Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: Fake news no Diário Oficial

Comentário no Jornal Eldorado: Fake news no Diário Oficial

Jair Bolsonaro não se emenda. Quando demitiu Maurício Valeixo da diretoria-geral da Polícia Federal mandou publicar no Diário Oficial com assinatura do então ainda ministro da Justiça, Sérgio Moro, que não havia nem sido informado do ato. Agora protagoniza mais uma lambança. Após ter participado de uma farsa em vídeo transmitido nas redes sociais, ao lado do então ministro da Educação, Abraham Weintraub, participou de uma armação para permitir a entrada do parlapatão nos EUA sem se submeter à quarentena exigida pelo governo americano para quaisquer passageiros de voo iniciado no Brasil. Para tanto, o farsante usou passaporte diplomático e só depois de ele estar em segurança a exoneração “a pedido” foi publicada no Diário Oficial, que perde a boa fé de ofício.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 
 

Assuntos para comentário da quarta-feira 24 de junho de 2020:

1  – Haisem – Governo “ajusta” datas da exoneração de Weintraub – é a manchete da editoria de política do Portal do Estadão agora. Qual é, a seu ver, a importância do uso do Diário Oficial para teoricamente facilitar a entrada do ex-ministro da Educação nos Estados Unidos sem fazer quarentena exigida de passageiros brasileiros pelas autoridades

2 – Carolina – Que motivos teria o governo para suspender multa de 27 milhões de reais ao consórcio da oficialmente ex-mulher do advogado de Jair e Flávio Bolsonaro neste momento de tanta penúria financeira, em que reclama de falta de recursos para socorrer os pobres na pandemia

3 – Haisem – O que você aborda em seu artigo publicado hoje na página de Opinião do Estadão, intitulado O bandido Adriano e a famiglia Bolsonaro

4 – Carolina – “Ninguém mais discute se o presidente vai sair. A dúvida é como vai sair” – é a frase do artigo da coluna de Rosângela Bittar destacada no alto da capa do Portal do Estadão neste momento. O que você acha disso tudo neste momento de tempestade perfeita

5 – Haisem – Saneamento deve ter nova lei após consenso entre Senado e governo – é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. Já é o caso de comemorar esta auspiciosa notícia, mas pode haver contratempos que adiem essa comemoração

6 – Em São Paulo, há 1 milhão e 160 mil de infectados e periferia tem mais mortos – Este é o título de uma chamada da primeira página do Estadão. Esta notícia muito trágica o surpreendeu de alguma maneira

 

Comentário no Jornal da Gazeta: Heleno desmente Bolsonaro

Comentário no Jornal da Gazeta: Heleno desmente Bolsonaro

O chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general Augusto Heleno Ribeiro Pereira, mandou ofício à Polícia Federal esclarecendo que o presidente Jair Bolsonaro não encontrou “óbices e embaraços” para fazer substituições na equipe de segurança pessoal e da família e com isso desmentiu a falsa versão com que seus colegas de farda e de ministérios no Planalto, Walter Braga Neto e Luiz Eduardo Ramos, tentaram livrar a cara do chefe no processo das acusações do ex-ministro Sérgio Moro de que ele havia tentado interferir politicamente na Polícia Federal na famigerada reunião de 22 de abril, cujo vídeo teve o sigilo quase totalmente levantado pelo decano do STF, Celso de Mello. Um deles, Ramos, argumentou até que Bolsonaro olhou para Heleno quando ameaçou intervir, e não para Moro. Mas o vídeo mostra exatamente o contrário. É compreensível: talvez o general, ainda na ativa, não distinga muito bem direita de esquerda. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta na quarta-feira 24 de junho de 2020, às 19 horas, clique no link abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: STF corrige Bolsonaro

Comentário no Jornal Eldorado: STF corrige Bolsonaro

³O ministro que será presidente do STF em setembro, Luiz Fux, esclareceu de forma definitiva, para não deixar nenhuma dúvida, que em nenhum momento o colegiado da Corte eximiu o presidente Jair Bolsonaro de responsabilidade pela liderança no comando do combate ao novo coronavírus numa live do jornal O Globo da qual participou. Os bolsonaristas têm adotado como um mantra a afirmação sem base na lógica, na verdade nem na Constituição que a cúpula da Justiça transferiu essa responsabilidade para governadores e prefeitos. Esta é a burrice de má-fé. O presidente finge que não entendeu que a decisão do Supremo foi responder a uma consulta da chefia do Executivo sobre sua eventual interferência em decisões de Estados e municípios de isolamento social. E ponto final.
Para ouvir comentário clique no play abaixo
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 
 

Assuntos para comentário na terça-feira 23 de junho de 2020:

1 – Haisem – Por que, na sua opinião, o ministro Luiz Fux, que será presidente do Supremo Tribunal Federal em setembro, se sentiu obrigado a esclarecer que não eximiu governo de responsabilidade na pandemia, ao contrário do que propagam o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores

2 – Carolina – Que sinal você vê na notícia de ontem de que youtubers investigados pelo Supremo Tribuna Federal por fake news e atos antidemocráticos apagaram mais de 3 mil vídeos desde maio O que será que eles temem tanto

3 – Haisem – O título de seu artigo editado no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão é Weintraub fugiu com ajuda do chefe. O que você revela nesse texto

4 – Carolina – MEC revoga portaria de Weintraub que acaba com incentivo a cotas na pós graduação. Esta notícia, publicada na editoria de Educação do Estadão, prenuncia o que, a seu ver, no que concerne à gestão da educação pública no Brasil depois da saída do ex-ministro mais polêmico da história da pasta

5 – Haisem – Lobistas de armas tiveram pelo menos 73 audiências no governo – esta é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. O que esta notícia revela sobre a atual gestão federal

6 – Carolina – Será que a providência anunciada ontem pelo governador do Estado de São Paulo, João Doria, de providenciar um retreinamento do comando da Polícia Militar reduzirá a onda de violência policial nos bairros pobres da capital

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro ajuda fuga de Weintraub

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro ajuda fuga de Weintraub

Decidida na quinta-feira 18, a exoneração a pedido de Abraham Weintraub do Ministério da Educação só foi oficializada no sábado 20, quando edição extra do Diário Oficial a publicou. Isso só foi feito quando ele já estava em território americano e liberado de cumprir a quarentena obrigatória determinada pelo governo Trump por ter usado passaporte diplomático a que tinha direito pela condição de ministro de Estado, que não tinha mais. Como é duas vezes alvo de inquérito do STF por insultar seus membros de “vagabundos”, que deveriam estar na cadeia, e a China, de forma preconceituosa, ele antecipou sua ida aos EUA, onde tem emprego garantido no Banco Mundial, em Washington. Constitucionalista Ferreira Pinto avisa que a legislação norte-americana não permite esse truque.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 
 

Assuntos para comentários na segunda-feira 22 de junho de 2020:

1 – Haisem – Quais podem ser as conseqüências nos Estados Unidos da informação de que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, ajudou o ex-ministro da Educação Abram Weintraub a sair do País com passaporte diplomático, adiando para o Diário Oficial de sábado 20 de junho sua exoneração a pedido, anunciada publicamente um dia antes

2 – Carolina – Que conseqüências você prevê para a manutenção de Flávio Bolsonaro no Senado e de Jair Bolsonaro na Presidência da República após a publicação da notícia de que o Ministério Público do Rio considera o primeiro “chefe de organização criminosa” na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro

3 – Haisem – Prisão de Queiroz servirá de base para 1.ª denúncia – É o título de notícia que abre o noticiário da Editoria Política do Estadão na edição do Portal do Estadão de hoje – O que justifica, a seu ver, tanta demora considerando-se que a primeira notícia do escândalo na Alerj foi dada neste mesmo jornal em dezembro de 2018

4 – Carolina – O que levou o advogado Frederick Wasef à condição de íntimo da família presidencial, advogado de Flávio Bolsonaro no escândalo da Alerj e, depois, do presidente Jair Bolsonaro, ao assumir a tentativa de reabrir o processo contra Adélio Bispo no processo da facada em Juiz de Fora

5 – Haisem – As críticas da filha de Queiroz ao modo de agir do pai – diz título de chamada na capa do Portal do Estadão agora. Por que este assunto de natureza pessoal e familiar está ganhando relevância neste grave momento de crise política do governo Bolsonaro em plena pandemia

6 – Carolina – Generais criticam presença de militares da ativa no governo – Diz título de chamada de notícia na capa do Portal do Estadão que está no ar agora. Até que ponto você acredita que tais críticas poderão interferir no governo, já enfraquecido politicamente com a perspectiva de avanço do inquérito do Ministério Público do Rio sobre escândalo financeiro na Alerj

Comentário no Jornal da Gazeta: Nosso dinheiro contra democracia

Comentário no Jornal da Gazeta: Nosso dinheiro contra democracia

O inquérito sobre financiamento, organização e participação de bolsonaristas em atos contra democracia desvendou a participação de parlamentares do PSL no sustento dos grupos golpistas. São eles: Bia Kicis, Guigo Peixoto, General Girão e Aline Sleutges. O duplo absurdo: representantes do povo usando dinheiro público na guerra contra o princípio constitucional do poder que emana do povo.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta na segunda-feira 22 de junho de 2020, às 19 horas, clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Página 20 de 1.194«...51015...1819202122...2530354045...»
Criação de sites em recife Q.I Genial