Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Direto ao Assunto no YouTube: Crime do hacker contra Moro é grave

Direto ao Assunto no YouTube: Crime do hacker contra Moro é grave

Sílvio Meira, expert em tecnologia de informação, me disse qe invasão dos celulares de Moro, Dallagnol e outras autoridades que combatem corrupção no Brasil foi planejada e executada por muita gente especializada, ao custo de muito dinheiro e dificilmente será desvendado e punido. Após divulgação dessas evidências, Bolsonaro defendeu seu ministro da Justiça e até o maior inimigo da Lava Jato, Gilmar Mendes, do STF, se tocou, assim como seu colega Marco Aurélio Mello, reconheceu a dificuldade de a cúpula da Justiça cancelar a condenação de Lula no caso do tríplex. Direto ao ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal da Gazeta: Alvo é combate à corrupção

Comentário no Jornal da Gazeta: Alvo é combate à corrupção

Hackeamento do aplicativo russo Telegram nos celulares de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol fez parte de um projeto maior de garantia de impunidade de bandidos do colarinho branco e do crime organizado chantageando e tentando desmoralizar agentes da lei que os incomodam.

Para ver meu comentário no Jornal da Gazeta de 14 de junho de 2019, às 19 horas, clique no play abaixo:


Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Comentário no Jornal Eldorado: E Gilmar se tocou

Comentário no Jornal Eldorado: E Gilmar se tocou

De domingo para cá mudei radicalmente de posição em relação à cobrança que fazia ao ex-juiz Sérgio Moro e ao coordenador da força tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, quanto à armadilha em que tropeçaram ao trocarem mensagens pessoais pelo pouquíssimo confiável aplicativo russo Telegram, que foram reproduzidas pelo site The Intercept Brasil. E agora servem de motivo para defesa de Lula pedir anulação de sua condenação. As investigações da PF já deixam claro que eles não foram os únicos agentes da lei ligados ao combate da corrupção que tiveram seus celulares hackeados. Há indícios de que houve planejamento e até investimento pesado no vazamento seletivo e claramente dirigido a “comprovar” as fantasias de parcialidade da Justiça brasileira contra o PT. Até Gilmar Mendes se tocou.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário da sexta-feira 14 de junho de 2019

 

1 – Haisem – O que o fez mudar de ideia tão radicalmente no seu vídeo no canal do YouTube ontem a respeito das denúncias de The Intercept Brasil sobre os contatos pelo aplicativo Telegram entre o ex-juiz Sérgio Moro e o coordenador da Operação Lava Jato no Ministério Público, Deltan Dallagnol, e outros membros da força-tarefa

 

2 – Carolina – Que novas informações trouxe sobre o caso o especialista em tecnologia de informação Sílvio Meira em seu programa semanal na Rádio Jornal de Recife, citado pelo colunista Merval Pereira no Globo

 

3 – Haisem – Você acha que a ida do presidente Jair Bolsonaro com seu ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao jogo no Mané Garrincha anteontem e suas declarações de ontem podem ter a ver com o que a Polícia Federal já descobriu nas oito investigações abertas pelo Ministério Público Federal

SONORA_BOLSO MORO A

 

4 – Carolina – Pelo que disse o ministro do Supremo Tribunal Federal ontem e foi divulgado nos noticiários da televisão, parece que ele também mudou o tom de comemoração do que chegou a chamar de “último escândalo da Lava Jato”

SONORA GILMAR MENDES 1406

 

5 – Haisem – O Estadão de hoje estampa em letras garrafais no alto da primeira página um desafio do ministro da Justiça aos responsáveis pela publicação da denúncia: “Se quiserem publicar tudo, publiquem, não tem problema”. Será que, como chefe da Polícia Federal e certamente inteirado do novo quadro, ele resolveu desafiar os inimigos que o desafiam

 

6 – Carolina – Lula disse que “a mentira foi muito longe” e o tom de denúncia e escândalo usado principalmente nos telejornais ajuda a espalhar essa tendência. Você acha que é o caso para tanta cobrança

 

7 – Haisem – Outra manchete do Estadão é que “Texto da reforma prevê economia de 913 bilhões de reais e mais taxação de bancos”. Isso será suficiente para animar investidores de fora e de dentro a investirem no Brasil para destravar a economia e atenuar o desemprego

 

8 – Carolina – O que você achou da demissão do general da reserva Santos Cruz e sua substituição pelo general de Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira na Secretaria de Governo de Bolsonaro

Comentário no Estadão Notícias: Ufa, reforma da Previdência avança

Comentário no Estadão Notícias: Ufa, reforma da Previdência avança

O competente relatório da reforma da Previdência da lavra do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) é um bom sinal de alívio para o mercado e, sobretudo, para a população brasileira. Embora não tenha mantido as mudanças que poderiam levar à economia de 1 trilhão de reais, como esperava a equipe econômica de Paulo Guedes, o texto prevê mais de 900 bilhões, bem além da desidratação anunciada por Paulinho da Força, do Centrão: de 300 bilhões. Agora resta saber se a negociação foi bem-sucedida e ele será aprovado. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 14 de junho de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Direto ao Assunto no YouTube: O crime organizado e a Vaza Jato

Direto ao Assunto no YouTube: O crime organizado e a Vaza Jato

Se a PF tiver a competência que ela disse a Jailton de Carvalho, do Globo, que não tem, o Brasil vai ter um susto maior do que o de domingo, à noite, quando foi informada pelo site The Intercept de que Sérgio Moro, Deltan Dallagnol e os procuradores da Lava Jato trocavam mensagens de Telegram combinando passos da Lava Jato. Em sua coluna no mesmo Globo, Merval Pereira publicou a palavra do especialista em tecnologia de informação Sílvio Meira sobre a possibilidade concreta de uma conspiração dos inimigos da operação, gastando muito tempo, dinheiro e know how para hackear essas mensagens da comunicação. Junte-se a isso o fato de só terem sido hackeados celulares da Justiça e do MPF e nenhum da PF, que está encarregada de oito investigações e já dá sinais de que periga não desvendar os crimes nem processar seus autores. Direto ao assunto. Inté. Só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro passa no teste do estádio

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro passa no teste do estádio

O presidente Jair Bolsonaro e seu ministro da Justiça e da Segurança Publica, Sérgio Moro, foram submetidos a um dos testes de popularidade mais difíceis que governantes, aliás, nem sempre enfrentam: comparecer a estádios lotados. Foram quarta-feira ao jogo entre Flamengo e CSA no Estádio Mané Garrincha em Brasília, apareceram e acenaram para as torcidas, o presidente com agasalho da seleção brasileira e o ex-juiz de terno e gravata, sendo aplaudidos, o que não acontecia nessas dimensões desde os tempos em que o general Emílio Médici comparecia ao Maracanã para torcer com radinho de pilha pelo Flamengo (que, aliás, era seu time, ao contrário do atual, que, como se sabe, torce pelo Palmeiras. A novidade mostra o alargamento do abismo que hoje separa a Nação das instituições do Estado brasileiro.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quinta-feira 13 de junho de 2019

1 – Haisem – Que sinais estão sendo dados pelos aplausos ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, pelos aplausos da torcida que foi ao jogo do Flamengo contra o CSA de Alagoas no Estádio Mané Garrincha ontem, à noite

2 – Carolina – Quais as possibilidades de a Polícia Federal chegar aos hackers que alcançaram muitos outros alvos da Justiça e do Ministério Público do que os anunciados antes e até que ponto isso torna mais frágil o combate à corrupção no Brasil

3 – Haisem – Quais são as perspectivas de a alta cúpula do Judiciário repetir o fiasco da Operação Castelo de Areia no caso da Lava Jato, depois de se tornarem públicas declarações dos ministros do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, Luiz Fuchs e Gilmar Mendes

4 – Carolina – Que tipo de informações o PSL, partido pelo qual se elegeu o presidente Jair Bolsonaro, queria do editor do site The Intercept Brasil, Glenn Greenwald, ao o convidarem para ir a Brasília dar esclarecimentos e porque, feito o convite, o retiraram

5 – Haisem – O que a queda dos índices de criminalidade divulgada ontem reflete a nova política na segurança pública a ser adotada pelo governo Bolsonaro, em especial a presença de Moro no Ministério da Justiça

6 – Carolina – O que levou à maioria do Supremo Tribunal Federal a proibir o presidente Bolsonaro de extinguir os conselhos sociais dos governos do PT e o presidente Dias Toffoli pedir vistas com o julgamento matematicamente definido

7 – Haisem – Que efeitos a reforma da Previdência poderá provocar na empreitada de destravar a economia depois da desidratação de seu texto na Câmara dos Deputados ontem

SONORA_MAIA 1306

8 – Carolina – Você se surpreendeu com a decisão do Conselho de Constituição e Justiça do Senado contra o decreto da flexibilização das armas, um dos compromissos de Jair Bolsonaro com parte do eleitorado que o levou à vitória?

SONORA­_EDUARDO GIRÃO 1306

Página 3 de 63712345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial