Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Direto ao Assunto no YouTube: Brasil, mau exemplo para Trump

Direto ao Assunto no YouTube: Brasil, mau exemplo para Trump

Em entrevista coletiva sobre covid 19, o presidente dos EUA, Donald Trump, citou o Brasil, que imitou a Suécia com grande entusiasmo do negacionista presidente Jair Bolsonaro, como mau exemplo de combate à pandemia. Conforme o ídolo da famiglia Bolsonaro, se seu governo tivesse seguido os mesmos passos dos dois países citados, os EUA teriam perdido “1 milhão, 1 milhão e meio, talvez até 2 milhões ou mais de vidas”. Atualmente, os norte-americanos vivem o epicentro da doença, com 108.120 óbitos. Nada disso, contudo, sensibiliza o capitão cloroquina a ponto de fazê-lo adotar a atitude. certa. A divulgação dos números da tragédia (1.473 num dia) foi retardada para as 22 horas seja por decisão do chefe do Executivo para a notícia não ser dada nos telejornais da noite, seja por covardia do permanente ministro ´provisório da Saúde. general Ediardo Pazzuelo, que desertou em plena batalha e afundou no silêncio, seja por falha técnica, o que denotaria incompetência passível de punição como demissão. Nenhuma das três explicações justifica e seja qual for a correta, o governo Bolsonaro fica muito mal na fita. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: Antifascistas são terroristas, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro chamou manifestantes contrários ao seu governo de “marginais” e “terroristas”. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, viu-se forçado a anunciar que o Congresso não vai permitir que o presidente divida, como pretende, o Ministério da Justiça para recriar o de Segurança Pública que reprimirá manifestações de rua contra o governo e utilizar as PMs estaduais como milícias contra adversários políticos. Em texto no Facebook, o antropólogo Luiz Eduardo Soares apelou para que os movimentos sociais antifascistas não vão às ruas neste momento, diante do risco de que infiltrados promovam quebra-quebra, com objetivo de causar uma situação de caos social que crie o ambiente para Bolsonaro propor uma ruptura institucional. Nesse barco a tempestade é o capitão, segundo o poeta profeta.

Para ouvir o comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 4 de junho de 2020:

 

1 – Haisem – Com receio de atos, Bolsonaro diz que manifestante é terrorista – esta é a manchete de primeira página da edição do Estadão hoje. A quem serve mais esta declaração pra lá de polêmica do presidente da República na tripla crise que atravessamos

 

2 – Carolina – Qual a posição que o Estadão tomou a respeito das manifestações plurais de rua durante a pandemia da covid 19 no editorial A rua não tem dono

 

3 – Haisem – Presidente do BNB cai um dia depois da posse no cargo – Este é o título de uma chamada de primeira página do Estadão de hoje. O que esta notícia surpreendente sinaliza sobre as relações entre o governo Bolsonaro e o Centrão no Congresso, novo sócio do governo

 

4 – Carolina – Como funciona a Abin paralela – Esta é uma reportagem especial do Estadão com chamada no alto da primeira página do Estadão. `Por que, em sua opinião, o presidente da República, Jair Bolsonaro, goza deste privilégio de ter um serviço pessoal de informação, que, ao que se saiba, é inteiramente inusitado na História do Brasil

 

5 – Haisem – Barroso marca julgamento de ações que miram chapa Bolsonaro e Mourão – Eis o título de uma notícia na capa do Portal do Estadão hoje cedo. O que você tem a dizer sobre este feito inédito do presidente da República em três frentes da Justiça ao mesmo tempo: impeachment no Senado, Código Penal no STF e Justiça eleitoral no TSE

 

6 – Carolina – Por que, a seu ver, filhos de classe média alta estão recebendo sem problemas o auxílio emergencial do governo federal durante a pandemia, enquanto muitos pobres de verdade continuam sem os 600 reais por mês que lhes foram prometidos

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro alicia PMs

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro alicia PMs

Depois de ter anunciado, na famigerada reunião de 22 de abril, que planeja armar milícias populares para combater o que chamou de “ditaduras” dos governadores, o presidente da República, Jair Bolsonaro, já deu outros inúmeros sinais de que as PMs, teoricamente sob comando dos governos estaduais, são redutos bolsonaristas que podem servir a propósitos já confessados por ele próprio e por apoiadores e familiares, como o filho 03, que já anunciou publicamente que a ruptura não é mais uma questão de “se”, mas agora é de “quando”. Nesta quarta-feira 3 de junho, por exemplo, p chefão avisou a caçadores, atiradores e colecionadores de armas de fogo que editará novas medidas para flexibilizar posse e porte de armas de fogo. O antropólogo fluminense Luiz Eduardo Soares, especialista em segurança pública, publicou texto no Facebook alertando militantes pela democracia e contra o fascismo que devem evitar confrontos na rua para não facilitarem algum golpe de força. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: Manifestos contra o governo

Comentário no Jornal Eldorado: Manifestos contra o governo

Terça-feira 130 entidades subscreveram o documento “Juntos pela democracia e pela vida”, que diz ser “preciso reconhecer de forma inequívoca que a ameaça fundamental à ordem democrática e ao bem-estar do País reside hoje na própria Presidência da República”. Entre os signatários estão grupos de renovação e formação política surgidos nos últimos anos; entidades formadas a partir do incremento do combate à corrupção; movimentos de transparência nas atividades partidárias e na gestão pública; institutos de gestão da educação e outras áreas; organizações ambientalistas, contra o armamentismo, entre outras. O manifesto foi divulgado pelo Pacto pela Democracia e lançado na esteira de iniciativas recentes como o Basta!, o Movimento Estamos Juntos e  o Somos 70%. A sociedade civil manifesta-se contra Bolosonaro.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 
 
 

Assuntos para comentário da quarta-feira 3 de junho de 2020:

1 – Haisem – Entidades engrossam movimento por democracia – diz título de chamada de primeira página da edição de hoje do Estadão. Por que, a seu ver, ainda é necessário no Brasil mobilizar povo nas ruas para evitar intervenção militar autoritária em 32 anos de vigência da Constituição

2 – Carolina – Indicado pelo Centrão para o BNB é alvo de investigação – diz outra chamada no alto da primeira página do Estadão de hoje. O que esta informação traz de novo sobre a quebra do compromisso de Jair Bolsonaro com a manutenção da Operação Lava Jato e do combate à corrupção

3 – Haisem – Constituição veta intervenção, diz procurador-geral – é mais um título de chamada na primeira página do Estadão. O que levou Augusto Aras a se ver obrigado a fazer declaração tão óbvia

4 – Carolina – TCU diz que 8,1 milhões podem ter recebido 600 reais indevidamente – revela a manchete do Estadão. O que explica um número tão alto de fraudes na entrega do auxílio aos mais pobres pelo governo

5 – Haisem – Brasil passa de 31 mil mortes e está atrás apenas de três países – é mais um retrato na primeira página do Estadão de hoje de uma realidade que o presidente Jair Bolsonaro ainda insiste em negar. Por quê

BOLSO 0306 A

6 – Carolina – Presidente da Fundação Palmares faz ataque a movimento negro – O que há de mais chocante, na sua opinião, nesta notícia de primeira página do Estadão sobre o pandemônio do governo Bolsonaro

Comentário no Jornal da Gazeta: Bolsonaro ataca antifascistas

Comentário no Jornal da Gazeta: Bolsonaro ataca antifascistas

Depois de sobrevoar seus fascistoides reivindicando fechamento do STF e do Congresso de helicóptero e de posar a cavalo, Bolsonaro chamou os manifestantes pela democracia de “marginais” e “terroristas”. Na certa, não deve se ter esquecido de que saiu do Exército num acordo para evitar escândalo depois de condenado por indisciplina e… terrorismo. Não devia se mancar?

Para ver comentário no Jornal da Gazeta clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro veta verba pela vida

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro veta verba pela vida

O presidente Jair Bolsonaro reagiu a mais um recorde de mortes batido pelo contágio da covid-19 com uma sentença sem empatia e com desumana insensibilidade: “A gente lamenta todos os mortos, mas é o destino de todo mundo”. Em seguida, levou-a à prática, vetando o repasse de R$ 8 bilhões e 600 milhões que o Congresso tinha destinado ao financiamento do combate à pandemia, E, para completar, chamou os manifestantes antifascistas que foram às ruas de cidades brasileiras no fim de semana de “fascistas” e “marginais”. No entanto, totalitários e à margem da ordem constitucional vigente são seus devotados apoiadores, que têm ido todos os domingos manifestar-se pelo fechamento do Congresso e do STF, o que viola a Lei de Segurança Nacional, do último governo da ditadura militar, mas incorporada à Constituição. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Página 21 de 781«...51015...1920212223...3035404550...»
Criação de sites em recife Q.I Genial