Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Jornal Eldorado: Gleisi não está blefando

Comentário no Jornal Eldorado: Gleisi não está blefando

Eleita para mais um mandato, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, não estava blefando quando disse que quer ver Lula inocentado com o cancelamento pela Justiça da condenação de Sérgio Moro, que seria condenado e preso. Num aparente desatino delirante de devota crente nos milagres de seu “santo” favorito, ela conta mais uma vez com a ajuda da cúpula da Justiça, que não tem faltado ao patrono que nomeou seus ministros para adaptar a lei da ficha limpa aos desígnios absurdos do condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Para ouvir clique no plau abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentários na segunda-feira 25 de novembro de 2019

1 – Haisem – Você acha que Gleisi Hoffmann, reeleita presidente do Partido dos Trabalhadores, não estava blefando quando disse que quer ver Lula inocentado e Sergio Moro condenado e preso

SONORA_GLEISI 2511

2 – Carolina – O que você acha da declaração do autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó, de que Lula esteve preso por ser o ladrão que é

3 – Haisem – Manchete do Estadão de ontem revela que Maioria do Congresso se diz a favor da prisão em segunda instância. Quais são as dificuldades, então, para que ela seja devidamente adotada

4 – Carolina – Que conseqüências poderão advir da decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Og Fernandes, de mandar prender o juiz federal Sérgio Sampaio como resultado da Operação Faroeste, que trata de grilagem de terras no Oeste da Bahia

5 – Haisem – Que conexão pode haver entre a Operação Appius, que investiga compra de voto do ex-presidente do STJ César Asfor Rocha e uma forma de se fazer a Operação Lava Toga; apesar da sabotagem dos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia

6 – Carolina – Qual é, a seu ver, a importância da revelação de que não foram os auditores da Receita Federal, mas a empresa de celulose Fibria, ex-Aracruz, que vazou informações sobre dados contábeis da mulher do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, Guiomar Mendes

7 – Haisem – O que você diz sobre a convocação de eleições diretas para a presidência da Bolívia como é prevista em lei de autoria da presidente interina Jeanine Añez

8 – Carolina – Que tal é comemorar os dois títulos mais importantes do futebol profissional em 24 horas e sem jogar a rodada de um deles

SONORA_COMEMORAÇÃO JOGADORES 2511

Direto ao Assunto no YouTube: Gleisi quer Moro preso

Direto ao Assunto no YouTube: Gleisi quer Moro preso

Gleisi Hoffmann não teve peito para se candidatar à reeleição para o Senado pelo PT do Paraná. Disputou e ganhou uma cadeira na Câmara dos Deputados para não perder o foro privilegiado com o qual pretende se livrar da investigação da suspeita de ter furtado as contribuições mensais dos servidores do Ministério do Planejamento, quando seu cúmplice e marido, Paulo Bernardo, era o titular. Agora quer liderar uma campanha para dizer que Lula, corrupto e lavador de dinheiro condenado em três instâncias por nove a zero, é inocente e o culpado é o juiz, apenas um desses nove, que deve ser condenado e preso. É muito topete desta senhora, hein? Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique aqui ou clique no play abaixo:

 YOUTUBEestação

 

Comentário no Jornal Eldorado: Derrota prevista de Tofoli

Comentário no Jornal Eldorado: Derrota prevista de Tofoli

Se se mantiver a tendência observada na sessão de quinta-feira 21 de novembro de 2019, a tentativa do presidente do STF. Dias Toffoli, de incluir no julgamento sobre sonegação de impostos na Receita compartilhamento do Coaf/UIF com MPs, a tese será derrubada. No caso, os proprietários do posto de gasolina autuados pela RF serão condenados e apenados. Mas Flávio Bolsonaro, Fabrício de Queiroz e as mulheres do próprio Toffoli e do colega Gilmar, Roberta Rangel e Guiomar Mendes, terão má notícia: as investigações de que são objeto serão descongeladas.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário da sexta 22 de novembro de 2019

1 – Haisem – STF sinaliza tirar Coaf de julgamento sobre Receita – registra título de chamada de primeira página do Estadão hoje. Em que o voto do ministro Alexandre de Moraes pode levar maioria do Supremo Tribunal Federal a contestar voto do presidente, Dias Toffoli

SONORA_MORAES A 2211

2 – Carolina – Que razões teve o presidente do Supremo Tribunal Federal, ao chamar o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o procurador-geral da Republica, Augusto Aras, e o advogado-geral da União, André Mendonça, para negociar antes de votar restrições ao Coaf

3 – Haisem – A manchete do Estadão hoje é Confiança em retomada da economia faz emprego reagir. Você acha que, até que enfim, o desemprego pode estar começando a reagir e a crise a diminuir, como mostra esse dado

4 – Carolina – Presidente lança um partido – é o título de nota com destaque no alto da primeira página do Estadão de hoje. O que você acha dessa ideia de Jair Bolsonaro de ter um partido para chamar de seu

5 – Haisem – Projeto que isenta militar de punição vai ao Congresso – é o título de outra notícia na primeira página do Estadão. Terá sido, a seu ver, uma boa ideia do presidente da República encaminhar a tal de exclusão da ilicitude para votação no parlamento

SONORA_BOLSO B 2211

6 – Carolina – Você se surpreendeu com a condenação do ex-ministro de Dilma Rousseff e ex-governador de Minas Gerais, o petista Fernando Pimentel, pela Justiça

7 – Haisem – O que você achou da manobra do presidente do Senado, Davi Alcolumbre para atrasar a votação da emenda da segunda instância para 2020, repassando a vez da votação para a Câmara

8 – Carolina – Desmate cresce mais em áreas protegidas da Amazônia – é título de uma chamada na primeira página do Estadão hoje. O que você tem a dizer sobre isso

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli das páginas ao picadeiro

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli das páginas ao picadeiro

Foi por conta do mesmo recurso que STF votou nas quarta e quinta-feiras em plenário que o presidente, Dias Toffoli, congelou o inquérito que corre contra Flávio Bolsonaro, primogênito do presidente, e outros 935 processos, fornidos com dados do Coaf. Em seu relatório, na abertura da votação, ele garantiu que a blindagem que garantiu aos dois suspeitos dos tempos da Alerj era “lenda urbana”. E omitiu o caso da Receita em que são citadas sua mulher, Roberta Rangel, e Guiomar, mulher de Gilmar Mendes. A desculpa perde sentido pela lembrança e pela presença do advogado de Flávio e de Jair no plenário na hora mesma em que ele votava. Deixou de ser Grande Irmão e assumiu o papel de Arrelia  Muito bem, muito bem, bem bem: de protagonista de terror político a palhaço sem graça. Nem colegas entenderam o voto.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 21 de novembro de 2019

1 – Haisem – Em seu voto, lido na sessão plenária de ontem no Supremo Tribunal Federal, o presidente Dias Toffoli convenceu ao negar que o assunto pautado levava em conta argumentos da defesa do primogênito do presidente da República, senador Flávio Bolsonaro
SONORA_TOFFOLI A 2111
2 – Carolina – A que conclusões você chegou após acompanhar a sessão plenária de ontem no Supremo sobre compartilhamento dos dados sigilosos do antigo Coaf, hoje batizado de UIF
3 – Haisem – O memorial do procurador-geral da República, Augusto Aras, que abriu a sessão referida esclareceu algum ponto que precisava ser levado em conta
SONORA_ARAS 2111
4 – Carolina – CCJ aprova projeto de prisão em segunda instância – revela título de chamada em primeira página no Estadão – Como você recebeu essa aprovação pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados da autorização para início de cumprimento de pena antes do tal do “trânsito em julgado”
5 – Haisem – Qual é sua opinião sobre o adiamento do julgamento marcado para anteontem da Segunda Turma do Supremo de mais uma denúncia contra o senador Renan Calheiros
6 – Carolina – O que você acha da acusação de “fanatismo” feita pelo decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, de cidadãos que critiquem a atuação da cúpula do Poder Judiciário brasileiro
7- Haisem – O que você acha do anúncio feito pela ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, da instalação de um canal para incentivar os pais de alunos a denunciarem atitudes reprováveis de professores
8 – Carolina – Porteiro “se enganou” ao citar Bolsonaro – é a notícia dada na primeira página do Estadão de ontem. Essa informação encerraria, a seu ver, o caso da inclusão do nome do presidente da República na investigação da polícia do Rio sobre a execução de Marielle Franco e Anderson Gomeses

Comentário no Jornal Eldorado: Gilmar, suprema cuca fraca

Comentário no Jornal Eldorado: Gilmar, suprema cuca fraca

A juíza federal Giovanna Mayer deu tratamento a impropérios do ministro do STF Gilmar Mendes que outros magistrados de primeiro instância não têm tirocínio nem coragem de dar. Ela acatou o pedido do juiz Marcos Josegrei de indenização do ministro por tê-lo chamado oficialmente de “estrupício”. Considerando o desrespeito por ele manifestado, a juíza condenou a União a pagar R$ 20 mil ao magistrado. No destampatório condenado, o brasileiro mais impopular da República desqualificou, além do juiz, o delegado Maurício Moscardi e o procurador Alexandre Nardes, por causa da Operação Carne Fraca.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário de quarta-feira 20 de novembro de 2019

1 – Haisem – O que a decisão de uma juíza federal substituta sobre despacho do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes a respeito da Operação Carne Fraca revela sobre temperamento dele

2 – Carolina – STF julga caso que pode anular caso Queiroz e mais 934 – é a manchete da edição de hoje do Estadão. Qual a importância deste julgamento para o futuro do Poder Judiciário no Brasil

3 – Haisem – Quais poderão ser, a seu ver, as conseqüências da Operação Faroeste da Polícia Federal, autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça, sobre a corrupção que corre solta no Tribunal de Justiça da Bahia

4 – Carolina – O que você me diz da busca da Polícia Federal pelo ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes, acusado de envolvimento com o doleiro brasileiro Dario Messer, acusado de haver ocultado 20 milhões de dólares de dinheiro originado de propinas

5 – Haisem – Você se surpreendeu com a rapidez da decisão da mais alta corte da Justiça italiana mantendo a prisão perpétua do assassino Cesare Battisti, que passou boa parte de sua vida no Brasil depois da decisão de Lula de negar extradição pedida por seu país de origem

6 – Carolina – Disparo feito por PM causou morte de menina no Rio – é o título da chamada de primeira página no Estadão hoje. Que possibilidades você acha haver de se identificar o autor de uma bala perdida na periferia do Rio de Janeiro, no caso da morte da menina Agatha, que abalou o País
SONORA_DANIEL ROSA 2011

7 – Haisem – Você acha que pode haver alguma explicação racional para o gesto do deputado Coronel Tadeu de rasgar uma charge sobre violência racial na periferia do Rio
SONORA_CORONEL TADEU 2011

8 – Carolina – Você acredita na possibilidade de sucesso do presidente da República, Jair Bolsonaro, no novo partido que ele pretende fundar depois de ter assinado a desfiliação do PSL, pelo qual se elegeu

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli recua e não explica

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli recua e não explica

Em nova prova de falta de espírito público e caráter, o presidente do STF, Dias Toffoli, devolveu os arquivos encaminhados pelo Banco Central quebrando sigilos de 600 mil pessoas naturais e jurídicas, que ele requisitou. Mas, da mesma forma como não deu explicações razoáveis para exigir, também não explicou por que recuou. Isso pode significar alívio para brasileiros que, sem razão nenhuma, passaram a temer consequências funestas da xeretice suprema, mas em nada atenua a gravidade do escândalo. Ao contrário, a dobra. O estilo truculento e nada transparente do mais poderoso manifesta-se pela sem-cerimônia e pela arrogância nos dois casos.

 

 

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.


Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário da terça-feira 19 de novembro de 2019

 

1 – Haisem  – Toffoli revoga decisão sobre dados sigilosos – diz título do Estadão na primeira página. O que você acha que levou o presidente do Supremo Tribunal Federal a recuar no caso polêmico da invasão de sigilos bancários de 600 mil pessoas físicas e jurídicas

 

2 – Carolina – O que, a seu ver, poderá ter levado o presidente Jair Bolsonaro a determinar silêncio a respeito das acusações públicas que Lula está fazendo a seu respeito e do ministro da Justiça, Sergio Moro

 

3 – Haisem – Que assunto você abordou no artigo semanal que publicou ontem, à noite, no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão

 

4 – Carolina – Desmate da Amazônia sobe 29,5%, maior taxa desde 2008 – revela manchete de primeira página do Estadão de hoje. O que dizer dessa tragédia ecológica a esta altura do campeonato

SONORA_SALLES 1911

 

5 – Haisem – O que ainda há a comentar sobre novo recorde batido por propinodutos no Brasil, agora da Fetranspor no Rio de Janeiro: em dez anos mais de 120 milhões a políticos do Rio

 

6 – Carolina – Que tal a notícia dada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o governo deve encerrar 2019 com um rombo nas contas públicas inferior a 80 bilhões de reais, sendo que a meta, anteriormente, admitia resultado negativo de até 139 bilhões neste ano:

SONORA_GUEDES 1911

 

7 – Haisem – Em que você acha que pode dar o inquérito que o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal, ministro Edson Fachin, mandou abrir para apurar se Eduardo Cunha comprou votos para a eleição para a presidência da Câmara dos Deputados

 

8 – Carolina – Doria atua para unir Covas e Joice na eleição municipal – diz título de notícia na primeira página do Portal do Estadão agora. Você acha que a hipótese pode prosperar

Página 22 de 201«...51015...2021222324...3035404550...»
Criação de sites em recife Q.I Genial