Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Estadão Notícias: Estupidez covarde e desnecessária

Comentário no Estadão Notícias: Estupidez covarde e desnecessária

A reforma da Previdência é urgente e não é uma pauta do governo ou do Congresso, mas da Nação, pois é fundamental para dar início à recuperação econômica para acabar com o desemprego. Mas fazer um pacto com parlamentares para abandonar o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, para aprová-la, não atende à cidadania. O combate à corrupção é mais urgente: investigar, processar e punir os ladrões da política para higienizar a próxima legislatura é a prioridade zero já. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quinta-feira 28 de março de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Direto ao Assunto no YouTube: Os Bolsonaros na oposição

Direto ao Assunto no YouTube: Os Bolsonaros na oposição

Na terça-feira 26 de março, não de carnaval, mas infernal, o chefe da Casa Civil de Bolsonaro, Ônyx Lorenzoni, visitou o Congresso e o filho do presidente, Eduardo apoiou votação quase unânime da Câmara dos Deputados, sob o comando do inefável Rodrigo Maia, diminuindo muito o poder da União sobre o Orçamento da República. Na mesma direção, líderes do PSL e do governo na Casa votaram pela aprovação, que era aprovada pelos Bolsonaro pai e filho em 2015, quando eram oposição. Pior até do que a derrota acachapante de uma administração com 85 dias foi a constatação de que o chefe do Executivo ainda não conseguiu sair da oposição, mesmo tendo obtido 58 milhões de votos na eleição.

Para ouvir clique  no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/os-bolsonaros-na-oposicao/

Assuntos para comentário da quarta 27 de março de 2018

1 – Haisem – “Câmara mostra força e limita poder de gasto do governo” – é a manchete de hoje do Estadão O que conseguiu unir a quase unanimidade dos deputados federais – 448 votos a 3 – em torno de um projeto que adota o orçamento impositivo e, com isso, na prática o engessa ainda mais?

SONORA_EDUARDO BOLSONARO 2703

2 – Carolina – E o que dizer do projeto que está sendo engendrado na mesma Câmara pelo sindicalista Paulinho da Força que, entre outras inovações, mais uma vez anistiará os partidos políticos

3 – Haisem – Qual foi a reação dos esquerdistas, em especial petistas, mas não apenas eles, à confissão que certamente os surpreendeu do assassino brutal e desumano italiano Cesare Battisti

4 – Carolina – Quais são as chances que o Ministério Público vai ter de convencer a cúpula da Justiça a prender novamente Michel Temer, Moreira Franco e o coronel Lima Filho, a seu ver

5 – Haisem – Você acha que Paulo Guedes agiu bem ou mal ao não comparecer, como havia sido programado, à reunião de ontem da
Comissão de Constituição e Justiça da Câmara para explicar e defender a nova previdência de Bolsonaro

SONORA_ELMAR 2703

6 – Carolina – Por que você ficou tão encantado com o artigo que o embaixador aposentado Rubens Barbosa assinou na página 2 do Estadão de ontem, elogiando o acordo de cooperação com os americanos na última visita do Bolsonaro em torno da Base de Alcântara

7 – Haisem – Até que ponto a aliança de partidos a favor da reforma da Previdência e a reunião das legendas de oposição, sem PDT de Ciro Gomes, terão alguma influência prática a favor ou contra a iniciativa

8 – Carolina – Por que o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, determinou o arquivamento da CPI da Lava Toga, com grande apoio de governistas

Comentário no Estadão Notícias: Maia mente

Comentário no Estadão Notícias: Maia mente

Quando humilhou o ministro da Justiça, Sérgio Moro, de forma grosseira e estúpida, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que os bolsonaristas chamam de Nhonho, disse que o pacote anticrime dele não passava de um “copia e cola” de um texto cuja autoria atribuiu ao ministro do STF Alexandre de Morais. Mas este se reuniu na Câmara ontem com deputados, inclusive o Bolinha, e ficaram claras três coisas: os dois textos são diferentes, o de Moraes vai passar e o de Moro vai ser engavetado. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quarta-feira 27 de março de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Jornal Eldorado: Lambança da Justiça para soltar Temer

Comentário no Jornal Eldorado: Lambança da Justiça para soltar Temer

Após quatro dias na sala de 46 metros quadrados com ar condicionado, onde foi dado como preso, o ex-presidente Temer foi solto em mais um capítulo, que, ao que parece, não será o último, numa conjunção espetacular de lambanças da alta cúpula do Judiciário. Escalado para julgar o habeas corpus dos advogados dos emedebistas presos pela Lava Jato do Rio, desembargador do TRF 2 do Rio Antônio Ivan Athiê convocou reunião da turma que preside alegando que não teve tempo de ler o processo e decidiu monocraticamente na antevéspera da reunião marcada depois de tomar conhecimento no fim de semana no recesso do lar e tecer loas à operação, mas demolindo ordem do juiz Bretas. Vôte!

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da terça-feira 26 de março de 2019

1 – Haisem – A redução do prazo de permanência de Michel Temer, Moreira Franco e do coronel João Batista Lima Filho na sala de 46 metros quadrados na sede da Polícia Federal do Rio pode ser incluída no rol de reveses da Operação Lava Jato desde a transferência dos crimes de caixa 2 para a Justiça Federal

SONORA_PROCURADORA 2603

2 – Carolina – A que você atribui a súbita mudança da decisão do desembargador Antônio Ivan Athiê que, em vez de submeter o habeas corpus dos presos por Bretas à Primeira Turma do TRF 2, o que teria planejado para fazer amanã o concedeu

3 – Haisem – Como ficam os petistas e coleguinhas que defenderam com tanto ardor a condição de ativista de Cesare Battisti depois da confissão que ele próprio fez na Itália de que não passa de um reles e frio assassino

4 – Carolina – O que você quis dizer no título de seu artigo que circula no Blog do Nêumanne desde ontem: Maia atira na reforma da Previdência, mas mira na Lava Jato

5 – Haisem – Pressionado, Bolsonaro promete empenho pela Previdência, informa a manchete do Estadão hoje. Isso quer dizer que até agora ele não se tinha empenhado, é

SONORA_BOLSONARO  2603

6 – Carolina – Quando será que o Brasil vai ter um Ministério de Educação que se leve a sério, pondo fim a esse puxa-encolhe de faz e desfaz, decide e recua, assumido pelo ministro Vélez Rodrigues

7 – Haisem – O que há de comum entre o garimpeiro tarado e cruel que assediava e agora até se sabe que tentava assassinar mulheres e o curandeiro respeitado e até venerado por doentes terminais que apelavam para seus falsos dotes de curandeiro

8 – Carolina – Que relação se pode estabelecer entre o segundo aniversário do arrombamento da represa de rejeitos minerais de Brumadinho e o ensaio de retirada de outra cidade ameaçada por represa da Bale, Barão de Cocais

Comentário no Estadão Notícias: E Lula reconhece propina?

Comentário no Estadão Notícias: E Lula reconhece propina?

Até os gansos que moram no palácio do Itamaraty, ali pertinho da sede do Supremo Tribunal Federal, já sabiam que a defesa de Lula tentaria aproveitar-se da decisão ominosa de seus ministros transferindo os processos contra caixa 2 que envolvam crimes de candidatos da Justiça Federal para a Eleitoral recorreriam para dela se aproveitar no processo em que o petista foi condenado por pegar propina para reformar triplex no Guarujá. Tá tudo muito bem, tá tudo muito bem. Mas quer dizer, então, que o petista pegou mesmo propina para fazer caixa do PT? Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da terça 26 de março de 2019?

Para ouvir clique aqui e em seguida no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Políica, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Estadão Notícias: Quem pariu Mateus

Comentário no Estadão Notícias: Quem pariu Mateus

A encrenca de Bolsonaro com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, vai durar muito, pois o genro torto do Moreira Franco será presidente da Câmara por dois anos, assim como Davi Alcolumbre no Senado. E quem arrumou essa encrenca não foram os críticos, a mídia “golpista” nem os institutos de pesquisa, mas o presidente da República. No mínimo por omissão, por não ter desautorizado seu chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que articulou as campanhas dos chefes das Mesas do Congresso visando muito mais ao interesse próprio e ao de seu partido DEM do que do governo e da reforma da Previdência. E quem pariu Mateus que o embale, como diz o povo. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de segunda-feira 25 de março de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne clique aqui.

Página 23 de 164«...51015...2122232425...3035404550...»
Criação de sites em recife Q.I Genial