Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Direto ao Assunto no YouTube: Bandido que Marco Aurélio soltou fugiu

Direto ao Assunto no YouTube: Bandido que Marco Aurélio soltou fugiu

Ultrapassando Rosa Weber, relatora da Operação Overseas, o ministro Marco Aurélio Mello, que será decano do STF esta semana depois da aposentadoria de Celso de Mello, mandou soltar o traficante André Macedo, o André do Rap, da facção criminosa PCC, usando dispositivo legal, que Bolsonaro não vetou, da adulteração do pacote anticrime, proposto por Sérgio Moro à Câmara, e lá reescrito sob a inspiração de Alexandre de Moraes, também do STF. Ou seja, a lei que foi feita pelos políticos para se blindarem da Lava Jato, contando com a cumplicidade do presidente eleito para prestigiar o combate à corrupção, terminou favorecendo a bandidagem do crime organizado. Como venho alertando há muito tempo, onde e quando tenho oportunidade. 2 – Os “maconheiros” do MMA. 3 – A entrevista de Sérgio Moro no canal. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Nêumanne Entrevista (9). “Corrupção prejudica democracia”, diz Moro

Nêumanne Entrevista (9). “Corrupção prejudica democracia”, diz Moro

O ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública Sérgio Moro disse que “a corrupção prejudica a economia e também a democracia”. O conceito faz parte do contexto de suas reflexões em entrevista exclusiva a este canal. Na sétima edição do Nêumanne entrevista, o ex-juiz da Lava Jato explanou com a tranquilidade e a franqueza de hábito sobre a relevância da mais importante e popular operação de combate às malfeitorias dos bandidos travestidos de chefes partidários que assaltaram e continuam assaltando nossos cofres públicos, muito embora tenha enfatizado: “não sou a Lava Jato”. Na entrevista contou como foi para o governo e reagiu às afirmações feitas na semana tanto pelo presidente Jair Bolsonaro (“acabei com a Lava Jato”) quanto pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, segundo quem o apoio dele à candidatura vencedora em 2018 “não foi relevante para a vitória de Bolsonaro na eleição”. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

09 MORO rede

Comentário no Jornal Eldorado: Quem disse que a Lava Jato morreu?

Comentário no Jornal Eldorado: Quem disse que a Lava Jato morreu?

O STF passará a julgar no plenário os inquéritos e ações penais que antes tramitavam nas duas turmas da Corte. A mudança foi aprovada pelos ministros em sessão administrativa. Na prática, ela retira os casos da Lava Jato da Segunda Turma, composta pelos ministros Edson Fachin, Carmén Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e o decano, Celso de Mello, a ser substituído por Kássio Nunes Marques, indicado por Bolsonaro. As ações penais passarão a ser levadas para análise do plenário, formado pelos onze integrantes do tribunal. A alteração foi proposta pelo presidente do STF, ministro Luiz Fux, que elaborou emenda para revogar trechos do regimento interno que previam a competência das turmas para julgar ações penais contra autoridades com foro privilegiado. Ou seja, Lava Jato ainda não morreu.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário da sexta-feira 9 de outubro de 2020

1 – Haisem – O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, transferiu casos de Lava Jato da Segunda Turma da Segunda Turma para o plenário. Você acredita que essa providência pode salvar a mais popular operação de combate à corrupção no País da influência do novo indicado de Bolsonaro, Kássio Marques, da sentença de morte decretada por este

2 – Carolina – CCJ tem maioria a favor de Kássio Marques no STF –  É o título da manchete no alto da capa do Portal do Estadão. Quer dizer, então, que críticas como a do desembargador Walter Mairovitch no artigo Brilhareco, trapaça e rega-bofe, publicado no Blog do Fausto no Portal do Estadão, não influem na decisão dos senadores a respeito

3 – Haisem – Último voto de Celso de Mello é contra depoimento de por escrito de Bolsonaro – este é o título de uma chamada de capa do Portal do Estadão. O relatório do decano do Supremo Tribunal Federal sobre o processo da interferência do presidente na Polícia Federal será apoiado pela maioria de seus colegas remanescentes ou você acha que ele pouco influirá

4 – Carolina – Centrão quer volta de pastas de Indústria e do Trabalho – diz título de chamada no alto da primeira página da edição impressa do Estadão hoje. Será que os antigos companheiros do presidente Jair Bolsonaro em seus tempos de baixo clero conseguirão dele o que querem

Direto ao Assunto no YouTube: Moro não elegeu Bolsonaro, diz Guedes

Direto ao Assunto no YouTube: Moro não elegeu Bolsonaro, diz Guedes

1 – O ministro da Economia, que está “balança, mas não cai”, disse a americanos em live do Aspen Institute, nos EUA, que “não se pode falar que Bolsonaro foi eleito por causa do Moro”. Será que ele acha que foi por causa dele, Guedes? 2 – Em sua live das quintas-feiras, o presidente da República despejou uma enxurrada de palavrões contra apoiadores, que chamou de “fedelhos”, que suspeitam da indicação do advogado Marques para o STF. 3 – PF investiga transações financeiras entre assessores de Damares e o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, 3 – O vice-presidente Hamilton Mourão disse que o torturador e assassino Brilhante Ustra respeitava os direitos humanos dos subordinados. 5 – Marco Aurélio mandou soltar traficante André do Rap, do PCC, após intenso trabalho da polícia paulista para prendê-lo em 2019. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

09 SERGIO MORO

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro do Centrão adere a Renan

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro do Centrão adere a Renan

“Acabei com a Lava Jato porque não tem corrupção no meu governo”, confessou o presidente Jair Bolsobari em óbvio sincericídio. A declaração respondeu a críticas de lavajatistas por ele se ter aproximado de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) inimigos públicos da operação tocada pelo ex-juiz Sérgio Moro. Confirmou o que Renan Calheiros disse a William Waack na CNN: “Ele já encadeou várias medidas, desde o Coaf, a questão da Receita, a nomeação do Aras, a ‘demissão’ do Moro, agora a nomeação do Kassio. É o grande legado que ele pode deixar para o Brasil: o desmonte desse sistema”. “O senhor está constatando que Jair Bolsonaro é hoje o principal adversário da Lava Jato?” A resposta foi: “Ele é um adversário – não sei por quê, mas não importa – desse estado policialesco. Espero que continue dessa forma”.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão clique aqui

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 8 de outubro de 2020

1 – Haisem – Bolsonaro: “Acabei com a Lava Jato porque não tem corrupção no meu governo”. Este é o título de chamada no alto da capa do Portal do Estadão agora. O que você tem a dizer desta declaração feita ontem pelo presidente da República

2 – Carolina – Universidade  espanhola nega existência de curso de pós-gradução que Kássio diz ter feito – Este é outro título da capa do Portal do Estadão desde ontem. Como você reage a esta atitude que a ala que apoia o futuro colega no Supremo Tribunal Federal e ainda assim mantém esse apoio

3 – Haisem – Qual é, em sua opinião, a relevância do depoimento que o deputado Alexandre Frota em depoimento que deu à Policia Federal na semana passada acusando Eduardo e Carlos Bolsonaro diretamente de disseminar fake news

4 – Carolina – Por que, a seu ver, a Polícia Federal pediu à CPMI das fake news no Congresso acesso aos dados que ligam o deputado federal Eduardo Bolsonaro a postagens caluniosas nas redes sociais

5 – Haisem – Bolsonaro aposta na “República da Tubaína para garantir reeleição – Este é o título de uma notícia publicada no Portal do Estadão. O que significa essa expressão e por que o presidente da República tomou a atitude, que na prática significa o abandono ele de seus mais fanáticos seguidores

6 – Carolina – Que razões de Estado pode ter a determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Dias Tóffoli de mandar soltar cinco investigados na Operação SOS que investiga desvios em contratos de saúde do Estado do Pará na administração do governador Hélder Barbalho

Direto ao Assunto no YouTube: Acabei com a Lava Jato, diz Bolsonaro

Direto ao Assunto no YouTube: Acabei com a Lava Jato, diz Bolsonaro

1 – “Acabei com a Lava Jato porque não tem corrupção no meu governo”, confessou em sincericídio o presidente Jair Bolsonaro. 2 – Desembargador Kássio Nunes Marques, indicado pelo presidente para o STF, disse que fez pós-graduação na Universidade de La Coruña, mas a instituição informou que nunca ministrou esse curso. 3 – O capitão cloroquina trocou Olavo de Carvalho e outros apoiadores pela “República da Tubaína”, dirigida pelo Centrão, ao qual ele pertenceu nos tempos de parlamentar do baixísismo clero. E sábado, às 17 horas, teremos entrevista exclusiva de Sérgio Moro no canal. Não perca. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

09 SERGIO MORO

Página 32 de 831«...510152025...3031323334...4045505560...»
Criação de sites em recife Q.I Genial