Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Comentário no Jornal Eldorado: Como é grande a capivara do PT

Comentário no Jornal Eldorado: Como é grande a capivara do PT

Bloqueio de RS$ 76,1 milhões do ex-prefeito de São Bernardo do Campo e ex-candidato ao governo do Estado de São Paulo Luiz Marinho pela Justiça Federal é a evidência do dia de que a capivara do PT não tem fim à vista. A revelação de corrupção no projeto do tal Museu do Trabalhador – o eterno pretexto para o furto ainda não totalmente devassado, investigado e punido nos cofres da República – dá mais força às declarações do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ex-juiz que lavrou a primeira condenação do ex-presidente, à GloboNews, lembrando que a Petrobrás foi saqueada para enriquecer ilicitamente diversos agentes públicos dos governos petistas, inclusive o chefão Lula e seus comparsas.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário de quarta-feira 16 de janeiro de 2019

1 – Justiça bloqueia R$ 76,1 mi de Luiz Marinho e mais 19 réus por fraudes
2 – Renan diz que palavras de Deltan têm interesse político
3 – Bolsonaro assina decreto sobre flexibilização da posse de armas e Onyx Lorenzoni compara risco com o de um liquidificador
SONORA_ONYX 1601
4 – Moro defende enquadrar crimes de facção na lei antiterrorismo
5 – Segundo UOL, sindicatos de trabalhadores querem forçar a perda de aumentos e outros direitos por trabalhadores que não pagarem contribuição sindical
6 – MP apresenta nova denúncia contra João de Deus por estupro de vulnerável e violação sexual
7 – Prefeitura de São Paulo faz contrato de emergência para vistoriar 8 viadutos e caso da ponte da marginal do Pinheiros continua sem solução à vista
8 – Oposição declara Maduro usurpador e oferece anistia a dissidentes chavistas

Comentário no Estadão Notícias: Lutando pela boquinha

Comentário no Estadão Notícias: Lutando pela boquinha

A Associação dos Juízes pela Democracia (AJD) fez um dossiê para defender a Justiça do Trabalho da perspectiva anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro de extinguir a Justiça do Trabalho. No arrazoado, os magistrados argumentam que a categoria precisa se manter em ação para fortalecer o combate à corrupção. O pretexto é mentiroso, o que é uma lástima também por partir de profissionais da Justiça. Afinal, não se julga casos de roubo nas varas trabalhistas. Na verdade, trata-se de mais um penduricalho fascista, inspirado na Carta del lavoro do italiano Benito Mussolini e que sobrevive nestes tristes trópicos desde as priscas eras do tenentismo e posteriormente no Estado Novo. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de quarta-feira 16 de janeiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Estadão, Política, clique aqui.

Comentário no Estadão às 5: Armas pra que te quero

Comentário no Estadão às 5: Armas pra que te quero

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro para “flexibilizar” (no pleno sentido vago deste verbo) a posse de arma atende a um grupo específico de eleitores de classe média, com poder aquisitivo para usufruí-lo, que manteve sua campanha de pé nos momentos difíceis do início da campanha, quando a perspectiva de sua vitória eleitoral parecia distante, e proprietários rurais, que precisam defender-se de visitas importunas e incômodas a suas terras. As duas prioridades da população brasileira são economia e segurança pública. No primeiro caso, urge tirar 12,5 milhões de brasileiros do desemprego e, na situação em que estes estão, sem dinheiro sequer para comprar um pão, o decreto é inócuo. Armas guardadas em casa também não têm o condão de resolver os graves problemas de violência, que assolam hoje Fortaleza e o Brasil inteiro, urbano ou rural. Este foi um comentário que fiz no Estadão às 5, ancorado por Emanuel Bomfim e transmitido por YouTube, Facebook e Twitter do estúdio da TV Estadão na redação do jornal na terça-feira 15 de janeiro de 2019, às 17 horas.

Para ouvir clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Todos os vídeos do Nêumanne nesta Estação. Clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: Battisti, o prazer de matar

Comentário no Jornal Eldorado: Battisti, o prazer de matar

Gleisi Hoffmann, presidente do PT, calou sobre prisão do criminoso italiano Cesare Battisti, mas adotou como do partido frase do líder na Câmara, Paulo Pimenta, segundo que não se tratou de questão ideológica, mas constitucional. Idiotices do tipo foram desmascaradas pelo professor de Direito Penal Walter Maierovitch, que diz já ter lido mais de um milhão de vezes o processo do pluriassassino, e, em artigo no Estado, contou que dos autos consta confidência feita a uma ex-mulher e companheira de grupo terrorista sobre o prazer que sente quando vê jorrar o sangue de quem mata. Lembra ainda que ele foi condenado por 60 juízes e que o presidente da Itália à época era o socialista Sandro Pertini.

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos do comentário da terça-feira 15 de janeiro de 2019

1 – Presidente do PSOL diz a Danilo Gentile que não conhece o processo de Battisti, mas acha a sentença injusta; Gleisi e PCdoB calam, mas líder do PT Paulo Pimenta vê indícios de “Estado de exceção”

2 – A velha paixão da esquerda pelo banditismo: Robin Hood, Lampião, Pancho Villa e Zapata

3 – Manchete do Estadão hoje: 142 deputados já podem se aposentar com até 34 mil: 24 vezes os 5,6 mil, teto do trabalhador comum,

4 – Bolsonaro escolhe general Rêgo Barros para ser porta-voz

5 – Otimismo quanto à reforma da Previdência faz Bovespa bombar

6 – Moro manda exonerar Azelena Inácio da diretoria de Proteção Territorial da Funai, mas ela segue no cargo e diz que se sente no governo do PT

7 – Procurador-geral do Rio diz que não depende de depoimentos da família Queiroz para apresentar denúncia no caso da Alerj

8 – Maduro compara Bolsonaro com Hitler e Trump elogia brasileiro

SONORA_TRUMP 1501

Comentário no Youtube: 40 anos de mentiras de Battisti

Comentário no Youtube: 40 anos de mentiras de Battisti

Artigo brilhante do jurista Walter Maierovitch no Estadão  de hoje desmente 40 anos de mentiras sobre facínora italiano Cesare Battisti desde sua fuga da cadeia na Itália e passou a percorrer o mundo foragido até encontrar abrigo sob os auspícios dos petistas Tarso Genro e Lula e de um grupo que o sustenta em nome de ideais que nada têm a ver com os crimes que praticou de forma bárbara contra cidadãos de baixa renda – um pequeno açougueiro, um motorista de carros de transportar presos, um agente penitenciário e um joalheiro de periferia – pelo simples prazer de matar e ver o sangue jorrar. Condenado por 60 juízes na Itália governada pelo esquerdista Sandro Pertini, sobreviveu de mentiras que conta e são repetidas por gente como o ministro do STF Barroso, o abonadíssimo advogado Greenhalgh e o milionário metido a benemérito Suplicy. Doses cavalares de cinismo.  Leia: https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,analise-cesare-battisti-uma-fraude-ambulante,70002679602 . Se gostar deste vídeo, dê um like, inscreva-se no meu canal e o compartilhe em Twitter e Facebook. Direto ao Assunto. Inté. E Deus é mais!

Para ver o vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Estadão Notícias: Torre de Babel no Planalto

Comentário no Estadão Notícias: Torre de Babel no Planalto

Primeiro foi Alex Carreiro, que não falava inglês e, indicado pelo PSL para agência de promoção de exportações, só aceitou ser demitido por Bolsonaro. Agora é a vez de Azelene Inácio que, demitida por Moro da Diretoria de Proteção de Território da Funai, se recusa a deixar o cargo, por agora ser subordinada de Damares Alves. Ela diz que se sente no governo do PT e que é perseguida pela atual cúpula federal. E, enquanto não se resolve mais esse vexame surrealista burocrático, a impressão é de que o fundamentalismo bíblico está tão arraigado na Esplanada dos Ministérios na atual gestão que parece um tipo de encenação real do episódio da construção da Torre de Babel. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão, desde 6 horas de terça-feira 15 de janeiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne clique aqui.

Página 15 de 581«...510...1314151617...2025303540...»
Criação de sites em recife Q.I Genial