Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

No YouTube, Nêumanne Entrevista (7): Democracia fracassou no Brasil, diz Graziano

No YouTube, Nêumanne Entrevista (7): Democracia fracassou no Brasil, diz Graziano

Para o agrônomo Xico Graziano, que foi dedputado federal pelo PSDB, assessor próximo de Fernando Henrique e apoiou Jair Bolsonaro em 2018, a reeleição ameaça o Estado de Direito no Brasill. Na sétima Nêumanne entrevista. o professor universitário, que se especializou em agronegócio e ambientalismo, disse que o presidente da República cometeu suicídio político quando perdeu o rumo na gestão desastrosa da pandemia, mas o Brasil não se acabará se ele se reeleger em 2022. O autor de Agricultura: Fatos e Mitos, cujos exemplares autografados podem ser comprados no WhatsApp +55 11 99976-4570, e de O Fracasso da Democracia no Brasil, a ser lançado pela Almedina, é fã da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, acredita que o Brasil será em breve o maior produtor de alimentos do mundo e se declara contra o voto obrigatório, pois acha que anulará seu voto nas próximas eleições. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: AGU suspende promoções em massa

Comentário no Jornal Eldorado: AGU suspende promoções em massa

Advocacia-Geral da União (AGU) atendeu a exigência do MP do TCU e suspendeu a promoção em massa que levou 606 procuradores federais do órgão ao topo da carreira – com salários de R$ 27,3 mil.. A decisão é do procurador-geral federal, Leonardo Lima Fernandes. Na última sexta-feira, 18, uma portaria da AGU promoveu 607 servidores, dos quais 606 passaram a integrar o topo da carreira da procuradoria federal . A medida, segundo a advocacia-geral, seguiu os critérios de antiguidade e merecimento. Com a portaria, agora suspensa, 3.489 dos 3.738 procuradores federais da AGU – 92% da categoria – atingiriam o topo da carreira. Antes tarde do que nunca, mas é melhor prevenir do que remediar. O pagador de impostos sente-se aliviado pela suspensão, embora tema recaída, de vez que a farra foi suspensa, não cancelada.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 

 

Assuntos para comentário da sexta-feira 25 de setembro de 2020

1 – Haisem – Sob pressão, AGU suspende promoção em massa de servidores – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão. Diante desta boa notícia você acha que a reação do pagador de impostos deve ser de alívio ou de expectativa em relação a algum novo abraço de urso da casta burocrática

2 – Carolina – Bolsonaro é apoiado por 40%, aponta a pesquisa – Este é o título de chamada na primeira página do jornal. Que perspectivas para a disputa eleitoral de 2022 você enxerga neste Ibope contratado pela Confederação Nacional da Indústria

3 – Haisem – País perdeu dois Estados de São Paulo em cobertura natural – é o título de outra chamada de primeira página hoje. Você já esperava esta dimensão absurda na devastação de nossos biomas e a que ela se deve

4 – Carolina – O que você acha de o ministro-chefe da Secretaria do Governo e o líder do mesmo governo na Câmara terem interrompido de forma brusca entrevista do ministro da Economia e este ainda lhes ter agradecido por defendê-lo da sanha da imprensa

5 – Haisem – Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro declara Crivella inelegível e cabe recurso – é o título de mais uma chamada de primeira página do jornal. Que conseqüência você acha que esta decisão da Justiça terá sobre a eleição municipal no Rio de Janeiro este ano

6 – Carolina – Declarações do ministro da Educação repercutem mal dentro do governo – Este é o título de uma notícia publicada na capa do Portal do Estado disponível para o assinante do jornal. Quais as conseqüências práticas das frases infelizes do novo titular da pasta e o que poderá levá-lo à fritura e à demissão, em sua opinião

Direto ao Assunto no YouTube: Lava Jato indicia advogado de Bolsonaro

Direto ao Assunto no YouTube: Lava Jato indicia advogado de Bolsonaro

Segundo O Antagonista, o MPF no Rio de Janeiro denunciou Frederick Wassef por peculato (desvio de dinheiro público para fins de interesse privado) e lavagem de dinheiro nas investigações protagonizadas pela Fecomércio e devassadas na Operação Si$tema S, a partir de delação premiada do ex-presidente da entidade Orlando Diniz. Como é público e notório, o referido causídico, foi afastado da defesa do senador Flávio Bolsonaro quando o ex-faz-tudo da famiglia presidencial, Fabrício Queiroz, foi preso em seu escritório fake em Atibaia. E continuou reafirmando a quem interessar possa que advogou e advoga para o pai dele, Jair. Conforme notícia do Globo, os três filhos adultos e as ex-mulheres do presidente da República compraram imóveis na Zona Sul do Rio de Janeiro usando dinheiro vivo em quantias vultosas; Embora continue merecendo a proteção de seu capacho Augusto Aras, o PGR, o capitão vê-se em palpos de aranha com a Justiça. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: PT tenta anular lei contra corrupção

Comentário no Jornal Eldorado: PT tenta anular lei contra corrupção

Advocacia-Geral da União (AGU) promoveu de uma tacada só 607 procuradores federais. A quase totalidade deles – 606 – foi promovida para o topo da carreira. Agora, dos 3.783 procuradores federais, 3.489 (92%) estão na chamada categoria especial, com salário de R$ 27,3 mil. As promoções se antecipam à reforma administrativa, que pode atingir as carreiras dos atuais servidores e acontece depois do movimento do ministro da Economia, Paulo Guedes, para conter o aumento da folha de pessoal por meio da lei 173, que congelou os salários até 2021, além da concessão de bônus. A lista inclui ao todo 607 promoções (304 por merecimento e 303 por antiguidade no cargo). Exceto um procurador da lista, todos os outros alcançarão o topo da carreira. Opção pelo privilégio, pelo corporativismo desvairado. Covardia na veia. cinismo atroz.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 24 de setembro de 2020

 

1 – Haisem – De uma só vez, AGU eleva 606 servidores ao topo da carreira – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. Esta atitude da cúpula do governo Jair Bolsonaro revela mais o que sobre o cumprimento de promessas de campanha de seu chefe

 

2 – Carolina – Ex-assessor de Flávio comprou terreno de Bolsonaro com dinheiro vivo – Este é um dos títulos do alto da capa do Portal Estadão neste momento. A que conclusões você chegou ao ler esta notícia

 

3 – Haisem – O decano substituto do Supremo Tribunal Federal, ministro Marco Aurélio Mello, enviou para o plenário virtual o julgamento sobre a autorização para o presidente da República, Jair Bolsonaro, poder, ou não, depor por escrito á Polícia Federal no inquérito sobre sua tentativa de interferir politicamente na Polícia Federal. Por que você acha que se chegou a esse ponto

 

4 – Carolina – Por 69 a zero, Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro aprovou continuidade do impeachment do governador Wilson Witzel, que será julgado por tribunal misto. O que você tem a dizer sobre um placar tão arrasador em assunto tão controverso

 

5 – Haisem – Procuradoria cobra de Justiça afastamento imediato de Ricardo Salles – É o título de chamada da capa do Portal do Estadão. O que você acha desta decisão judicial drástica na administração federal

 

6- Carolina – Volkswagen reconhece cumplicidade com ditadura e fecha acordo de 36 mil reais – Este é o título de chamada de primeira página do jornal. Qual a importância histórica deste reconhecimento, na sua opinião

Direto ao Assunto no YouTube: General e deputado calam Guedes

Direto ao Assunto no YouTube: General e deputado calam Guedes

Em atitude truculenta , o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, e o líder do mesmo governo na Câmara, Ricardo Barros, do Centrão, interromperam bruscamente entrevista coletiva do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre reforma tributária. Na presença de estranhos, inclusive jornalistas, o “imposto Ypiranga” de Bolsonaro falava ao microfone sobre impostos alternativos e necessária desoneração de folhas de pagamento quando se ouviu o deputado paranaense decretar o fim da fala – “tá bom” – e, em seguida, o militar puxou o colega de ministério pelo ombro. Isso ocorreu no momento em que a CNI divulgou resultado de pesquisa Ibope constatando o aumento da avaliação de “bom” e ´ótimo” de 29% para 40% do governo Bolsonaro, de que o trio faz parte, e o ministro Marco Aurélio, do STF, votou a favor do pleito do chefe deles de depor por escrito no inquérito do STF sobre tentativa do presidente de interferir politicamente na PF. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: O palanque de Bolsonaro na ONU

Comentário no Jornal Eldorado: O palanque de Bolsonaro na ONU

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou o destaque dado pela tradição anual de o Brasil abrir a Assembleia-Geral da ONU para subir no palanque da eleição de daqui a mais de dois anos e desfraldar sua bandeira da existência de uma conspiração mundial para derrubá-lo do poder. Em vez de apresentar fatos ou dados que o ajudassem a sustentar de pé essa miragem, disparou mentiras absurdas como a existência de uma “cristofobia” e a culpa de índios e caboclos pela devastação das franjas da Amazônia pelo fogo. Lamentou ainda o alto custo da hidroxicloroquina para deter o avanço do novo coronavírus e fez vergonhosa campanha pela reeleição de seu ídolo, Donald Trump, que não lhe dá a menor bola, para a presidência dos Estados Unidos.

Para ouvir clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário da quarta-feira 23 de setembro de 2020

1 – Haisem – Na ONU, Bolsonaro distorce dados sobre pandemia e covid – Esta é a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão hoje – Na sua opinião, que motivo levou o presidente brasileiro a abrir a assembléia-geral das Nações Unidas com tantas fake news

2 – Carolina – De onde o presidente Jair Bolsonaro tirou a informação de que o pagamento do auxíllio emergencial durante a pandemia no Brasil “se aproximou dos mil dólares?

3 – Haisem – Mendacidade na ONU – Este é o título do primeiro editorial do Estadão de hoje. O que justifica o uso de uma palavra tão pesada quanto este sinônimo de mentira

4 – Carolina – Carlos comprou imóvel com dinheiro vivo – Este é o título de uma chamada na primeira página de nosso jornal hoje. Por que a notícia mereceu tanto destaque, apesar de já haver ocorrido há tanto tempo

5 – Haisem – O Globo deu manchete hoje à notícia de que o Brasil vive fuga de investidores estrangeiros, e questão ambiental pode piorar o quadro. Por que isso acontece e é tão importante para ser considerado na velocidade da retomada econômica quando a pandemia acabar

6 – Carolina – Qual a importância do alerta feito pelo Instituto Não Aceito a Corrupção sobre o risco que corre a lei da improbidade administrativa, vigente no País e essencial no combate à corrupção, pelo relatório do deputado federal do PT de São Paulo Carlos Zaratini

Página 20 de 815«...51015...1819202122...2530354045...»
Criação de sites em recife Q.I Genial