Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Comentário no Jornal da Gazeta: Moro, Dallagnol: política à vista

Comentário no Jornal da Gazeta: Moro, Dallagnol: política à vista

Como disse Fernando Henrique, episódio gerado por denúncia de The Brasil Intercept contra ministro da Justiça e procurador da Lava Jato é tempestade em copo d’água, mas eventuais complicações em suas carreiras no governo e no MP poderiam levar ambos à política.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta na segunda-feira 10 de junho de 2019 clique no link abaixo:


Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Direto ao Assunto no YouTube: Moro e Dallagnol grampeados

Direto ao Assunto no YouTube: Moro e Dallagnol grampeados

O jornal online The Intercept Brasil, do qual um dos editores,  Glenn Greenwald, é casado com David Miranda, do PSOL, que assumiu a cadeira na Câmara dos Deputados de Jean Wyllys, quando este ganhou o mundo dizendo-se  perseguido e ameaçado, publicou extensa reportagem sobre troca de mensagens em aplicativo telefônico entre Sérgio Moro e o coordenador da força-tarefa da Lava Jato com instruções e informações, que logo assanharam defensores da anulação da condenação de Lula pelo ministro da Justiça. Pelo que se pode depreender do que se sabe até agora, o material usado foi obtido de forma ilegal e isso deverá anular quaisquer efeitos jurídicos que beneficiariam o réu. Mas as revelações já bastam para por em risco o futuro do ex-juiz e do procurador Deltan Dallagnol em suas carreiras. A lamentar desde já mais este motivo para o Brasil perder a paz. Direto ao assunto. Inté. Só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no lplay abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

No YouTube: Poesia, amor e liberdade

No YouTube: Poesia, amor e liberdade

Minha vida tem sido um preito permanente à poesia, ao amor e à liberdade. Por isso, resolvi dedicar o vídeo de hoje, domingo, 9 de junho de 2019, a minha experiência com as palavras, graças às quais criei uma obra poética, namorei, noivei e casei, tendo gerado quatro filhos, que, por sua vez, me presentearam com cinco netos. Este vídeo é um preito a Mundica, minha mãe, que dizia de cor poemas na noite escura e quente do sertão de minha infância, Isabel, com quem estou casado há cinco anos, comemorados nesta data, e nosso filho Artur, a respeito do qual tomo a liberdade de ler no meu canal um poema recém-saído do forno pouco antes da leitura. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Nêumanne entrevista Mayana Zatz (2019 – 21ª)

Nêumanne entrevista Mayana Zatz (2019 – 21ª)

Para cientista,

investimento na prevenção

evitará custo excessivo

de tratamentos

Geneticista da USP Mayana Zatz acha que professores do ensino básico

deveriam ganhar mais do que seus colegas universitários

“É terrível ter de decidir entre pagar o tratamento de um paciente ou salvar milhares com doenças tratáveis de baixo custo quando as verbas são escassas. Uma solução seria fazer triagem de mutações em casais que querem procriar.  Muitas doenças genéticas de herança recessiva, isto é, em que o paciente para ser afetado precisa receber  dois genes com mutação, um de cada progenitor, poderiam ser evitadas com um exame genético preventivo. É o caso, por exemplo, da amiotrofia espinhal (AME), para a qual acaba de ser aprovada uma terapia pelo FDA a um custo de US$  2,1 milhões, ou seja, totalmente inacessível”, disse a bióloga Maya Zatz, professora titular de Genética da USP. Na opinião da geneticista, protagonista da série semanalNêumanne entrevista no Blog do Nêumanne, “professores de ensino fundamental deveriam ganhar mais do que professores universitários e ser respeitados como são os professores no Japão. Estudei em escola pública e entrei na USP sem fazer cursinho. Os nossos professores diziam que alunos de escolas públicas, como nós,  não precisavam de cursinho. Eram as melhores escolas. Acho injusto ver que hoje alunos de escolas particulares têm muito mais chance de entrar em universidades públicas. As oportunidades deveriam ser iguais para todos. Acredito que existam meios de investir no ensino básico sem reduzir o apoio às  universidades.”

Mayana sai do laboratório para lutar por conquistas de verbas para suas pesquisas, como na reunião com Dráuzio Varela, Eduardo Campos, então ministro, e Severino Cavalcanti, presidente da Câmara. Foto: Dida Sampaio/AE

Mayana sai do laboratório para lutar por conquistas de verbas para suas pesquisas, como na reunião com Dráuzio Varela, Eduardo Campos, então ministro, e Severino Cavalcanti, presidente da Câmara. Foto: Dida Sampaio/AE

Mayana Zatz é professora Titular de Genética do Instituto de Biociências da USP. Foi pró-reitora de Pesquisa da USP (2005-2009). É coordenadora do Cepid/Fapesp, do Centro de Pesquisas do Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) e do INCT: envelhecimento e doenças genéticas, genômica e metagenômica . É membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências dos Países em Desenvolvimento ­- TWAS. Ganhou vários prêmios nacionais e internacionais. Recebeu a Ordem Nacional de Grã-Cruz de Mérito Científico. Entre os prêmios internacionais destacam-se o L’Oréal/Unesco para mulheres na ciência (2001), prêmio TWAS em pesquisa médica (2004), prêmio México de Ciência e Tecnologia (2008) e prêmio Conte Gaetano por trabalhos sociais (2011). Tem experiência na área de genética, com ênfase em genética humana e médica, atuando em biologia molecular com enfoque em doenças neuromusculares, envelhecimento, pesquisas com células-tronco e, mais recentemente, zika e câncer. Publicou 340 trabalhos científicos, que foram citados quase 18 mil vezes (Google Scholar). Orientou 50 teses. Foi colunista da revista Veja, onde publicou mais de 250 artigos científicos para leigos. É autora do livro GenÉtica: escolhas que nossos avós não faziam. Tem grande interesse em questões éticas relacionadas com genoma humano, testes genéticos e células-tronco. Participou ativamente da aprovação das pesquisas com células-tronco embrionárias pelos parlamentares (2005) e pelo STF (2008) e continua lutando por políticas públicas em favor da ciência, educação e atendimento a pacientes com doenças genéticas.

Mayana diante do prédio onde funciona o Centro de Pesquisas do Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) da USP, cujo campus considera seu jardim. Foto: Monalisa Lins/AE

Mayana diante do prédio onde funciona o Centro de Pesquisas do Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) da USP, cujo campus considera seu jardim. Foto: Monalisa Lins/AE

Nêumanne entrevista Mayana Zatz

 

Mayana pesquisa genoma e células-tronco no Departamento de Genética da USP em busca de avanços científicos para curar doenças ou deficiências. Foto: Paulo Liebert/AE

Mayana pesquisa genoma e células-tronco no Departamento de Genética da USP em busca de avanços científicos para curar doenças ou deficiências. Foto: Paulo Liebert/AE

Nêumanne – Vira e mexe a União, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) se veem diante de um dilema cruel, praticamente entre a cruz e a espada, ao terem de decidir, num momento de extrema escassez de recursos,entre salvar a vida de um paciente terminal, ou quase, portador de uma doença rara, cujos remédios ou tratamento dependem de custo financeiro muito pesado, praticamente impagável ou simplesmente esperar sua morte salvando vidas com o dinheiro economizado. Que solução a senhora enxerga a ser adotada o mais imediatamente possível para se dar uma solução viável a esse dilema?

Leia mais…

Comentário no Jornal da Gazeta: Lula exportava corrupção, Bolsonaro não

Comentário no Jornal da Gazeta: Lula exportava corrupção, Bolsonaro não

Política externa de Lula priorizava exportação da roubalheira petista no Brasil para tiranos amigos no exterior. Era muito diferente de apoiar Macri na eleição da Argentina, como o faz agora Bolsonaro, embora também não seja o mais apropriado a fazer.

Para ouvir comentário no Jornal da Gazeta da quinta-feira 6 de junho de 2019 clique no link abaixo:


Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Direto ao Assunto no YouTube: Quem envergonha o Brasil é Lula

Direto ao Assunto no YouTube: Quem envergonha o Brasil é Lula

“Esse governo está destruindo o País, envergonhando o País”, disse Lula, em entrevista da cela de Estado-Maior no DPF de Curitiba, a DCM e Tucameia. Mentira. A verdade é que o Brasil em destroços foi destruído pela roubalheira e má gestão de seus dois governos e na gestão e meia de sua lambe-botas Dilma com complemento do ex-sócio Temer. Eles exportaram corrupção pelo mundo afora, promovendo o despudor além das fronteiras. E paralisando nossa economia com a permanência por cinco anos de depressão com 13,2 milhões de pobres desempregados e famintos. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Página 5 de 636«...34567...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial