Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Comentário no Jornal da Gazeta: Pau quebra na reunião dos maiorais

Comentário no Jornal da Gazeta: Pau quebra na reunião dos maiorais

Na reunião do presidente Jair Bolsonaro com os governadores do Sudeste o de São Paulo, João Doria, disse que o chefe do governo deveria “dar exemplo ao País e não dividir a nação em tempos de pandemia”. Este não deixou por menos e disparou: “Se você não atrapalhar, o Brasil vai decolar e conseguir sair da crise”. Os dois têm razão e, quando tudo tiver terminado, se sairão mal da desavença.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da quarta-feira 25 de março de 2020, às 19 horas, clique no play abaixo:

ara ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: É calamidade publica ou histeria?

Comentário no Jornal Eldorado: É calamidade publica ou histeria?

O presidente Jair Bolsonaro pediu ao Congresso decreto de calamidade pública para permitir que gaste o que quiser com combate à pandemia da covid-19. Mas chamou isolamento social para reduzir o contágio da doença de histeria de autoridades que o adotaram sem consultá-lo em pronunciamento em cadeia de rádio e TV terça-feira, à noite. Ainda disse que o Brasil é diferente da Itália, mas se esqueceu de falar das semelhanças entre China, Espanha, Itália e Estados Unidos, agora no epicentro da pandemia, em especial Nova York. E, em  vez de lamentar as 46 mortes e os 23.201 casos que foram notificados, jactou-se de ser atleta e que, por isso, enfrentará apenas uma “gripezinha”. Seria falta de senso, de sensibilidade ou de consciência cidadã de que todos são iguais perante a lei?

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 

Assuntos para o comentário da quarta 25 de março de 2020

1 – Haissem – Bolsonaro critica confinamento e quer lojas e escolas abertas – esta é a manchete do Estadão hoje. O que você achou do pronunciamento do presidente da República em rede de rádio e televisão ontem, à noite

2 – Carolina – Qual a importância que você acha que tem agora a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello autorizando os governadores estaduais a manterem as providências que anunciaram para deter a velocidade da contaminação do coronavírus

3 – Haissem – O que os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, podem fazer para resistir ao golpe dado esta noite pelo gabinete do ódio, liderado pelo filho 02 do presidente, Carlos Bolsonaro

4 – Carolina – Governo muda tática e prevê 2,9 milhões de testes – diz título de outra chamada na primeira página do Estadão. Você acha que o governo, que orienta a população a fabricar as próprias máscaras, tem  condição de fazer funcionar uma lojística para distribuir milhões de testes se não conseguiu até agora fazer chegar aos hospitais mil vezes menos

5 – Haissem – O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, fez um apelo à população de São Paulo  e passou a usar a hashtag #fiqueemcasa para reforçar pedido de isolamento social na cidade e anunciou ação conjunta com o governador do Estado, João Doria, para manter a quarentena. Você acha que eles fazem a coisa certa ou estão errando, como acusa o presidente

6 – Carolina – Sob pressão, Japão adia olimpíada para 2021 – diz outro título na primeira página do Estadão. O que representa, a seu ver, esta notícia, para avaliar as dimensões do erro do presidente Jair Bolsonaro e suas eventuais conseqüências sobre a saúde de 200 milhões de brasileiros

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

Direto ao Assunto no YouTube: A prioridade é a vida

Direto ao Assunto no YouTube: A prioridade é a vida

Pronunciamento pra lá de infeliz do presidente Jair Bolsonaro na terça 24 em cadeia nacional de rádio e televisão levantou uma discussão resolvida em princípios morais, filosóficos e religiosos: a prioridade deve ser da vida sobre o trabalho, e não o oposto. Mas, ainda assim, levantou uma questão de natureza prática: quem deve ser atendido em primeiro lugar: a saúde pública ou a economia? Trata-se de uma escolha, mais do que difícil, cruel, mas inevitável neste momento de guerra ao terrível, desconhecido e implacável inimigo: como lembra nosso inscrito Marco Pablo Almeida, a humanidade já sobreviveu a muitas recessões, mas não há registro de um só ser humano que tenha voltado da última viagem. Após a transferência da Olimpíada do Japão para 2021 e da notícia de que 1 bilhão e 100 milhões de indianos foram postos em isolamento social, não parece haver dúvidas quanto a isso. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

Comentário no Jornal Eldorado: Hora de cortar na máquina pública

Comentário no Jornal Eldorado: Hora de cortar na máquina pública

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em entrevista à CNN, disse ser necessário para financiar o combate à covid-19 cortar pela metade salários de parlamentares e também executar cortes similares na alta burocracia estatal. Já critiquei muito o deputado fluminense, mas agora sou obrigado a reconhecer que ele adotou a postura correta. Resta saber se manterá a proposta, mesmo correndo o risco de perder muitos apoios na Casa, que preside e se conseguirá chegar a esse ponto. Mas ele pelo menos assumiu a bandeira certa, o que até agora o presidente Bolsonaro não o fez.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da terça 24 de março de 2020

1 – Haisem – Você acha que a ideia aventada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, de reduzir salários da máquina pública para bancar despesas e desastre econômico da pandemia de covid-19 tem alguma possibilidade de ser adotada no Brasil dos privilégios

2 – Carolina – Criticado, Bolsonaro recua em parte da MP sobre  trabalho – esta é a manchete do Estadão de hoje. Qual a sua opinião sobre esse recuo do presidente em assunto tão relevante quanto o é o salário dos trabalhadores

3 – Haisem – Após pressão, presidente anuncia ajuda aos Estados – é o título de notícia que fica exatamente ao lado da manchete da primeira página do Estadão. O que você acha dessa decisão de Bolsonaro contrariando as críticas que ele tem feito aos governadores

4 – Carolina – Qual é sua opinião sobre decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello negando autorização para o governo federal cancelar beneficiados por Bolsa Família no Nordeste a pretexto de fraude na distribuição

5 – Haisem – O ministro do Superior Tribunal de Justiça Rogério Schietti Cruz, disse que o coronavírus não é passe livre e se negou a soltar o ex-governdor do Rio Sérgio Cabral. Você concorda com a decisão dele

6 – Carolina – O título de seu artigo semanal no Blog do Nêumanne, publicado ontem, é A guerra de todos e a arenga de Bolsonaro. O que o texto aborda, especificamente

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Direto ao Assunto no YouTube: Pandemia não é histeria

Direto ao Assunto no YouTube: Pandemia não é histeria

Estou há 12 dias em isolamento em casa e cumprirei a quarentena de mais 15, decretada pelo governo de São Paulo. Sinto falta de minha vida social, mas continuo empenhado em evitar, como avisou Nando Moura, que a aceleração do contágio do terrível inimigo invisível leve a saúde pública ao colapso. Até Mandetta aderiu à teoria da histeria de seu chefe, Bolsonaro. Mas apoio-me no vídeo distribuído no WhatsApp pelo presidente da Academia Nacional de Medicina, Rubens Belfort, condenando a proximidade física entre as pessoas mesmo em casa, numa demonstração de que o combate à doença que parou o mundo não é histérico, mas responsável. Por isso, não me arrependo de ter adotado esta posição e, ao contrário de quem me condena por isso, tenho certeza de que esta medida já deveria ter sido adotada em todo o País. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

Comentário no Jornal Eldorado: Coronavírus na pauta das eleições

Comentário no Jornal Eldorado: Coronavírus na pauta das eleições

Sugerido pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o adiamento das eleições municipais de 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus enfrenta resistência na classe política e na cúpula do Judiciário. A avaliação mais recorrente é a de que a discussão está “fora de hora” e que os Poderes devem focar no enfrentamento da doença e nas consequências das crises sanitária e econômica no País. O assunto foi levado ao ministro do STF Luís Roberto Barroso, que assumirá a presidência do TSE em maio e comandará o processo eleitoral em outubro, e este negou recurso do Podemos pelo adiamento alegando ser este assunto do Legislativo, e não do Judiciário. E o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, advertiu que “realização de eleições periódicas é um rito vital para a democracia”. Ele está certíssimo!

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentários para segunda-feira 23 de março de 2020

1 – Haisem – O ministro da Saúde, deputado Luiz Henrique Mandetta, propõe adiamento das eleições municipais para 2022, mas seu colega, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, discorda. Qual dos dois tem mais razão

2 – Carolina – O presidente da República, Jair Bolsonaro, inclui os meios de comunicação entre os serviços que não podem ser suspensos durante a crise. Será que caiu a ficha

3 – Haisem – O que você achou da decisão dos jornais brasileiros de unificar as capas para ajudar a combater a crise do coronavírus na saúde e na economia

4 – Carolina – Informação sobre o primeiro caso positivo da covid-19 em Roraima revela que não há mais Estados imunes à pandemia no Brasil. Em que isso pode influir na atitude das autoridades para combater o contágio de forma efetiva

5 – Haisem – Empresas pedem um ‘Plano Marshal’l para evitar colapso – esta é a manchete de primeira página do Estadão hoje. Você acha que, de fato, a solução passa por esse tipo de ajuda usada pelos Estados Unidos para reduzir efeitos da segunda guerra mundial na Europa

6 – Carolina – O noticiário sobre a evolução do contágio do coronavírus na Espanha surpreende pela exposição da incompetência da saúde pública. A Itália registra 651 casos num dia e total se aproxima de 5.500. E a França registrou 574 mortos no fim de semana. O que esta nova pandemia revela sobre o Estado de bem estar social do continente europeu

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

 

 

Página 2 de 73712345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial