Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: Direita cloroquina e esquerda tubaína

Comentário no Jornal Eldorado: Direita cloroquina e esquerda tubaína

Na terça-feira 19, em que foram registrados oficialmente, 1.179 mortos pelo novo coronavírus  no Brasil, o presidente da República, Jair Bolsonaro, esbanjou cinismo, frieza e perversidade ao fazer uma piada de péssimo gosto na live que fez no blog do jornalista pernambucano Magno Martins. “Direita toma cloroquina e esquerda toma tubaína”, disse e repetiu várias vezes a comparação sem nexo entre a droga com a qual planeja combater a pandemia e o refrigerante barato. O deslize foi cometido ao anunciar e justificar o novo protocolo sobre uso do medicamento para malária em casos leves de covid-19, a ser assinado na quarta-feira de manhã pelo ministro provisório da Saúde, general Eduardo Pazuello. A gargalhada que acompanhou a rima comprovou com sobras seu desprezo pela vida alheia.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 
 

Assuntos do comentário de quarta-feira 20 de maio de 2020:

1 – Haisem – Mais de mil mortes por dia e 1 a cada 7 casos no mundo – Esta foi a manchete de um dia de cão na edição de hoje do Estadão, mas o presidente Jair Bolsonaro não perdeu a chance de debochar de cada uma dessas tragédias. Até quando vamos tolerar o intolerável, Nêumanne

2 – Carolina – A cloroquina e o crime de responsabilidade – É o título do primeiro editorial da página de Opinião do Estadão de hoje. Que lições este texto nos traz para este momento difícil

3 – Haisem – Bolsonaro entregou, sem hesitar, a chave do cofre bilionário do FNDE ao Centrão – é o título de reportagem publicada na primeira página do Portal do Estadão. Qual a palavra que resume sua reação a esta notícia de um ato asqueroso do chefe dó Executivo

4 – Carolina – Celso de Mello ficou incrédulo com vídeo da reunião ministerial – revelou outro título da capa do Portal do Estadão. O que motivou a surpresa do decano do Supremo Tribunal Federal e a que reação dele ela pode levar

5 – Haisem – Aliados de Flávio Bolsonaro citados em ‘vazamento’ tiveram sigilos quebrados – Eis mais um título da capa do Portal do Estadão hoje. A que conseqüências esta devassa anunciada pode levar na prática, em sua opinião

6 – Carolina – O que ainda há a dizer sobre o fuzilamento do adolescente João Pedro Mattos, de 14 anos, e a forma como a família foi tratada pela Policia Federal e pelos policiais do Rio depois dessa execução em São Gonçalo no Grande Rio

SONORA NEILTON 2005A

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro e Lula desrespeitam mortos

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro e Lula desrespeitam mortos

Na terça-feira 19 de maio, quando foi batido o recorde trágico de 1.179 mortes por covid-19 no Brasil, os dois mais prováveis favoritos à eleição para presidente de 2022 – Jair Bolsonaro e Lula – desrespeitaram de forma vil os brasileiros que perderam a guerra contra o terrível microrganismo. Em live no blog de Magno Martins, o presidente da República disse que a direita toma cloroquina e a esquerda, tubaína, para sobreviverem à pandemia. Na mesma ocasião, o ex-presidiário petista disse que “ainda bem” a doença está mostrando que erra quem prega o Estado mínimo, como ele sempre afirmou em suas campanhas. No dia seguinte, o primeiro fingiu lamentar os óbitos e seu primeiro inimigo reconheceu que a frase desumana foi apenas “infeliz”. Enquanto o chefe do governo impunha protocolo da cloroquina, seu ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, vendia outra mezinha, o vermífugo Anitta. Convém ter cuidado na manipulação desta droga no Planalto. Pois o remédio pode ser, como o outro, ineficaz contra a pandemia, mas mata vermes. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

Comentário no Jornal Eldorado: Profissionais descarados do Direito

Comentário no Jornal Eldorado: Profissionais descarados do Direito

O Ministério Público Federal abriu investigação para apurar supostos vazamentos de informações da Polícia Federal na Operação Furna da Onça, deflagrada em novembro de 2018 em que constou relatório do Coaf constatando movimentações atípicas por Fabrício Queiroz, assessor do filho 01 do presidente Jair Bolsonaro. O MPF também pediu o desarquivamento do inquérito policial da Polícia Federal, conduzido após suspeitas de vazamentos ainda em 2018. O desembargador Abel Gomes, relator da Furna da Onça no TJRJ, disse que as autoridades entenderam que realizar a operação após o segundo turno das eleições 2018 ‘seria o correto e consentâneo’ com a lei, decisão que caracterizou como uma ‘precaução lídima e lógica’. Mas não indicou que lei que protege um candidato criminoso adiando a divulgação de seu crime.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na terça-feira 19 de maio de 2020:

1 – Haisem – A manchete do noticiário da política no Portal do Estadão é a seguinte: MPF abre investigação sobre vazamento de informações a Flávio Bolsonaro. Você avalia que este é o caminho certo para p procurador-geral da República, Augusto Aras, mostrar que, enfim, pretende desvendar a interferência política de Jair Bolsonaro na Polícia Federal

2 – Carolina – O que você acha do fato de a Polícia Federal nada ter descoberto em sua primeira investigação sobre vazamento da Operação Furna da Onça, o que a obriga agora a correr atrás das revelações bombásticas do empresário Paulo Marinho

3 – Haisem – O que você traz de novo sobre o escândalo do vazamento da facção que você chama de bolsonarista na Polícia Federal em seu artigo para o Blog do Nêumanne no Portal do Estadão intitulado Marinho encalacra Bolsonaro de vez

4 – Carolina – Com entrada na Educação, Centrão enfraquece Weintraub – é o título de chamada na primeira página da edição do Estadão hoje. O que há de relevante na nomeação do novo presidente do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação a esta altura das crises sanitária, econômica e política que assolam o Brasil contemporâneo

5 – Haisem – O que você tem a dizer sobre o depoimento do ministro interino da Educação, Eduardo Pazuello, sobre o fictício esforço conjunto entre governo federal, governadores estaduais e prefeitos municipais na reunião virtual da Organização Mundial da Saúde ontem

6 – Carolina – O que você tem a dizer sobre a morte do ex-governador de São Paulo Laudo Natel ontem, aos 99 anos de idade

 

Direto ao Assunto no YouTube: Flávio 01, mais um rolo

Direto ao Assunto no YouTube: Flávio 01, mais um rolo

O procurador-geral da República, Augusto Aras, está cada vez mais fornecendo provas de que não procura nada e deve ter o nome de seu cargo alterado para puxa saco presidencial da república. Diante da impossibilidade de fazer ouvidos de mercador às acusações que Paulo Marinho fez a Jair e Flávio Bolsonaro, resolveu abrir inquérito específico para a entrevista que o ex-amigo do clã deu à Folha de S.Paulo, mas o certo seria incluí-la no inquérito que cuida das acusações feitas por Moro. De qualquer maneira, já está mais do que na hora de cuidar especificamente do filhote 01, cuja capivara de crimes cresce a olhos vistos. Agora revelou-se que um de seus assessores escalados para conversar com o vazador da PF dos serviços prestados pela ala bolsonarista da polícia judiciária à famiglia, o advogado Victor Granado Alves, recebeu R$ 500 mil do Fundo Partidário, criado pelo papi, para defender o clã em ações privadas, como revela a documentação de uma delas. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 
Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: A facção bolsonarista da PF

Comentário no Jornal Eldorado: A facção bolsonarista da PF

Paulo Marinho, empresário carioca que emprestou a própria casa para Jair Bolsonaro usar como estúdio de TV de sua propaganda na campanha e é suplente do senador Flávio, o filho 02 do poderoso chefão, contou à colunista Mônica Bergamo da Folha de S.Paulo que este lhe contou que foi avisado por um delegado bolsonarista que o Coaf tinha entregue à PF relatório sobre movimentação financeira atípica de seu fac totum no gabinete da Alerj, Fabrício Queiroz. A história é coerente com os fatos, pois o então deputado estadual no Rio demitiu o ex-sargento da PM e a filha dele antes de a informação ser publicada pelo Estadão em dezembro de 2018, quando seu pai era presidente eleito. Bolsonaro é denunciado por crimes gravíssimos, um dos quais da alçada da Justiça Eleitoral. Resta saber se Aras se dispõe a denunciar.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 

Assuntos para comentário da segunda-feira 18 de maio de 2020:

1 – Haisem – Em que as informações dadas pelo empresário Paulo Marinho, em cuja casa no Rio funcionou o QG de comunicação da campanha de Jair Bolsonaro à Presidência, confirma de forma contundente as acusações de Sérgio Moro contra Jair Bolsonaro sobre tentativa de controlar a Polícia Federal para proteger um amigo e a família

2 – Carolina – Se a repórter Thaís Oyama garante que o federal que vazou a investigação sobre a rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alert que este não foi Alexandre Ramagem que o fez, a versão de Paulo Marinho justifica o sonho do presidente da Republica de torná-lo diretor da PF

3 – Haisem – Em que a reportagem de Fausto Macedo em seu Blog no Portal do Estadão pôs por terra as versões fictícias narradas pelo Palácio do Planalto segundo as quais o presidente da República se referia ao Gabinete de Segurança Institucional, e não à Polícia Federal, como motivo de sua ira na reunião do Conselho de Governo, que está para ter o sigilo derrubado pelo relator do inquérito no Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello

4 – Carolina – PGR pede para PF ouvir empresário que relatou vazamento a Flávio – Este é o título de uma notícia na capa do Portal do Estadão. Você acha que o impacto desta revelação poderá convencer o procurador-geral da República, Augusto Aras, a, enfim, pedir que Supremo Tribunal Federal investigue o presidente e a família Bolsonaro

5 – Haisem – Bolsonaro leva 11 ministros a ato de apoiadores – Diz chamada de primeira página da edição do Estadão de hoje. O que mais chamou sua atenção neste episódio

6 – Carolina – Estados dão reajustes a servidores no meio da pandemia – Diz manchete de primeira página do Estadão de hoje. O que há de revelador e relevante nesta notícia, a seu ver

Página 5 de 1.162«...34567...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial