Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Estadão Notícias: Por que Palocci?

Comentário no Estadão Notícias: Por que Palocci?

Como milhões de brasileiros, vi na televisão vídeos da delação premiada de Antônio Palocci, nos quais ele confessou com reconhecida com facilidade sua participação em negociações de propinas, chefiadas à época, como ele garantiu e reiterou, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. É chocante! No entanto, qualquer um poderá dizer que as declarações não estão acompanhadas de provas e isso desarma quaisquer possibilidades de usá-las em processos criminais contra Lula e Dilma Rousseff, também denunciada. Mais chocante ainda é que os advogados de defesa de ambos, em vez de desmentirem o depoente, chamam-no de mentiroso. O problema é que foram ambos que o nomearam para os cargos nos quais delinquiu. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quarta-feira 12 de setembro de 2018.

Para ouvir clique no link abaixo:

https://brasil.estadao.com.br/blogs/estadao-podcasts/estadao-noticias-bolsonaro-cada-vez-mais-perto-do-2o-turno-ouca-analise-de-eliane-cantanhede/

Para ouvir noBlog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/por-que-palocci/

Comentário no Jornal da Gazeta 1: Haddad, ufa, candidato

Comentário no Jornal da Gazeta 1: Haddad, ufa, candidato

Com uma história controversa, Haddad tenta ganhar com votos de Lula

(Comentário no Jornal da Gazeta 1 terça-feira 11 de setembro de 2018)

Para ver clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/haddad-ufa-candidato/

José Nêumanne e Jacob Pinheiro Goldberg: Um diálogo a favor do diálogo

José Nêumanne e Jacob Pinheiro Goldberg: Um diálogo a favor do diálogo

Quando Jair Bolsonaro foi ferido a faca num comício em Juiz de Fora, temendo que o marketing negativo usado em suas campanhas pudesse virar o feitiço contra o feiticeiro, muitos presidenciáveis retiraram as peças de propaganda criticando com veemência o primeiro nas pesquisas de preferência e de rejeição de votos. Mas, assim que perceberam que o atentado pessoal não alterou em nada o ânimo do eleitorado, muitos deles já voltaram à agressividade de antes. Ciro o chamou de “protofascista” e Ackmin chegou ao extremo de pedir ao cidadão que não se solidarize com o adversário. Certos de que o ato foi político, o terapeuta e advogado Jacob Pinheiro Goldberg, natural de Juiz de Fora, e eu decidimos levar a conhecimento público vídeo em que debatemos nossas diferenças a respeito para mostrar que democracia é apenas diálogo.

Para ver o vídeo no Youtube clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/dialogo-a-favor-do-dialogo/

Comentário no Estadão às 5: De estepe a poste

Comentário no Estadão às 5: De estepe a poste

Professor da USP, ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad tem um currículo respeitável e uma trajetória eleitoral contraditória. Tido como azarão, enfrentou e venceu José Serra, do PSDB, numa eleição para o maior município do País, inaugurando a maldição que, desde então, assombra o senador e outros tucanos que, como ele, juraram ficar num cargo e, depois, o abandonaram para disputar outro mais alto. Na eleição seguinte, contudo, o poste de Lula apoiado por Maluf perdeu no primeiro turno para outro tucano, o iniciante João Doria, como resultado de uma gestão municipal desastrosa. Agora ele deixou de ser estepe para voltar a ser poste de Lula, carregando essa mancha na biografia durante a campanha. Este foi um de meus comentários no Estadão às 5, transmitido do estúdio da TV Estadão, ancorado por Emanuel Bomfim e retransmitido por Youtube, Twitter e Facebook na terça-feira 11 de setembro de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/de-estepe-a-poste-de-lula/

Comentário no Jornal Eldorado: Um Richa preso

Comentário no Jornal Eldorado: Um Richa preso

Prisão pela polícia civil estadual do ex-governador do Paraná Beto Richa, um dos favoritos na disputa por vaga no Senado na eleição deste ano, e sua inclusão na devassa da Operação Lava Jato no mesmo dia deixam claro que não há seletividade partidária entre os alvos do combate à corrupção no Brasil. Richa é um tucano que não honra o sobrenome que o elegeu, a exemplo do correligionário Aécio Neves. Como este é neto de Tancredo, ele é filho de um político da melhor cepa, José Richa, companheiro de Ulysses Guimarães na luta cívica contra a ditadura militar. Como sua mulher, Fernanda, também foi presa, ele figura entre os políticos de má reputação que envolvem as famílias em suas falcatruas, exemplo a não ser seguido.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107.3 – na terça-feira 11 de setembro de 2018, às 7h30m)

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique no link abaixo e, em seguida, no play:

https://soundcloud.com/jose-neumanne-pinto/neumanne-110918-direto-ao-assunto

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/um-richa-na-cadeia/

Abaixo, os assuntos do comentário de terça-feira 11 de setembro de 2018

1 – Haisem – O que você tem a dizer sobre a notícia que Portal do Estadão acaba de dar segundo a qual o ex-governador do Paraná Beto Richa foi preso no âmbito da Operação Lava Jato?

2 – Carolina – Por que Lula e o PT estão levando a candidatura presidencial dele além de quaisquer limites racionais, exigindo trabalho dobrado do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral e forçando a barra com a insistência em mais uma sugestão dos dois peritos do comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas contra a lógica e as evidências dos julgamentos anteriores de recursos similares?

3 – Haisem  – Será que as revelações feitas ontem no Jornal Nacional com Antônio Palocci, de viva voz, gravadas em delação premiada negociada com a Polícia Federal, narrando de forma espontânea e escorreita negociatas de propinas protagonizadas pelos ex-presidentes Lula e Dilma, do PT, podem prejudicar o partido e suas tentativas de fazê-lo candidato aproveitando-se dos índices de intenção de votos nele nas pesquisas?

SONORA_PALOCCI 02

4 – Carolina – A opinião do novo presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, sobre a impropriedade de repor em discussão e votação a jurisprudência da autorização para mandar prender condenados em segunda instância pode, de alguma forma, influir numa próxima decisão do Supremo Tribunal Federal que, a partir de quinta-feira, já estará sob a nova direção do ministro Dias Toffoli?

5 – Haisem – A divulgação dos resultados da pesquisa da Datafolha realizada e divulgada ontem terá esfriado os ânimos dos apoiadores do presidenciável do Partido Social Liberal, PSL, Jair Bolsonaro, que estavam convictos de que a solidariedade do eleitorado a seu atual momento de dor poderia baixar sua rejeição e aumentar seus índices de intenção de votos?

6 – Carolina – Manchete do Estadão hoje é a seguinte: “Adversários retomam tom crítico a idéias de Bolsonaro”. Ou seja, se aquela trégua anunciada no início do debate do Estadão, Rádio Jovem Pan e TV Gazeta, pelos candidatos a presidente que compareceram a ele já fraquejou antes mesmo da divulgação dos índices da pesquisa da Datafolha, você pensa que os pronunciamentos recentes de Ciro Gomes e Geraldo Alckmin novamente hostis ao primeiro colocado na pesquisa citada poderão por de novo lenha na fogueira da guerra dos extremos na disputa eleitoral de outubro?

7 – Haisem – Em que a decisão da justiça de tornar o ministro de Temer, ex-prefeito de São Paulo, fundador e dono do PSD, Gilberto Kassab, pode interferir no projeto político que há algum tempo tinha tudo para ser bastante promissor?

8 – Carolina – Será que a Polícia Federal conseguirá do relator do Supremo Tribunal Federal do inquérito que investiga o presidente Michel Temer e seus ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco na acusação de recebimento de 10 milhões de reais de propinas da Odebrecht, ministro do STF Luis Roberto Barroso, os 15 dias pedidos para mais um prazo de adiamento agora que vieram à baila gravações de grampos telefônicos que comprometem o amigão de Temer João Baptista Lima Filho, ao serem postos no ar ontem no Jornal Nacional?

SONORA_AUDIO 01

Página 20 de 865«...51015...1819202122...2530354045...»
Criação de sites em recife Q.I Genial