Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto no YouTube: República de “filhotes”

Direto ao Assunto no YouTube: República de “filhotes”

A noticia de que Moro mandou PF investigar o laranjal do partido do presidente é muito boa, porque nos dá esperança de que isso não vai ficar impune. Mas devemos atentar para um vício da velha politica no PSL: a manutenção do assalto do Fundão de financiamento de campanhas, e com indícios de corrupção. Com um acréscimo: o constrangimento da presença permanente do “vereador geral da República” em todos os compromissos oficiais de Bolsonaro. Gestão pública e família não podem se misturar, pois nosso sistema de governo é republicano, não de transmissão hereditária. Se gostou deste like, por favor, dê um like, inscreva-se no meu canal e acione o sininho para ser avisado quando publicar os próximos. Direto ao assunto. Inté. E também neste caso só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Nêumanne Entrevista Marcellus Ferreira Pinto 2019/5

Nêumanne Entrevista Marcellus Ferreira Pinto 2019/5

Especialista diz que no Brasil

o crime ambiental sempre compensa

Advogado Marcellus Ferreira Pinto entende que só quebra do monopólio da Vale porá fim à série de crimes como os provocados pelo arrombamento das represas em Minas

Ferreira Pinto, consultor do Centro de Cooperação Industrial Internacional (CIIC) em Moscou, acha que, “infelizmente, há uma percepção já arrigada na sociedade brasileira de que as coisas no País não funcionam, ou seja, nem as repetidas tragédias são capazes de nos ensinar algo de positivo. Ao contrário, a cada nova catástrofe, o que parece ficar claro é que há um limite de conduta negligente a ser superado. Por exemplo, se consigo dirigir embriagado às segundas-feiras, quando a fiscalização é mais frouxa, posso tentar fazê-lo também às terças e quartas. Esse tipo de conduta decorre da absoluta certeza de que, no campo das probabilidades, a possibilidade de ser apanhado e, sendo, de ser punido são ínfimas, para não dizer nulas”. Na edição desta semana da série Nêumanne Entrevista, neste blog, ele considera fundamental, para prevenir desastres como os de Brumadinho e Mariana, que a Vale enfrente concorrência de outras empresas gigantes na área de mineração que atuam em países onde não se repetem como aqui os episódios de 2015 e 2019. E deu o exemplo do Canadá, onde, em vez de a empresa se fiscalizar, como aqui, as concorrentes o fazem em seu lugar, o que evita esse ambiente que permite que o responsável pela barragem de Mariana seja encontrado depois administrando Brumadinho.

Marcellus: “Estado brasileiro é omisso para punir e para assegurar a cidadãos direitos constitucionais como saúde, segurança, educação”. Foto: Acervo pessoal

Marcellus: “Estado brasileiro é omisso para punir e para assegurar a cidadãos direitos constitucionais como saúde, segurança, educação”. Foto: Acervo pessoal

Marcellus Ferreira Pinto, capixaba (nasceu em Vitória, Espírito Santo) em 23 de fevereiro, já foi guia de turismo, morou nos EUA e no Canadá, ama vinhos, culinária, viagens e mergulho autônomo. É advogado, pós-graduado em Direito Eleitoral e mestre em Direito Constitucional, ex-professor da Faculdade de Direito de Vitória (FDV) e de cursos preparatórios para concursos. Instrutor de Direito Eleitoral da Escola Superior de Advocacia (ESA/OAB-ES), consultor do Centro de Cooperação Industrial Internacional (CIIC) da Unido, Agência de Desenvolvimento Industrial da ONU em Moscou.

Nêumanne entrevista

Marcellus Ferreira Pinto

Nêumanne – O jornal O Globo fez um levantamento, publicado na segunda-feira 11 de fevereiro, dando conta de que nada foi feito para punir ou multar nenhum agente privado ou público apontado por ter sido negligente em dez catástrofes de repercussão nacional em dez anos, entre 2007 e 2017, que vão da queda de um avião até o desabamento de um prédio ocupado por invasores sem-teto no Centro de São Paulo. Por que isso aconteceu?

Leia mais…

Comentário no Jornal Eldorado: Muito além da fofoca

Comentário no Jornal Eldorado: Muito além da fofoca

A exposição da briga interna no Palácio do Planalto dos Bolsonaro pai Jair e filho Carlos com o secretário-geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, ultrapassou todos os limites da mera futrica para denotar dois vícios da chamada política velha na autoproclamada nova política. Um deles é o Fundão para financiamento de campanhas do qual os partidos, velhos ou novos, lançam mão para compensar a proibição de doações empresariais e que, de maneira inevitável, termina sendo usado criminosamente para enriquecimento ilícito dos chefões das legendas. O outro é o crime contra segurança nacional configurado na confessa invasão dos tuítes do presidente da República pelo filho vereador.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da sexta 15 de fevereiro de 2019

1 – Haisem – O que há de verdadeiramente grave na crise criada por Carlos Bolsonaro no 45.º dia do governo do pai dele.

2 – Carolina – Qual o segredo do poder de Carlos Bolsonaro e por que seu primo de confiança, Léo Índio, desfila pelo centro do poder sem cargo nem função

3 – Haisem – Que poder de sedução tem o fundo partidário que derrete plataformas políticas fortes e envelhece precocemente quem foi eleito vendendo o sonho da renovação política

4 – Carolina – O que Rodrigo Maia quis dizer ao lembrar a Bolsonaro que ele não preside uma associação de militares, mas a República toda

SONORA_MAIA 1502

5 – Haisem – A crise de Carlos contra Bebianno dificulta a aprovação da reforma da Previdência apesar da definição do projeto feita por Bolsonaro e o clima favorável na população que poderia ajudar no Congresso

SONORA_MARINHO 1502

6 – Carolina – Enquanto o país se contorce em crise, o STF discute pautas de costumes e anuncia que convocará ministro da Educação por frase infeliz sobre canibalismo do brasileiro no mundo

7 – Haisem – Por que o novo advogado de Sérgio Cabral, Márcio Delambert, pediu ao juiz Marcelo Bretas para ouvir de novo o ex-governador

8 – Carolina – Quais são as novidades da entrevista da semana no Blog do Nêumanne com o advogado Marcellus Ferreira Pinto

Comentário no Estadão Notícias: É mais do que futrica

Comentário no Estadão Notícias: É mais do que futrica

Na frutica de Carlos Bolsonaro e a reação pusilânime de Gustavo Bebianno, que criaram uma crise política de proporções inimagináveis, para festa da esquerda, que não consegue fazer o mesmo, não têm sido avaliados os dois terríveis problemas que a provocaram. Em primeiro lugar, a origem da denúncia publicada pela Folha sobre o repasse de verbas para a campanha repassada para uma laranja em Pernambuco revela o vício de velha política do partido que elegeu Bolsonaro carregando a bandeira da renovação. E a forma como o tema foi tratado no clã presidencial parece tratar com irrelevância um crime contra segurança nacional com o acesso por terceiros do Twitter do presidente. Este foi meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 15 de fevereiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Jornal Eldorado: A “filhocracia” Bolsonaro

Comentário no Jornal Eldorado: A “filhocracia” Bolsonaro

Derrotada nas urnas e humilhada pela prisão de seu maior líder, Lula, a esquerda brasileira padece da falta de apoio popular para abalar o governo Bolsonaro, caudatário de quase 58 milhões de votos dos eleitores brasileiros. No entanto, os três filhos políticos do presidente – Flávio, Eduardo e principalmente Carlos – já produziram em 45 dias de governo mais crises do que qualquer outro adversário ou inimigo. Sempre ao lado do pai, que não tem um minuto de solidão, meditação ou tempo para ouvir quem quer que não pertença a sua prole, o amado “pitbull” levou chefe do governo a desautorizar secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebiano, em fala do trono pela conivente Record, para protegê-lo.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário de quinta 14 de fevereiro de 2019

1 – Haisem – Após 17 dias no Hospital Albert Einstein, presidente Jair Bolsonaro recebe alta e volta a Brasília, onde terá muito a fazer.

2 – Carolina  – Manchete do Estadão de hoje: “Desmentido por Bolsonaro, Bebiano diz que não sai”. O que há por trás da crise com o secretário da presidência

SONORA_BOLSONARO 1402 B

3 – Haisem – Decisão de transferir Marcola e outros líderes do PCC de presídios de São Paulo para outros Estados implica reforço de segurança nas cidade que os receberão.

SONORA_DORIA 1402

4–Carolina – Vale a pena revogar PEC da bengala para tornar perfil do STF mais conservador, como pretende a deputada Bia Kicis (PSL-DF)?

5 – Haisem – Anac decide suspender proprietária do helicóptero em que Boechat viajava. Brasil vira a república do agora é tarde, Inês é morta?

6 – Carolina – Vice Hamilton Mourão diz que reforma da Previdência deverá atingir todos

7– Haisem – Que tal a ideia do secretário de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia de “reprivatizar” a Vale.

8 – Carolina – Qual será a perda da cultura brasileira com a morte da atriz Bibi Ferreira?

Página 1 de 93512345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial