Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Direto ao Assunto no YouTube: Trump elogia Bolsonaro

Direto ao Assunto no YouTube: Trump elogia Bolsonaro

Em entrevista coletiva na Casa Branca, uma repórter perguntou a Donald Trump sobre a crise da pandemia terrível no Brasil e o presidente americano elogiou muito o colega brasileiro. “O Brasil está parando, ele teve que parar. O mundo está parando, alguns países estão se saindo bem. Espero que possamos sair dessa mais fortes do que nunca”, disse Trump, que nos EUA apoiou a política do isolamento total. Mas, ao que tudo indica, o brasileiro não splaeguiu Trump, como deveria. Ao contrário, cedinho nesta quinta-feira ele voltou a criticar governadores e prefeitos que insistem na quarentena e distribuiu em suas redes sociais o depoimento emocionado de uma professora criticando de forma veemente o governador do Distrito Federal, Ibanêis Rocha, que decretou fechamento até 30 de maio, pedindo que o chefe do governo usasse os militares para impor a volta à normalidade. “Pode ter certeza de que a senhora fala por milhares de pessoas”, ele a encorajou. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

 

Comentário no Jornal Eldorado: Blefe e recuo de Bolsonaro

Comentário no Jornal Eldorado: Blefe e recuo de Bolsonaro

Na terça-feira 31 de março, presidente Jair Bolsonaro adotou tom conciliador dizendo em suas redes sociais que é preciso “somar esforços” com outros Poderes para ajudar “uns aos outros”. Depois, em cadeia de rádio e TV, voltou a falar em união cin governadores e prefeitos. No pronunciamento não se referiu  à aplaudida atuação de seu ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e citou amiúde o presidente da OMS, Tedros Adhamon, que tinha desmentido que o tivesse apoiado como ele tinha dito. Além disso, voltou a falar da ida à China para resgatar brasileiros em Uhan, o que nada significa, pois o primeiro caso brasileiro infectado veio de Milão, não de Uhan,e também descreveu ação pouco significativa das Forças Armadas, estabelecendo total confusão no discurso governamental sobre combate à covid-19. Estabeleceu a algaravia.

Para ouvir comentário no Jornal Eldorado clique no play abaixo:

 

Para ouvir no blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário da quarta-feira 1 de abril de 2020

 1 – Haisem –  Metade dos brasileiros já vive em cidades com coronavírus – Qual a conseqüência que você espera das autoridades brasileiras depois da constatação desta tragédia nacional por este manchete do Estadão na primeira página de hoje

 2 – Carolina – Estado de São Paulo tem recorde de mortes – diz o título da chamada ao lado da manchete. Depois da constatação desta realidade qual é a atitude que você espera do governador do Estado, João Doria, e do prefeito da capital, Bruno Covas

 3 – Haisem – Por que o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse de manhã, no tradicional bate-queixo da porta do palácio, que o diretor-presidente da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adanom, tinha aderido à ideia dele de adotar isolamento vertical e à noite, no pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, abandonou a fantasia

 4 – Carolina – O que chamou sua atenção no artigo publicado ontem da autoria de José Roberto Guzzo intitulado A insensatez da OMS diante do vírus chinês

 5 – Haisem – Que papel teve, a seu ver, a mudança de posição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para convencer o presidente da República, Jair Bolsonaro, a deixar de insistir no tal isolamento vertical como alternativa à rigorosa quarentena adotada em várias cidades e Estados por prefeitos e governadores

6 – Carolina – Eugenia de Hitler na era Bolsonaro – é o título de seu artigo na página de Opinião do Estado de São Paulo. Pode justificá-lo, por favor

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

 

Comentário no Jornal da Gazeta: Bolsonaro e as fakenews

Comentário no Jornal da Gazeta: Bolsonaro e as fakenews

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou vídeo de anônimo mostrando Ceasa de Contagem, na Grande Belo Horizonte, completamente vazio. E transfere a ALGUNS prefeitos e governadores culpa pelo desabastecimento que assola o País. Imediatamente a Globo mostrou imagens do mesmo local funcionando normalmente e o vídeo foi desmentido pela própria ministra da Agricultura.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da quarta-feira 1.º de abril de 2020, às 19 horas, clique no play abaixo:

Para ver no blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Direto ao Assunto no YouTube: O vaivém de Bolsonaro

Direto ao Assunto no YouTube: O vaivém de Bolsonaro

Depois de contestar orientações da OMS da ONU, Jair Bolsonaro começou a terça-feira 31 de março gabando-se de sua teoria do isolamento vertical, que nunca foi testada em nenhum país, pois todos usam a quarentena total como forma de evitar que a velocidade do contágio da covid-19 provoque o colapso do sistema público de saúde, ter sido apoiada pelo presidente da instituição. Mas o esquerdista etíope Tedros Adhamon, colocado no alto posto pela China, o desmentiu. À noite, citou muitas frases do referido sujeito sem de desculpar pelo vexame internacional que protagonizou (a mentira flagrada foi assunto da entrevista coletiva de Adhamou). Em pronunciamento em cadeia de rádio e TV, prometeu unir-se a governadores e prefeitos para combater a pandemia. Mas na manhã de quarta-feira compartilhou imagem de um anônimo mostrando o Ceasa de Contagem, MG, vazio, e avisando que a culpa do desabastecimento era de quem confina a população. E foi desmentido até por sua ministra da Agricultura, Tereza Christina.Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui.

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: Mandetta pode ser demitido

Comentário no Jornal Eldorado: Mandetta pode ser demitido

Na entrevista coletiva sobre o combate à covid-19 da segunda-feira 30 de março, em que o ministro-chefe da Casa Civil, general Braga Netto, assumiu o comando das ações, ficou subentendido que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pode ser demitido. O titular da Saúde afirmou sobre a demissão que “em política, quando a gente fala não existe, a pessoa fala existe”. Ou seja, ficou no ar a impressão de que sua saída do ministério de Jair Bolsonaro pode mesmo acontecer. Mas, ao responder a uma pergunta sobre o assunto, o militar à mesa disse que “no momento” a ideia de demissão está fora de cogitação. No momento no burocratês falado nas repartições públicas como nos times de futebol quer dizer hoje, não, mas um dia talvez, quem sabe, todavia. O ministro está, pois, na frigideira não por mau, mas por bom desempenho.

Para ouvir comentário no Jornal Eldorado clique no play abaixo:

 

Para ouvir no blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 

Assuntos do comentário da terça-feira 31 de março de 2020

1 – Haisem – Mandetta sobre possibilidade de sua demissão: ‘Existe’ – Este é um dos títulos no alto da primeira página do Estadão hoje. Quais seriam, a seu ver, as principais causas dessa constatação sintética

2 – Carolina – Quais são as possibilidades que você vê de realmente a autorização do Senado para pagamento pelo governo de 600 reais chegar de fato aos brasileiros a que se destina: desempregados, informais e mais necessitados

3 – Haisem – O que motiva o destaque dado hoje no Portal do Estadão à notícia do aumento de risco e demanda das agências funerárias de até 20% nesta fase ainda de subida da curva de contágio do coronavírus

4 – Carolina – O que, a seu ver, motivou a declaração do ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, sobre a contribuição histórica da revolução de 1964 à democracia no Brasil

5 – Haisem – Internação por síndromes respiratórias cresce 445% no País – diz manchete de primeira página no Estadão. Já era esperado este crescimento assustador ou ele deve-se ao coronavírus

6 – Carolina – O que, na sua opinião, explica o título forte do artigo semanal do jornalista William Waack – Sopa para o azar – na edição do Estadão hoje

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro e a OMS

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro e a OMS

Ontem o diretor-presidente da OMS, Tedros Adhanon Gheybresus, cobrou dos Estados nacionais programas urgentes de socorro a desempregados, autônomos e assalariados de baixa renda para enfrentar as medidas que atingem a produção da economia na guerra contra a pandemia que abala o mundo. Hoje cedo Jair Bolsonaro aproveitou encontro com repórteres para comemorar o apoio da maior autoridade sanitária do mundo a sua obsessão em encerrar isolamento social em que estão brasileiros de vários Estados por iniciativa dos governadores. Gheybresus teve de vir a público esclarecer que em nenhum momento ele o tinha apoiado, E o tal do isolamento vertical só para idosos e pessoas com doenças crônicas mantidas em suas casas continua sendo um samba de uma nota só do presidente, sem nunca ter sido levado à prática. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Página 45 de 782«...510152025...4344454647...5055606570...»
Criação de sites em recife Q.I Genial