 

 

 

Comentário no Jornal da Gazeta: O pandemônio da pandemia

Comentário no Jornal da Gazeta: O pandemônio da pandemia

Ontem o prefeito de Milão, Giuseppe Sala, do Partido Democrático, de esquerda, reconheceu seu erro em participar da campanha Milão não fecha. E hoje Bolsonaro lança campanha de marketing contra o isolamento social para combater a velocidade do contágio do coronavírus. Enquanto o mundo inteiro evita repetir o que aconteceu na Lombardia, o Brasil prioriza a arenga político-eleitoral.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da sexta-feira 27 de março de 2020, às 19 horas, clique no play abaixo:

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

Comentário no Jornal Eldorado: Ajuda do governo não sai do papel

Comentário no Jornal Eldorado: Ajuda do governo não sai do papel

De cada R$ 100 anunciados pelo governo para o enfrentamento da pandemia da covid-19R$ 64 não saíram do papel porque o governo não encaminhou as propostas ou o Congresso ainda não votou os projetos de lei que estão sendo usados para acelerar as ações, incluindo as para ampliar a rede de proteção à população de baixa renda. Levantamento feito pelo Estadão/Broadcast mostra que do pacote de R$ 308,9 bilhões63,9% (R$ 197,5 bilhões) não passaram do anúncio e não chegaram na ponta que mais precisa. Esta constatação objetiva e fria denuncia um antiquíssimo problema de nossa gestão pública, que vem de muito antes de Bolsonaro, mas também a ineficácia da equipe econômica de Paulo Guedes e a indiferença co Gonresso comandado p0r demagogos.

Para ouvir comentário no Jornal Eldorado clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da sexta-feira 27 de março de 2020

1 – Haisem – De cada 100 reais, só 36 reais saem do papel – diz a manchete de primeira página do Estadão hoje. O que você tem a dizer sobre essa trágica realidade brasileira revelada na crise do coronavírus

2 – Carolina – Você tem alguma explicação para o fato de propostas como cortes de salários nas cúpulas e entre servidores dos três poderes da República morrerem na praia antes de a covid-19 se agravar no Brasil

3 – Haisem – Casos graves sobem 40% e São Paulo pode ampliar restrições – é o título de outra chamada no alto da primeira página do Estadão hoje. Esta notícia o surpreendeu

4 – Carolina – Quais são as boas notícias do mundo que você vai comentar hoje

5 – Haisem – O que você achou de o Congresso estar triplicando de 200 reais para 600 reais o dinheiro público a ser distribuído entre os brasileiros mais pobres nesta crise do coronavírus

6 – Carolina – O presidente sou eu, pô, afirma Bolsonaro – é o título de outra chamada de primeira página no9 Estadão de hoje. Por acaso, você acha que há alguma dúvida quanto a isso

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

 

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro entre a saúde e a economia

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro entre a saúde e a economia

Ao contrário de mais da metade do mundo em que grupos políticos antes irreconciliáveis se unem para combater o terrível vírus chinês, no Brasil a pandemia também instalou um pandemônio, em que os líderes concentram seus esforços na batalha eleitoral prevista para 2022. Enquanto alguns governadores insistem no isolamento social como forma de reduzir a velocidade do contágio da doença o presidente da República, Jair Bolsonaro, lançou uma campanha sob o lema O Brasil não pode parar. Isso. um dia depois de o prefeito de Milão admitir publicamente que errou promovendo uma campanha de marketing intitulada Milão não para exatamente quando mais era necessário proibir contatos físicos para evitar a atual situação da Itália, com 62 mil casos e 9 mil mortes, mais do que a China. Mas ele acredita que não há semelhança nenhuma entre nosso Brasil e a Itália de seus ancestrais e que brasileiro não pega nada, como a História tem negado sistematicamente. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo: 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

Direto ao Assunto no YouTube: Cortar privilégios dos marajás

Direto ao Assunto no YouTube: Cortar privilégios dos marajás

Maria Célia Adones escreveu-me cobrando uma ideia. Antes da cobrança, eu já havia apresentado neste canal as ideias, também adotadas por outros comunicadores e pessoas públicas, de usar todas as verbas de emendas parlamentares no Orçamento da União e mais os fundos Eleitoral e Partidário para financiar o esforço da saúde pública no combate à pandemia que abrange o mundo. Agora, incentivado pela proposta, venho propor os cortes de salários de parlamentares, ministros de tribunais superiores e funcionários públicos dos altos escalões pela metade e a extinção de todos os privilégios deles – auxílios moradia, paletó, etc. Sei que não é fácil. O Estadão acaba de publicar que das 100 propostas anunciadas contra o microrganismo terrível 63 ainda não saíram do papel. Mas, já que Paulo Guedes é liberal e chefia uma equipe capacitada, ele está desafiado a fazê-la, e sem fim previsto, ou seja para sempre. Outra boa ideia copio do professor Marco Antônio Vila: não cobrar impostos até passar o período de isolamento social. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

 

Comentário no Jornal Eldorado: Caiado rompe com Bolsonaro

Comentário no Jornal Eldorado: Caiado rompe com Bolsonaro

Um dos poucos governadores que ainda eram aliados do presidente Jair Bolsonaro, Ronaldo Caiado (DEM), de Goiás, rompeu com o governo federal. O motivo é a postura do chefe do Executivo quanto ao combate à pandemia do coronavírus. Um dos responsáveis pela indicação do colega médico e político de seu partido Luiz Henrique Mandetta para o ministério da Saúde, afirmou em entrevista coletiva, depois do rompimento, que não seguirá recomendações do presidente de suspender orientações para confinamento em massa da população, adotado como estratégia para frear a propagação da doença. “Com autoridade de governador e o juramento de médico, deixo claro que as decisões do presidente da República na área de saúde em relação ao coronavírus não alcançarão o Estado de Goiás”. Caiado cresceu no cenário nacional.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quinta-feira 26 de março de 2020

1 – Haisem – Você tem alguma explicação plausível para a equipe econômica de Bolsonaro não ter prestado atenção à ideia do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, agora relançada pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema, de cortar salários e privilégios de marajás

2 – Carolina – Você acha que o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, tem algum motivo sério para romper com o presidente da República, Jair Bolsonaro, por causa do pronunciamento de terça-feira 24 de março

CAIADO 2603 A

3 – Haisem – O que está por trás do bate boca para lá de ríspido entre Jair Bolsonaro e o governador do Estado de São Paulo, João Doria, na reunião virtual dos governadores do Sudeste com o presidente da República

4 – Carolina – Governadores vão manter medidas restritivas – revela chamada no alto da primeira página do Estadão de hoje. Que conseqüências trará essa decisão de confrontamento para o desempenho do governo federal no combate ao contágio do novo coronavírus

5 – Haisem – Que motivos você acha que o vice-presidente Hamilton Mourão teve para tornar pública sua adesão ao isolamento social da população e ao fechamento de negócios contrariando seu companheiro de chapa vitoriosa na eleição, Jair Bolsonaro, que criticou essas medidas

MOURAO 2603 A

6 – Carolina – Segundo o jornal Valor Econômico, o governo vai autorizar o uso das substâncias cloroquina e hidroxicloroquina em casos graves de pacientes com covid-19. O que você acha da medida

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

Página 1 de 73712345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial