Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Comentário no Estadão Notícias: Chororô de derrotados

Comentário no Estadão Notícias: Chororô de derrotados

O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, ex-governador de São Paulo, não era um qualquer, mas só teve 4% dos votos, desempenho humilhante. Ciro Gomes, do PDT de Brizola e agora de Luppi, se diz terceira via, mas não pagou nem placê nas urnas no primeiro turno. Marina Silva, eterna pretendente à fiel da balança entre esquerda e direita, teve quase 300 mil votos a menos do que o folclórico cabo Daciolo. Só pode ser definido como ridículo seu chororô de derrotados, querendo inculpar por sua derrota o eleitor, que exerceu sua vontade na disputa pela Presidência. Ai falarem de “sensatez”, “defesa da democracia” e outras tolices só revelam que nada entenderam do que aconteceu. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde as 6 horas desta segunda-feira 15 de outubro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui! 

 

Comentário no Canal do Youtube do Nêumanne: É só você quem decide

Comentário no Canal do Youtube do Nêumanne: É só você quem decide

Não acredite na fake news de que no segundo turno da eleição o eleitor brasileiro limitou a própria escolha entre direita e esquerda radicais, deixando centro e sensatez de fora. Não é nada disso: isso é chororô de derrotado que não aceita a derrota e não entendeu o que de fato aconteceu. Seu voto, que expressará sua vontade, decidirá seu destino e o futuro de nosso país. Se gostar deste vídeo, poderá inscrever-se no meu canal de YouTube, que avisará quando eu gravar e publicar os próximos.

Para ver clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Canal do Nêumanne no Youtube: Lula, o agente Barba

Comentário no Canal do Nêumanne no Youtube: Lula, o agente Barba

Ao se colocar como única opção democrática e contra a volta da ditadura militar na eleição de 28 de outubro, é o caso de refrescar a memória fraca do codinome de Lula, Fernando Haddad, do PT, a respeito do ventríloquo ao qual ele serve de boneco. O delegado Romeu Tuma Jr. escreveu no livro Assassinato de Reputações que o referido cavalheiro serviu como o agente Barba a seu pai, à época diretor do DOPS, órgão policial estadual, em plena ditadura. O empreiteiro Emílio Odebrecht contou em delação premiada que o “deusinho” da esquerda vendeu greves quando era líder sindical. E ele acaba de ser condenado por ter enriquecido pegando propinas de empreiteiros. Este é o teor do vídeo que gravei e reproduzi em meu canal no Youtube. Se gostar dele, convido-o a inscrever-se no meu canal para ser avisado dos próximos que gravarei.

Para ver clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Canal do Nêumanne no Youtube: Só Jesus na causa

Comentário no Canal do Nêumanne no Youtube: Só Jesus na causa

Na ânsia de superar a diferença de 16 milhões de votos que o separa do candidato mais votado à Presidência (Jair Bolsonaro), Fernando Haddad, o codinome de Lula, foi pedir ajuda a Cristo na Igreja dos Santos Mártires, no Jardim Ângela em São Paulo, fazendo o caminho de volta do PT à Igreja Católica onde o partido foi fundado. O segundo turno da eleição presidencial, portanto, voltou à sacristia como nos tempos de São Bernardo. Se gostou do vídeo, poderá inscrever-se no meu canal e, então, será avisado sempre que eu gravar algum novo vídeo.

Para ver clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal da Gazeta 2: O quiproquó da governabilidade

Comentário no Jornal da Gazeta 2: O quiproquó da governabilidade

Governabilidade é problema dos três Poderes, não só do presidente

(Comentário no Jornal da Gazeta 2 sexta-feira 12 de outubro de 2018)

Para ver clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal da Gazeta 1: A conversão de Haddad

Comentário no Jornal da Gazeta 1: A conversão de Haddad

De volta às raízes do PT, Haddad busca abrigo na Igreja Católica

(Comentário no Jornal da Gazeta 1 sexta-feira 12 de outubro de 2018)

Para ver vídeo clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique aqui!

Página 3 de 52812345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial