Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Na intimidade da ditadura

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Na intimidade da ditadura

Segundo CIA, Geisel e Figueiredo não foram bonzinhos o tempo todo

(Comentário no Jornal da Gazeta 2 quinta-feira 11 de maio de 2018)

Para ver clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/a-ditadura-na-intimidade/

Comentário no Jornal da Gazeta 1: Por uma bola

Comentário no Jornal da Gazeta 1: Por uma bola

Depois de ser goleada, defesa de Lula insiste até achar brecha

(Comentário no Jornal da Gazeta 1 quinta 11 de maio de 2018)

Para ver clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/por-uma-brecha/

Podcast Estadão Notícias: Não foi bem assim

Podcast Estadão Notícias: Não foi bem assim

Memorando do diretor da CIA em 1974, William Cosby, ao secretário de Estado dos EUA à época, Henry Kissinger, obtido nos arquivos da Inteligência americana pelo pesquisador da FGV Matias Spektor revisa a história da abertura do regime militar para democracia tal como a conhecemos hoje. Nele, o funcionário conta que em reunião com outros três generais, entre os quais o então chefe do SNI e depois seu sucessor, João Figueiredo, o presidente Ernesto Geisel, assim que empossado, autorizou Figueiredo a controlar a continuação da política de execução de “subversivos perigosos” nos porões da repressão, tal como era praticada no governo anterior, sob Emílio Médici. Conclui-se daí que a saída da ditadura para democracia não foi uma retirada. Este é meu comentário no Podcast Estadão Notícias, no ar no Portal do Estadão desde as 6 horas da sexta 11 de maio de 2018.

Para ouvir clique no link abaixo:

http://brasil.estadao.com.br/blogs/estadao-podcasts/analise-eleitor-brasileiro-ainda-tem-fetiche-por-alguem-que-mande-ouca-no-estadao-noticias/

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/nao-foi-bem-assim/

Comentário no Jornal Eldorado: Bastidores da ditadura

Comentário no Jornal Eldorado: Bastidores da ditadura

No mês de sua posse na Presidência, o general Geisel encarregou o colega Figueiredo, que nomeou para a chefia do SNI, de executar a tarefa de triar quais os “subversivos perigosos” listados pelos órgãos de segurança do Exército seriam executados e quais podiam ser salvos. Essa informação, que torna relativa a chamada “abertura democrática” de iniciativa dos militares que ocupavam cargos de comando nos governos dos dois chefes citados como elemento principal para a derrubada da ditadura de 1964, embora não a elimine de todo. Ela consta de memorando que o chefe da CIA em 1974, William Cosby, enviou ao secretário de Estado de então, Henry Kissinger, e consta de material consultado pelo pesquisador da FGV Matias Spektor.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na sexta-feira 11 de maio de 2018, às 7h30m)

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique no link abaixo e, em seguida, no play:

https://soundcloud.com/jose-neumanne-pinto/neumanne-1105-direto-ao-assunto

Para ouvir Vacilão, com Zeca Pagodinho, clique no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=hpg7zCZHjMM

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/bastidores-da-ditadura/

Abaixo, os assuntos do comentário da sexta-feira 11 de maio de 2018:

 

1 – Haisem  Que revelação histórica importante foi feita ontem a respeito de uma reunião de generais do Exército Brasileiro 15 dias depois da posse do presidente Ernesto Geisel?

 

2 – Carolina O que e por que essa descoberta do pesquisador da FGV Matias Spektor altera, de forma significativa, a História recente do Brasil?

 

3 – Haisem O que significa o resultado de 5 a 0 no plenário virtual da Segunda Turma do STF contra o recurso da defesa de Lula para que fosse suspensa a decretação do início do cumprimento de sua pena de 20 anos e um mês decidida pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, também por unanimidade e que conseqüências terá?

 

4 – Carolina Antes mesmo de o decano do Supremo Tribunal Federal dar o quinto voto contra o recurso da defesa de Lula, seus advogados voltaram a recorrer, desta vez contra a negação de um habeas corpus pelo Superior Tribunal de Justiça. Qual é o destino desse recurso?

 

5 – Haissem Que consequências poderá ter outra decisão do STF, esta também por goleada, 9 a 1, de um recurso apresentado pelo ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, tentando enquadrar o crime por improbidade administrativa para ser aceito como passível de adotar o foro por prerrogativa de função?

 

6 – Carolina O que levou o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, a revelar publicamente detalhes da investigação da polícia fluminense sobre a execução da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes no bairro do Estácio, no centro do Rio, em 16 de março?

SONORA_JUNGMANN 1105

 

7 – Haisem Em que a decisão da promotoria de São Paulo de denunciar na Operação Cifra Oculta o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad por caixa dois de 2 bilhões e 600 milhões de reais na campanha que venceu para a Prefeitura em 2012 poderá afetar a candidatura do PT à Presidência da República?

 

8 – Carolina Como foi que a Petrobrás foi a um poço mais fundo do que os do pré-sal e agora voltou ao topo da comparação de avaliação de patrimônio? Foi por desastre e, depois, milagre?

 

SONORA Vacilão Zeca Pagodinho

https://www.youtube.com/watch?v=y1P9xpHalAQ

 

Comentários no Estadão às 5H: Bomba na abertura

Comentários no Estadão às 5H: Bomba na abertura

Um petardo atômico de efeito retardado atingiu em cheio a história oficial da abertura democrática durante os dois últimos governos do regime militar. A CIA revelou documento de seus arquivos registrando uma reunião do general Ernesto Geisel, então presidente da Republica, com seus colegas de farda Milton Tavares de Souza e Confúcio Danton de Paula Avelino, um saindo e o outro entrando no Centro de Inteligência da força, e o diretor do SNI, João Figueiredo. Conforme relato dos americanos, Milton contou ao chefe que 104 inimigos do regime haviam sido executados por ordens superiores no governo de Emílio Medici e perguntou se essa política teria sequência. Geisel autorizou a continuação e encarregou Figueiredo de decidir quais “subversivos perigosos” seriam executados e quais seriam poupados. Este foi um dos comentários meus no Estadão no Ar, programa da TV Estadão, ancorado por Emanuel Bomfim, transmitido do estúdio no meio da redação do jornal e retransmitido pelas redes sociais Youtube, Twitter, Periscope Estadão e Facebook na quinta-feira 11 de maio de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/uma-bomba-na-abertura/

Página 20 de 804«...51015...1819202122...2530354045...»
Criação de sites em recife Q.I Genial