Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Direto ao Assunto no YouTube: FHC e Maia, sócios no golpe

Direto ao Assunto no YouTube: FHC e Maia, sócios no golpe

Fernando Henrique recebeu Rodrigo Maia em seu Instituto e disse que “‘quando presidente não exerce poder, outros exercem”, numa referência indireta, deselegante e golpista sobre o golpe do falso orçamento impositivo que virou cambalacho. O presidente da Câmara, que prepara rasurar a Constituição e ns regimentos das casas do Congresso para se reeleger para cargo da Mesa, o mesmo que Alcolumbre trama no Senado, aproveitou para desancar o presidente e o ministro da Economia, Paulo Guedes, na referida ocasião, comentando declaração deste de que “só temos 15 semanas para mudar o Brasil”. Segundo Maia, “eles perderam um ano inteiro”. Tudo isso reflete seu temor de que haja manifestações populares de grandes dimensões no domingo 15 de março a favor do chefe do Executivo e contra parte do Congresso. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

Comentário no Jornal Eldorado: Campanha contra o coronavírus já

Comentário no Jornal Eldorado: Campanha contra o coronavírus já

Com pelo menos um caso de transmissão local, o Brasil entrou na lista das vítimas do novo coronavírus com desabamento da Bolsa de Valores de São Paulo em 4,65% e alta do dólar de 1,56%, apesar da tentativa de contenção com a entrada do Banco Central no mercado para evitar desvalorização excessiva. Já passou da hora de governo federal aproveitar excelência de seu ministro da Saúde, Mandetta, para protagonizar campanha de propaganda em massa dos meios de comunicação, que poderiam veiculá-la gratuitamente. E, se possível, deixando de lado seus marqueteiros especialilzados em guerra ideológica, e não contra vírus.

Para ouvir clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Políltica, Estadão, clique aqui.

Assuntos do comentário da sexta-feira 6 de março de 2020

1 – Haisem – Brasil tem casos de contágio local pelo novo coronavírus – é a manchete do Estadão na primeira página de hoje. Em que essa novidade altera o comportamento a ser adotado por nós, brasileiros, diante da epidemia da gripe de origem chinesa

SONORA_OLIVEIRA 0603

2 – Carolina – Bolsa cai 4,65% e dólar sobe 1,56% em meio a estresse global – este é o título da chamada publicada ao lado da manchete na capa de nosso jornal hoje. Quais são suas expectativas a respeito da doença em nossa fragilizada economia que ainda não saiu da crise

3 – Haisem – Desaparecidos na Baixada já chegam a 42 – o que você acha que ´pode servir de alerta que mude essa situação de tragédia humana provocada pelos temporais de verão nas serras brasileiras

SONORA_GRAMANI 0603

4 – Carolina – Senadores já disputam relatoria do Orçamento e controle de 19 bilhões de reais – este título encabeça notícia dada na página A 5 da Editoria de Política do Estadão – O que esta informação significa em termos de ruptura da democracia representativa vigente no País

5 – Haisem – Por que uma ameaça divulgada nas redes sociais por Olavo de Carvalho pode tornar a atriz Regina Duarte a secretária de Cultura mais breve dos quatro nomeados por Bolsonaro para o cargo por negando-lhe a prometida prerrogativa da carta branca no cargo

6 – Carolina – Qual a relevância da prisão pela Polícia Federal no Rio, a seu ver, do ex-secretário Nacional de Justiça Astério Pereira dos Santos, que teria repassado ao empresário conhecido como Rei Arthur informações sigilosas sobre a eventual prisão deste, motivando sua fuga para o exterior

7 – Haisem – Que novidades traz ao combate à corrupção a notícia de que o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Edson Fachin, mandou para a operação em Curitiba inquérito que compromete o ex-presidente Michel Temer e outros dirigentes do PMDB em investigação sobre delação do ex-presidente da Braspetro Sérgio Machado

8 – Carolina – Você foi surpreendido pela notícia de que o craque Ronaldinho foi pilhado usando documentação falsa no Paraguai, mas, como revela foto-legenda na primeira página do Estadão hoje, o Ministério Público do país vizinho decidiu não puni-lo.

 

 

Direto ao Assunto no YouTube: Chantagem paralisa Bolsonaro

Direto ao Assunto no YouTube: Chantagem paralisa Bolsonaro

Líder do Senado no governo e Onyx evitaram que Bolsonaro enfrentasse o conto de vigário de Maia e Alcolumbre que permitiu o furto de R$ 19 bilhões do Orçamento federal para aplicar em obras de seus compadres prefeitos e governadores sem fiscalização nenhuma de nenhum órgão, ameaçando com a eventualidade de derrubarem seus vetos ao relatório do obscuro e aplicado deputado cearense Domingos Neto. Na verdade, os chantagistas usaram o velho golpe de pedir bem mais para conseguir tudo o que queriam e terminaram ganhando o que bandidos menos astutos dificilmente conseguem: receber o resgate dos bilhões sequestrados sem entregar refém nenhum, ou seja, o compromisso de aprovarem as reformas administrativa e tributária para evitar a a estagnação retratada no Pib de 1,1% em 2019. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo.

Comentário no Jornal Eldorado: Cidadão paga farra no Orçamento

Comentário no Jornal Eldorado: Cidadão paga farra no Orçamento

Para que seus vetos valessem no relatório do Orçamento da lavra de Domingos Neto, Bolsonaro aceitou “entendimento” com cúpula do Congresso para rachar ao meio os RS$ 31 bilhões em emendas parlamentares previstas para ser distribuídas a prefeitos e governadores amigos sem fiscalização de ninguém. Congressistas ficaram com R$ 19 bilhões, ministros com R$ 13 bilhões e ao pagador de impostos cabe bancar a farra, como de hábito. Ou seja: em nome do Centrão fisiológico e da esquerda corrupta, Alcolumbre e Maia não precisaram por à prova o risco que corriam de falhar na derrubada dos vetos presidenciais.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário na quinta-feira 5 de março de 2020

1 – Haissem – Congresso mantém vetos do Planalto a Orçamento – diz título de chamada na primeira página do Estadão hoje. Afinal de contas, quem ganhou a queda de braço dos últimos dias na Praça dos 3 Poderes

2 – Carolina – Bolsonaro diz que pode rejeitar nomes de Regina Duarte – é o título de outra chamada de primeira pagina no Estadão. Afinal, a nova secretária de Cultura tem ou não tem, a seu ver, carta branca e porteira fechada para nomear assessores

REGINA UFA 0503

3 – Haisem – Você se surpreendeu com a notícia de que um documento encaminhado à CPMI das Fake News mostra que um computador do gabinete do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, foi usado para criar uma página de ataques virtuais a adversários político

4 – Carolina – Brasil confirma terceiro caso de coronavírus – é mais uma notícia a ser comentada aqui a respeito da doença que abala o mundo. Você acha que será possível ficarmos de fora das funestas conseqüências do vírus para nossa economia

5 – Haisem – Pib decepciona; mercado prevê alta inferior a 2% para este ano – é a manchete de primeira página da edição do Estadão hoje. Você acha que seria mesmo caso de recorrer a piada de humorista para comentar esta má notícia, como fez o presidente Bolsonaro ontem

6 – Carolina – Bombeiros enterram colega: mortos são 25 – É o título da legenda de foto publicada ontem na primeira página do Estadão. Até quando o Brasil vai conviver com essas trágicas chuvas de verão

7 – Haisem – Nordeste obtém apenas 3% de concessões do Bolsa Família – registra título de chamada de primeira página do Estadão, ao lado da manchete. Você acha que há justificativa para essa proporção

8 – Carolina – PSB e PDT apóiam apoio a França em São Paulo – diz título da página A 8 da editoria de política do Estadão hoje. Será que desta vez o PT ficará de fora da disputa pra valer da maior prefeitura do País

 

 

 

 

 

Comentário no Jornal da Gazeta: Democracia representativa, uma ova!

Comentário no Jornal da Gazeta: Democracia representativa, uma ova!

Democracia representativa no Brasil é uma piada velha e sem graça, pois a escolha dos parlamentares para exercê-la não obedece ao critério fundamental de “cada cidadão, um voto”. Essa conta só se exerce na escolha dos chefes de Executivo federal, estaduais e municipais. Bolsonaro abriu mão de R$ 15 bilhões para congressistas distribuírem com quem quiserem porque quis, não era obrigado.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta na quarta-feira 4 de março de 2020, às 19 horas, clique no link abaixo:


 

 

Direto ao Assunto no YouTube: Deputados não representam cidadãos

Direto ao Assunto no YouTube: Deputados não representam cidadãos

Enquanto se discute a momentosa guerra a favor e contra vetos de Bolsonaro ao assalto feito pela cúpula do Congresso usando a mão de gato do relator do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE), venho aqui defender um velho pleito meu: os deputados federais não representam os cidadãos brasileiros por um motivo muito simples: parlamentares não são eleitos à base de cada cidadão, um voto. Na democracia “representativa” à brasileira só os chefes do Executivo federal, estaduais e municipais, de fato, representam o eleitorado matematicamente. Não há o que fazer, a não ser pensar nisso e armar uma estratégia para o povo tomar o poder na Câmara numa eleição, mas é importante falar agora – e escrever. Publiquei um artigo na página de Opinião do Estado de S. Paulo chamando a atenção dos leitores para o teatro de absurdo que é o presidencialismo bicameral vigente hoje no País. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

 

 

Página 9 de 737«...7891011...1520253035...»
Criação de sites em recife Q.I Genial