Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Direto ao Assunto no YouTube: Mentiras de Lula e Vaccari

Direto ao Assunto no YouTube: Mentiras de Lula e Vaccari

Há dez anos recebo mensagens diárias de denúncias de 6 mil bancários lesados pela gestão do petista João Vaccari Netto na presidência da Bancoop: apostaram todas as suas economias na compra de apartamentos e seu dinheiro foi roubado por ele para beneficiar o partido e sua direção. Lula, a amante dele, Rosemary Noronha, e a cunhada do ex-tesoureiro do PT ganharam apartamentos num prédio na praia de Astúrias no Guarujá e o dinheiro sumiu. Graças ao indulto de corruptos pelo colega Temer, confirmado pela benemerência com bandidos do STF e há pouco por decisão de garantia de impunidade de Gilmar Mendes, da pena que Moro lhe impôs, de 45 anos e meio, cumpriu menos de 4 anos e meio, 41 a menos, e está comemorando com o partido dizendo que só cumpriu a lei e a vontade petista. A revista Carta Capital, de Mino Carta, tem a coragem de dar capa desta semana a Lula com a frase “Estou aqui e os canalhas estão livres”. Cinismo é pouco. Direto ao assunto. Inté, E só a verdade nos salvará.
Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 
Para ver no Blog do Nêumanne, Poloítica, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: Vetos à lei contra abuso são necessários

Comentário no Jornal Eldorado: Vetos à lei contra abuso são necessários

O presidente Jair Bolsonaro vetou 19 dos 44 pontos da Lei contra Abuso de Autoridade atendendo a ponderações de seus ministros da área e abrindo exceção positiva num governo, até agora dependente apenas de suas ordens de comando. Ao fazê-lo, deu um tranco na conspiração dos suspeitos, acusados, processados e condenados por corrupção do Congresso, com aliados no Supremo, embora suas decisões ainda possam ser derrubadas pelos que a escreveram, votaram a favor dela e se beneficiarão de arrefecimento da ação corretiva da polícia, do MP e da Justiça. Embora se trate de decisão parcial e passível de derrota em votações do plenário reunido de senadores e deputados, esta será uma oportunidade para a Nação saber se realmente o Legislativo a representa, ou não.

Para ouvir clique no play abaixo:
Ou clique aqui e, em seguida, no play.
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
Assuntos para comentário da sexta-feira 6 de setembro de 2019

1 – Haisem – Presidente veta 19 dos 44 pontos da Lei de Abuso, revela título no alto da primeira página do Estadão de hoje. O que você acha que levou Jair Bolsonaro a desafiar o Congresso Nacional a este ponto

2 – Carolina – O noticiário da imprensa hoje lhe dá uma ideia sobre quem pode ter influído nessa decisão do presidente

3 – Haisem – Ao lado desta notícia na primeira página do Estadão está a manchete: Aras na PGR contraria Moro, MPF e apoiadores de Bolsonaro. O que você tem a dizer sobre isto

4 – Carolina – Planalto desiste de mexer na lei do teto, é o que revela outra chamada na dobra de cima de nosso jornal hoje. O que explica essa mudança de posição, na sua opinião

5 – Haisem O que levou, a seu ver, o substituto do juiz Sergio Moro na 13.ª Vara Federal Criminal de Curitiba, Luiz Fernando Bonat, a mandar soltar Maurício Ferro, cunhado de Marcelo Odebrecht e por ele denunciado na Operação Lava Jato, tão rapidamente

6 – Carolina – O que você acha da notícia dada pelo advogado do primogênito de Bolsonaro, senador Flávio Bolsonaro, de que está para estourar mais uma polêmica a respeito do inquérito dele no Ministério Público do Rio sobre movimentação atípica de dinheiro do ex-motorista Fabrício Queiroz na Alerj

7 – Haisem – O que você me diz de, em pleno século 21, ainda haver xingamentos racistas, como o sofrido pelo vereador Fernando Holiday, do MBL, no plenário da Câmara Municipal da maior, mais moderna e mais cosmopolita cidade brasileira, São Paulo

8 – Carolina – E esta greve do ônibus aí, hein, Nêumanne

Direto ao Assunto no YouTube: Aras no centro das atenções

Direto ao Assunto no YouTube: Aras no centro das atenções

O presidente Jair Bolsonaro não tem nenhuma obrigação legal de nomear o procurador-geral da República indicado em lista tríplice pelos membros do MPF. O Estado corporativista nada tem que ver com a democracia, mas é uma herança fascista, adotada no Estado Novo e depois pelos governos petistas. Augusto Aras, nomeado, terá de provar competência e lisura no exercício da função, e não por ter sido votado pela corporação. Janot, petista, nomeado pelo PT, não sofreu nenhuma restrição porque fazia parte da lista. E a mesma coisa ocorreu com Raquel Dodge, nomeada por Temer após indicação de Gilmar Mendes. O que não impediu que fizessem as lambanças que fizeram no exercício da função. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

 Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal da Gazeta: Lista tríplice é corporativismo

Comentário no Jornal da Gazeta: Lista tríplice é corporativismo

Lista tríplice votada por corporação não é é instituição democrática, é herança fascista de Mussolini e Getúlio, ressuscitada pelo PT. Janot foi indicado pelo MP, tentou derrubar Temer e não conseguiu. Dodge também e está saindo péssima na foto por ter tentado livrar a cara de seus paraninfos Toffoli e Maia. Bolsonaro foi eleito presidente e pela lei nomeia o PGR. Se tentar usar o cargo para controlar procuradores, que ganharam poderes constitucionais, pode não se dar bem. É só esperar para ver.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta na sexta-feira 6 de setembro de 2019, clique no play abaixo:

Para ver no Blog do  Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 

Comentário no Jornal Eldorado: Dodge no acordão

Comentário no Jornal Eldorado: Dodge no acordão

A notícia estourou como uma bomba na quarta-feira 4 de setembro de 2019: os membros da Operação Lava Jato na PGR renunciaram à força-tarefa em protesto contra a decisão da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, de ter segurado processo de homologação da delação de Léo Pinheiro, da OAS. E agora, quando o liberou, recomendou-o ao STF, mas sugeriu ao relator, Edson Fachin, que omitisse citações de Rodrigo Maia e de um irmão de Dias Toffoli. Procuradores concluíram que isso faz parte do acordão e a evidência é que os presidentes da Câmara e do STF patrocinaram sua pretensão de ficar na PGR.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Estadão, Polítilca, clique aqui.

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 5 de setembro de 2019

1, Haisem – A bomba da quarta-feira foi o pedido de demissão do grupo de procuradores da PGR na Lava Jato, revoltada com decisão tomada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Que revelações traz e que conseqüências trará essa decisão ao combate à corrupção no Brasil

2, Carolina – O que está por trás da decisão tomada pelo Senado ontem de derrubar PEC do senador Oriovisto Guimarães tentando limitar o excesso de decisões monocráticas e a falta de prazo para entregar vistas pedidas em julgamentos pelos membros do Supremo Tribunal Federal

3, Haisem – Em manchete de primeira página, o Estadão noticia hoje que na Polícia Federal já se dá como favas contadas a demissão do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, indicado pelo ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro. Que desfecho se pode esperar para mais esta crise na cúpula federal

4, Carolina – Quais serão, de acordo com suas informações e conhecimento desse tipo de crise, as conseqüências do atual entrevero entre Bolsonaro e Moro

5, Haisem – Chile repudia ataque de Bolsonaro a Bachelet, diz título do alto da primeira página do Estadão. Que efeitos pode produzir a metralhadora giratória do presidente Jair Bolsonaro desta vez mirando a ex-presidente socialista do Chile

SONORA_PINERA 0509

6, Carolina – O que nas acusações feitas ao ex-ministro da Fazenda por nove anos nos governos Lula e Dilma poderia ter comovido o ministro do STF Gilmar Mendes a ponto de tirá-lo das garras da Lava Jato ao transferir sua ação em Curitiba para a Justiça Federal em Brasília

7 – Haisem – Qual sua impressão sobre o relatório do senador Tasso Jereissati, do PSDB, da reforma da Previdência, aprovado ontem na CCJ do Senado

SONORA_ALCOLUMBRE 0509

8 – Carolina – (trilha sonora do spoiler)

Qual será o tema do seu spoiler desta quarta feira

 

um milhão2

Comentário no Jornal da Gazeta: Gilmar tira Mantega da Lava Jato

Comentário no Jornal da Gazeta: Gilmar tira Mantega da Lava Jato

Genovês como Colombo e ministro da Fazenda por longos 9 anos, atuando nos governos Lula e Dilma, do PT, Mantega poderia se ter destacado por isso, mas alcançou destaque policial. Foi delatado na Lava Jato por ter seguido o antecessor, Palocci, pegando propina no gabinete do ministério da Fazenda para dar à empreiteira corrupteira da Lava Jato autoria de MPs que a favoreciam. Mas Gilmar o tirou do alcance de Curitiba e o transferiu para a Justiça de Brasília. Que mau exemplo!

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta na quarta-feira 4 de setembro de 2019, às 19 horas, clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
um milhão2

Página 44 de 714«...510152025...4243444546...5055606570...»
Criação de sites em recife Q.I Genial