Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal da Gazeta: Abraço de afogados

Comentário no Jornal da Gazeta: Abraço de afogados

Em festa por receber Frota, expulso do PSL por Bolsonaro, que dele recebeu nota 4 de desempenho e se absteve de votar na reforma da Previdência, PSDB tenta mandar Aécio embora e ouve juras chorosas de amor do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prometendo união estável entre as duas legendas nas eleições de 2020 e 2022, promessa que, pelo patrimônio político dos dois, tem mais sentido de “juntar os trapinhos”, cada vez mais sujos e rotos. 

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da quarta-feira 21 de agosto de 2019, às 19 horas, clique no play abaixo:

Para ver o comentário no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
um milhão2

Direto ao Assunto no Youtube: PSDB e DEM deliram

Direto ao Assunto no Youtube: PSDB e DEM deliram

Na recepção festiva ao deputado Alexandre Frota, expulso do PSL, pelo PSDB, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciou que seu partido, o DEM de Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil de Bolsonaro, disputaria pelo menos as duas próximas eleições em inviolável aliança com os tucanos, agora liderados por João Dória. Eles só se esqueceram de combinar isso com os eleitores e – pior – não têm a mais leve lembrança do massacre que seus partidos sofreram do fenômeno eleitoral Jair. Ou seja, ao que parece eles até agora não se acostumaram com a nova realidade das duas últimas eleições, nas quais o PSDB, aliado do DEM há muito tempo, levou uma surra que não deveriam ter esquecido. Na atual realidade brasileira, este casamento de interesse não terá nenhuma chance de ser feliz nem em 2020, imagina em   2022. Acorda, gente! Direto ao assunto. Inté. Só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:
 

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
um milhão2

Comentário no Jornal Eldorado: Haddad estreia condenação

Comentário no Jornal Eldorado: Haddad estreia condenação

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, poste posto à disposição do chefão Lula na eleição presidencial do ano passado e que até agora tinha passado incólume nas falcatruas de seu partido, o PT, que já levaram vários figurões da legenda para a cadeia, foi condenado pela Justiça Eleitoral por caixa 2. Na mesma ação, o ex-tesoureiro petista João Vaccari Neto, veterano de penas da Lava Jato, todas cumpridas em cadeia em Curitiba, teve mais dez anos acrescidos à última exatamente nas duas modalidades nas quais o ex-inocente de plantão foi absolvido. Enquanto o primeiro estreou sua condição de apenado, o segundo tornou-se o exemplo mais completo das dimensões do assalto petista aos cofres públicos disponíveis.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos do comentário quarta 21 de agosto de 2019

 1 – Haisem – Justiça eleitoral condena Haddad por caixa dois diz título de notícia na primeira página do Estadão hoje. Em que esta condenação do ex-prefeito de São Paulo muda em alguma coisa a reputação do PT neste momento

 2 – Carolina – O que mais impressiona você na sequência de condenações pela Justiça do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores, João Vaccari Neto

 3 – Haisem – Qual é o benefício prático desse vaivém e da mudança de nome do Coaf e o que o inspirou

SONORA_MORO 2108

 4 – Carolina – Afinal, a nomeação do caçula Eduardo para embaixada do Brasil em Washington subiu no telhado como deu a entender o presidente Jair ou, ao contrário, está cada vez mais firme como declarou o principal interessado

 5 – Haisem –  As revelações feitas sobre compras de jatos por eventuais adversários da reeleição de Jair Bolsonaro em 2022 resultou de uma definitiva abertura da tal caixa preta do BNDES, que tem sido tão reivindicada pelos bolsonaristas ou  não passa de uma queima de candidaturas incômodas

 6 – Carolina – Qual é a grande novidade política do anúncio de uma aliança inquebrantável entre o PSDB e o DEM nas próximas eleições pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na celebração da filiação de Alexandre Frota no partido tucano

 7 – Haisem – Você acha que o deputado Aécio Neves tem alguma chance de escapar da degola no ninho tucano

 8 – Carolina – Qual é o tema de seu artigo Não há deuses nesta tragédia, publicado na página de Opinião do Estadão hoje

um milhão2

Direto ao Assunto no YouTube: Veta tudo, Bolsonaro

Direto ao Assunto no YouTube: Veta tudo, Bolsonaro

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, disse tudo o que o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Sergio Moro teriam de ter dito à Nação para justificar um veto total à infame lei votada a toque de caixa no Congresso, dita Contra o Abuso de Autoridade. “A própria lei pode se tornar um abuso que deseja reprimir.” Ponto final. O resto é lorota de político daqueles que o chefe do governo chama de política velha, mas da qual parece não escapar. Essa historinha para enganar bobo de vetar uns poucos artigos da lei não engana ninguém. Ou ele está do lado do eleitor que sufragou seu nome nas urnas porque não queria ver o combate à corrupção esmorecer e até morrer ou fica dando uma explicação atrás da outra e arrastando Moro, um herói dessa guerra, à ingrata posição de ex-herói. Deixar sobreviver um texto escrito por Renan Calheiros e aprovado por líderes da miuçalha partidária da Câmara sob Maia é uma traição que atende pelo nome de “me engana que eu gosto”. Eu não gosto. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver o vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 
Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
um milhão2

Comentário no Jornal Eldorado: Viva Dodge!

Comentário no Jornal Eldorado: Viva Dodge!

Enfim, uma voz altiva se alevantou na Esplanada dos Ministérios contra a votação simbólica de líderes de legendas insignificantes garantindo impunidade para quem menos merece, os parlamentares. Não foi a do capitão que só é valentão quando lida com subordinados. Nem mesmo a do ex-juiz que virou ministro e não parece incomodado com a eventualidade de virar também ex-herói.

Mesmo tendo sido indicada por Gilmar e nomeada por Temer, só Dodge teve coragem de dar verdadeira dimensão da lei infame do Congresso. Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press

Mesmo tendo sido indicada por Gilmar e nomeada por Temer, só Dodge teve coragem de dar verdadeira dimensão da lei infame do Congresso. Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press

Foi a voz de uma mulher em fim de mandato. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, nomeada por Temer por indicação de Gilmar, definiu a lei infame ao dizer que, em vez de ser contra o abuso da autoridade, o consagra como prática republicana comezinha ao arrepio da Constituição.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos do comentário da terça-feira 20 de agosto de 2019

1 – Haisem – O porta-voz da Presidência da República, general Rêgo Barros, disse ontem que o presidente da República vetará alguns itens da chamada Lei Contra o Abuso de Autoridade. A seu ver, isso é suficiente

2 – Carolina – Que razões você acha que o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, teve para escolher nove itens a serem vetados da Lei Contra o Abuso da Autoridade em sugestão ao presidente

SONORA_MORO 2008

3 – Haisem – A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, fez um pronunciamento muito forte contra a lei, indo além dos nove vetos propostos pelo ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro. Ela tem razão ou exagerou

SONORA_DODGE 2008

4 – Carolina – Qual é o sentido desse vaivém do Conselho de Controle de Atividades Financeiras por várias pastas e empresas públicas em sete meses e meio do governo Bolsonaro. Há motivo para tanto rebuliço

5 – Haisem – O que você tem a dizer sobre o fato de a Receita Federal, responsável pela arrecadação de impostos, não ter verbas suficientes sequer para emitir passaportes, CPF e formulários de Imposto de Renda

6 – Carolina – O que pode ter ocasionado a fake news assinada por Jair Bolsonaro ao criticar a Noruega e mostrar cenas da Dinamarca

7 – Haisem – Qual é o tema de seu artigo desta semana no Blog do Nêumanne

8 – Carolina – Qual foi a seu ver a principal causa de o convite do PSDB para o deputado federal Alexandre Frota, expulso do PSL por ter criticado o presidente Jair Bolsonaro, ter provocado tanta ira entre dignitários tucanos

 

um milhão2

Página 1 de 1.04212345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial