Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Comentário no Jornal Eldorado: Derrota prevista de Tofoli

Comentário no Jornal Eldorado: Derrota prevista de Tofoli

Se se mantiver a tendência observada na sessão de quinta-feira 21 de novembro de 2019, a tentativa do presidente do STF. Dias Toffoli, de incluir no julgamento sobre sonegação de impostos na Receita compartilhamento do Coaf/UIF com MPs, a tese será derrubada. No caso, os proprietários do posto de gasolina autuados pela RF serão condenados e apenados. Mas Flávio Bolsonaro, Fabrício de Queiroz e as mulheres do próprio Toffoli e do colega Gilmar, Roberta Rangel e Guiomar Mendes, terão má notícia: as investigações de que são objeto serão descongeladas.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário da sexta 22 de novembro de 2019

1 – Haisem – STF sinaliza tirar Coaf de julgamento sobre Receita – registra título de chamada de primeira página do Estadão hoje. Em que o voto do ministro Alexandre de Moraes pode levar maioria do Supremo Tribunal Federal a contestar voto do presidente, Dias Toffoli

SONORA_MORAES A 2211

2 – Carolina – Que razões teve o presidente do Supremo Tribunal Federal, ao chamar o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o procurador-geral da Republica, Augusto Aras, e o advogado-geral da União, André Mendonça, para negociar antes de votar restrições ao Coaf

3 – Haisem – A manchete do Estadão hoje é Confiança em retomada da economia faz emprego reagir. Você acha que, até que enfim, o desemprego pode estar começando a reagir e a crise a diminuir, como mostra esse dado

4 – Carolina – Presidente lança um partido – é o título de nota com destaque no alto da primeira página do Estadão de hoje. O que você acha dessa ideia de Jair Bolsonaro de ter um partido para chamar de seu

5 – Haisem – Projeto que isenta militar de punição vai ao Congresso – é o título de outra notícia na primeira página do Estadão. Terá sido, a seu ver, uma boa ideia do presidente da República encaminhar a tal de exclusão da ilicitude para votação no parlamento

SONORA_BOLSO B 2211

6 – Carolina – Você se surpreendeu com a condenação do ex-ministro de Dilma Rousseff e ex-governador de Minas Gerais, o petista Fernando Pimentel, pela Justiça

7 – Haisem – O que você achou da manobra do presidente do Senado, Davi Alcolumbre para atrasar a votação da emenda da segunda instância para 2020, repassando a vez da votação para a Câmara

8 – Carolina – Desmate cresce mais em áreas protegidas da Amazônia – é título de uma chamada na primeira página do Estadão hoje. O que você tem a dizer sobre isso

Direto ao Assunto no YouTube: As 2 caras de Toffoli não têm vergonha

Direto ao Assunto no YouTube: As 2 caras de Toffoli não têm vergonha

O presidente do STF, Dias Toffoli, começou a votar na sessão desta semana dando a entender que proibiria compartilhamento de dados sigilosos da UIF, ex-Coaf. Mas, após suspender a reunião, passou a encaminhar na direção oposta, aceitando o compartilhamento para crime fiscal, descaminho e contrabando, crime contra a previdência e lavagem de dinheiro. E omitiu corrupção, conforme observou o jurista José Paulo Cavalcanti Filho. Foi um voto Jano, deus romano de 2 caras, uma olhando para um lado, e outra para o outro. No voto do ministro  nenhuma tem vergonha. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no link abaixo:

 

YOUTUBEestação

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli das páginas ao picadeiro

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli das páginas ao picadeiro

Foi por conta do mesmo recurso que STF votou nas quarta e quinta-feiras em plenário que o presidente, Dias Toffoli, congelou o inquérito que corre contra Flávio Bolsonaro, primogênito do presidente, e outros 935 processos, fornidos com dados do Coaf. Em seu relatório, na abertura da votação, ele garantiu que a blindagem que garantiu aos dois suspeitos dos tempos da Alerj era “lenda urbana”. E omitiu o caso da Receita em que são citadas sua mulher, Roberta Rangel, e Guiomar, mulher de Gilmar Mendes. A desculpa perde sentido pela lembrança e pela presença do advogado de Flávio e de Jair no plenário na hora mesma em que ele votava. Deixou de ser Grande Irmão e assumiu o papel de Arrelia  Muito bem, muito bem, bem bem: de protagonista de terror político a palhaço sem graça. Nem colegas entenderam o voto.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 21 de novembro de 2019

1 – Haisem – Em seu voto, lido na sessão plenária de ontem no Supremo Tribunal Federal, o presidente Dias Toffoli convenceu ao negar que o assunto pautado levava em conta argumentos da defesa do primogênito do presidente da República, senador Flávio Bolsonaro
SONORA_TOFFOLI A 2111
2 – Carolina – A que conclusões você chegou após acompanhar a sessão plenária de ontem no Supremo sobre compartilhamento dos dados sigilosos do antigo Coaf, hoje batizado de UIF
3 – Haisem – O memorial do procurador-geral da República, Augusto Aras, que abriu a sessão referida esclareceu algum ponto que precisava ser levado em conta
SONORA_ARAS 2111
4 – Carolina – CCJ aprova projeto de prisão em segunda instância – revela título de chamada em primeira página no Estadão – Como você recebeu essa aprovação pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados da autorização para início de cumprimento de pena antes do tal do “trânsito em julgado”
5 – Haisem – Qual é sua opinião sobre o adiamento do julgamento marcado para anteontem da Segunda Turma do Supremo de mais uma denúncia contra o senador Renan Calheiros
6 – Carolina – O que você acha da acusação de “fanatismo” feita pelo decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, de cidadãos que critiquem a atuação da cúpula do Poder Judiciário brasileiro
7- Haisem – O que você acha do anúncio feito pela ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, da instalação de um canal para incentivar os pais de alunos a denunciarem atitudes reprováveis de professores
8 – Carolina – Porteiro “se enganou” ao citar Bolsonaro – é a notícia dada na primeira página do Estadão de ontem. Essa informação encerraria, a seu ver, o caso da inclusão do nome do presidente da República na investigação da polícia do Rio sobre a execução de Marielle Franco e Anderson Gomeses

Direto ao Assunto no YouTube: STF vira circo sob Toffoli

Direto ao Assunto no YouTube: STF vira circo sob Toffoli

No plenário de STF, o presidente Dias Toffolii disse que sua liminar impedindo Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz de serem investigados pelo MP do Rio nada tem a ver com o julgamento do compartilhamento de informações do Coaf vulgo UIF. É mentira. Mente quando diz que essa interdição não interrompeu nenhuma investigação. Foram interrompidas 935. E, ao não ouvir o brilhante memorial com que o procurador-geral da República, Augusto Aras, abriu a sessão, perdeu a chance de ficar sabendo que sua decisão estúpida está tirando o Brasil do primeiro mundo no combate à corrupção. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 


YOUTUBEestação

 

Comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta: Toffoli: do grampo ao botequim

Comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta: Toffoli: do grampo ao botequim

Ao começar a ler seu relatório, em que tentou excluir Flávio e Fabrício da tentativa de tornar-se uma versão caipira do “grande irmão” de 1984, de George Orwell, avançando sobre sigilos telefônicos de personagens de movimentações atípicas de dinheiro, era apenas um candidato a Candinha da cibernética. Ao encerrar, após apropriar-se da expressão “assassinato de reputações”, usada pelo delegado Tuma para definir o trabalho de juristas de Lula, sob Márcio Thomas Bastos, sendo um deles, virou apenas um fofoqueiro de bar sujo.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta de quarta-feira 20 de novembro de 2019, às 19 horas, clique no play abaixo:

 
Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
11 nov 600
 

Comentário no Jornal Eldorado: Gilmar, suprema cuca fraca

Comentário no Jornal Eldorado: Gilmar, suprema cuca fraca

A juíza federal Giovanna Mayer deu tratamento a impropérios do ministro do STF Gilmar Mendes que outros magistrados de primeiro instância não têm tirocínio nem coragem de dar. Ela acatou o pedido do juiz Marcos Josegrei de indenização do ministro por tê-lo chamado oficialmente de “estrupício”. Considerando o desrespeito por ele manifestado, a juíza condenou a União a pagar R$ 20 mil ao magistrado. No destampatório condenado, o brasileiro mais impopular da República desqualificou, além do juiz, o delegado Maurício Moscardi e o procurador Alexandre Nardes, por causa da Operação Carne Fraca.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário de quarta-feira 20 de novembro de 2019

1 – Haisem – O que a decisão de uma juíza federal substituta sobre despacho do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes a respeito da Operação Carne Fraca revela sobre temperamento dele

2 – Carolina – STF julga caso que pode anular caso Queiroz e mais 934 – é a manchete da edição de hoje do Estadão. Qual a importância deste julgamento para o futuro do Poder Judiciário no Brasil

3 – Haisem – Quais poderão ser, a seu ver, as conseqüências da Operação Faroeste da Polícia Federal, autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça, sobre a corrupção que corre solta no Tribunal de Justiça da Bahia

4 – Carolina – O que você me diz da busca da Polícia Federal pelo ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes, acusado de envolvimento com o doleiro brasileiro Dario Messer, acusado de haver ocultado 20 milhões de dólares de dinheiro originado de propinas

5 – Haisem – Você se surpreendeu com a rapidez da decisão da mais alta corte da Justiça italiana mantendo a prisão perpétua do assassino Cesare Battisti, que passou boa parte de sua vida no Brasil depois da decisão de Lula de negar extradição pedida por seu país de origem

6 – Carolina – Disparo feito por PM causou morte de menina no Rio – é o título da chamada de primeira página no Estadão hoje. Que possibilidades você acha haver de se identificar o autor de uma bala perdida na periferia do Rio de Janeiro, no caso da morte da menina Agatha, que abalou o País
SONORA_DANIEL ROSA 2011

7 – Haisem – Você acha que pode haver alguma explicação racional para o gesto do deputado Coronel Tadeu de rasgar uma charge sobre violência racial na periferia do Rio
SONORA_CORONEL TADEU 2011

8 – Carolina – Você acredita na possibilidade de sucesso do presidente da República, Jair Bolsonaro, no novo partido que ele pretende fundar depois de ter assinado a desfiliação do PSL, pelo qual se elegeu

Página 9 de 706«...7891011...1520253035...»
Criação de sites em recife Q.I Genial