Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Jornal Eldorado: Por que não renuncia, cara?

Comentário no Jornal Eldorado: Por que não renuncia, cara?

Em seu primeiro dia de trabalho em 2021, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil está ”quebrado”. Para apoiadores, ele disse que não “consegue fazer nada” e citou como exemplo as mudanças na tabela do Imposto de Renda. “O Brasil está quebrado, chefe. Eu não consigo fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, tá, teve esse vírus, potencializado pela mídia que nós temos, essa mídia sem caráter “, respondeu a um apoiador na saída do Palácio da Alvorada, sua residência oficial. O presidente colocou a culpa na pandemia de Covid-19 e na imprensa, que, segundo ele, teria “potencializado” o coronavírus. Só que a doença já matou mais de 196 mil pessoas no Brasil. Aumento de, no mínimo, 13% das mortes no ano e maior causa mortis disparada. Por que, então, não renuncia, cara?

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário na quarta-feira 6 de janeiro de 2021

1 – Bolsonaro diz que País está quebrado e culpa covid – Esse é o título de chamada no alto da primeira página na edição impressa do Estadão de hoje. Que conseqüências pode trazer uma declaração como essa para a economia, para a qual os presságios já são negativos o suficiente para preocuparem muito o cidadão brasileiro

2 – Bolsonaro e Mourão são a quintessência da maldade – Esse é o título de seu artigo na página de opinião, a A2, do jornal de hoje. O que o levou a chegar a uma conclusão tão drástica sobre o presidente da República e seu vice, ou seja, substituto eventual previsto na Constituição

3 – Alta de casos leva à reabertura dos hospitais de campanha – Diz a manchete de primeira página do Estadão de hoje. Por que chegamos a mais esse paroxismo da pandemia num momento em que o brasileiro já se mostra exausto das medidas preventivas do contágio da covid 19

4 – Investimentos estrangeiros retornam à Bolsa – Esse é o título de uma chamada de primeira página do jornal. A que conclusão você chega diante de uma notícia alvissareira como essa num dia particularmente trágico do avanço do novo coronavírus e na hora em que a maior autoridade da República dispara a conclusão funesta da falência do País

5 – MP-RJ reage a comentários de Bolsonaro e pede que faça denúncia – Esse é o título de reportagem publicada na página A-9 da Editoria Política do Estadão de hoje. O que motivou a nota oficial do Ministério Público do Rio a respeito de denúncia grave feita pelo presidente da República atingindo a família de um membro do referido órgão público

6 – Trump dá cartada final para tentar reverter derrota – Qual é sua reação a essa resiliência desesperada e antidemocrática do presidente dos Estados Unidos contra a realidade dos fatos da eleição da própria sucessão

Comentário no Jornal Eldorado: Frota pede para Alcolumbre cassar Flávio

Comentário no Jornal Eldorado: Frota pede para Alcolumbre cassar Flávio

Ex-aliado da família Bolsonaro, hoje rompido com o clã, o deputado federal  Alexandre Frota formalizou pedido cobrando do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a abertura de um processo disciplinar para cassar o mandato do senador Flávio Bolsonaro. O pedido baseia-se na peça em que o MPRJ acusa o primogênito do presidente de extorsão, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Mas o destinatário do pedido, que não tem a menor intenção de desagradar Jair Bolsonaro, arquivou, sem possibilidade de volta, pedidos de impeachment de ministros do STF, do procurador-geral da República, Augusto Aras, e de sua antecessora no cargo, Raquel Dodge. Frota cumpre seu dever. E, de volta ao oblívio do baixo clero, Alcolumbre Batoré jamais honrará o mandato de oito anos concedido pelo povo do Amapá.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 
 

Assuntos para o comentário de terça-feira 5 de janeiro de 2021:

1 – Frota pede ao Senado abertura de processo disciplinar para cassar mandato de Flávio Bolsonaro – Este é o título de uma chamada de capa da edição atual do Portal do Estadão. Quais são as chances de o presidente do Congresso Nacional e do Senado, Davi Alcolumbre, aceitar esse pedido

2 – Vacinação em rede privada terá de seguir o SUS – Esta é a chamada de uma notícia de primeira página na edição impressa do Estadão hoje. Que sentido você vê numa decisão deste gênero tomada pelo Ministério da Saúde mais omisso do mundo em matéria de imunização

3 – Com PT, oposição apoia candidatura de Baleia – Este é o título de reportagem na página A 4, de abertura do noticiário político na edição impressa do Estadão hoje. A adesão à campanha do deputado do MDB foi aprovada por 27 votos, contra 23, em reunião virtual de mais de duas horas. Qual é o peso do apoio da bancada petista de deputados federais, a maior, ao candidato da chapa dissidente ao Planalto articulada por Rodrigo Maia

4 –  Lyra foi cobrado por Receita por “rachadinha”  – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal hoje. Até essa notícia você tinha alguma ilusão de que o candidato governista à Presidência da Câmara tivesse uma ficha imaculada para disputar um cargo na linha sucessória da Presidência da República

5 – Seu artigo publicado hoje no blog do Nêumanne no Portal do Estadão hoje é intitulado  Donald afunda no próprio cuspe. Mas, e Jair? Por favor, dê um spoiler sobre os temas desse seu texto

SONORA SPOILER

6 – A democracia se encontra em “estado de alarme”, com o surgimento de candidatos que não têm se comprometido em respeitar o resultado das urnas, conforme declarou ontem o ministro do Supremo Tribunal Edson Fachin. O que de mais preocupante contém essa afirmação

Comentário no Jornal Eldorado: O grotesco comício com vírus no mar

Comentário no Jornal Eldorado: O grotesco comício com vírus no mar

No feriado de sexta-feira, 1.º de janeiro de 2021, Jair Bolsonaro passeou de barco acenando para o povo aglomerado na areia. Segundo uma internauta, Ester Nogueira, a aglomeração bolsonarista na Praia Gramde  foi flagrantemente encenada. Ela relatou que uma amiga, que estava na praia, viu “um número de homens” chegando à orla da praia e entrando no mar, “como à espera de algum acontecimento”. Minutos depois, o presidente apareceu e a aglomeração começou “a puxar um coro sinistro, com palavras de baixo calão, para incendiar a turba” e gritos de “mito”, que o incentivaram a pular do barco no mar e nadar até a praia, onde participou da aglomeração, sem máscara, seminu e trocando descuidadamente perdigotos com slogans e cânticos gritados pela massa. Espetáculo grotesco, importuno, inaceitável, imperdoável.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na segunda-feira 4 de janeiro de 2021:

1 – Qual foi o assunto que mais o espantou, assustou, revoltou e enojou nestes últimos 12 dias de folga de festas de fim de ano

2 – Em que direção é possível esperar avanços na investigação sobre os prováveis crimes de peculato, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa que o Ministério Público do Rio de Janeiro acusa o senador Carlos Bolsonaro de ter cometido no gabinete da Assembleia Legislativa do mesmo Estado

3 – Qual foi, a seu ver, a prova mais evidente de incompetência em matéria de logística das muitas dadas pelo ministro da saúde do governo federal, Eduardo Pazuello, no assunto mais importante que cabe à pasta no momento, a imunização do povo brasileiro contra a covid 19

4 – Em que pé nós estamos agora no que se refere ao combate à covid 19 no Brasil e no mundo

5 – Qual foi o último e maior vexame cometido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na tentativa de melar o jogo na contagem dos votos da eleição, na qual ele foi derrotado por Joe Biden

6  – Quais os prognósticos para o futuro da Operação Lava Jato feitos pelo primeiro procurador-geral da República sob a vigência da Constituição de 1988 no Brasil, Aristides Junqueira, na série Nêumanne Entrevista desta semana, publicada no Blog do Nêumanne desde ontem

Comentário no Jornal Eldorado: Eficácia duvidosa da vacina frustra cidadão

Comentário no Jornal Eldorado: Eficácia duvidosa da vacina frustra cidadão

Mais uma vez a política atrapalha a saúde, só que desta vez a lambança foi do negacionista Bolsonaro, mas de seu inimigo figadal e tido como rival na eleição de 2022, o governador de São Paulo, João Doria, que se diz adepto e até devoto da ciência. Pela segunda vez o Instituto Butantã viu-se obrigado a adiar a divulgação marcada do índice de eficácia da Coronovac, produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac. E, como sempre ocorre nessas mancadas, o prejudicado é o cidadão, que se frustra diante de mais um adiamento do pedido de registro na Anvisa, o que o assusta com a média diária de mil óbitos por covid-19 no País de um lado e a falta de perspectiva realista para o início de uma campanha de vacinação por falta de tudo, principalmente de juízo e caráter dos governantes. Arre égua!

Para ouvir o comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentários da quinta-feira 24 de dezembro de 2020:

 

1 – São Paulo diz que Coronavac é eficiente, mas não apresenta índices – diz a manchete de primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. O que você tem a dizer sobre essa notícia

2 – Copacabana e praias do litoral sul paulista vão fechar no dia 31 – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal. Você acha que essa medida adotada pelos governadores provisório do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e de São Paulo, João Doria, é correta ou equivocada

3 – O que você achou do bate-volta que o governador do Estado de São Paulo, João Doria, fez para Miami, na Flórida nos últimos dias

4 – Onze partidos se unem na Câmara contra candidato de Bolsonaro – Este é um título de chamada de primeira página no Estadão. Quais são as chances que você vislumbra dos pretendentes a presidir a Câmara dos Deputados, o governista Arthur Lyra ou o emedebista Baleia Rossi, do grupo dissidente liderado pelo atual presidente, Rodrigo Maia, do DEM

5 – Vereadores elevam salário de Covas em 46% – Diz título de chamada de primeira página do jornal. O que você achou dessa decisão

6 – Profissão de fé no jornalismo – Este é o título de uma chamada de primeira página do jornal noticiando a morte do colega José Maria Mayrink. O que você tem a destacar sobre a falta que fará esse repórter e ser humano no ofício e no convívio

 

 

Comentário no Jornal Eldorado: Crivella preso em casa, duas vergonhas!

Comentário no Jornal Eldorado: Crivella preso em casa, duas vergonhas!

O presidente do STJ, Humberto Martins, alterou na noite de terça-feira a prisão preventiva do prefeito afastado do Rio, Marcelo Crivella, decretada pela desembargadora Rosa Helena Guita, para domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica. O candidato de Bolsonaro à reeleição teve de entregar seus telefones celulares, computadores e tablets às autoridades e foi proibido de sair de casa sem autorização da Justiça e de usar telefones celulares. No editorial Democracia desmoralizada, o Estadão argumentou: “Tem-se então o mundo da irresponsabilidade generalizada, que gestou a catastrófica Presidência de Jair Bolsonaro, bem como a eleição do prefeito Crivella e de outros tantos picaretas – todos empenhados em alimentar a avacalhação da democracia, pois disso depende sua manutenção no poder”. Ou seja,vergonha de cabo a rabo.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na quarta-feira 23 de dezembro de 2020:

1 – O que você tem a dizer sobre a decisão do Superior Tribunal de Justiça de conceder prisão domiciliar com uso de tornozeleira ao prefeito afastado do Rio de Janeiro, Marcelo Crivellla, preso ontem por decisão do Tribunal de Justiça do Estado

2 – Em Santa Catarina, Bolsonaro reúne políticos e empresários para jantar – Este é o título de uma chamada de capa da edição de hoje do Portal do Estadão.  O que o surpreende em mais esta atitude pública do presidente da República de desinteresse pela pandemia do covid-19 que aflige o povo brasileiro

3 – Bolsonaro investe contra a palavra, a verdade e a vida – Este é o título de seu artigo publicado na página 2, de Opinião, da edição impressa do Estadão hoje. A que decisões do presidente da República você se refere para defini-lo de forma tão impiedosa

4 – Supremo Tribunal Federal e Superior Tribunal de Justiça pedem reservas de doses de vacinas da Fiocruz para seus integrantes – Este é título de chamada do alto da primeira página da edição impressa do jornal hoje. A que você atribui esta requisição de um privilégio pela cúpula de nosso Poder Judiciário

5 – Quais são, a seu ver, as conseqüências da paralisação da Operação Greenfield sobre o  saque dos fundos de pensão pelo seu novo coordenador, o procurador Celso Três, que usou como motivo sua necessidade de trabalhar menos

6 – Ministro pediu apuração independente sobre uso da Abin a favor de Flávio – O que você espera que aconteça se este pedido do ministro da Justiça e da Segurança Pública, André Mendonça, for atendido

 

Comentário no Jornal Eldorado: Dedo podre de Bolsonaro indicou Crivella

Comentário no Jornal Eldorado: Dedo podre de Bolsonaro indicou Crivella

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e seus cúmplices Rafael Alves, apontado como operador do esquema, o ex-delegado Fernando Moraes, o ex-tesoureiro da campanha, Mauro Macedo, sobrinho de Edir Macedo Igreja Universal, e os empresários Adenor Gonçalves dos Santos e Cristiano Stockler Campos foram presos. O ex-senador Eduardo Benedito Lopes também é alvo da ação da  Polícia Civil e doo Ministério Público estadual, mas não foi encontrado em casa. As prisões foram decretadas pela desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita a partir de delação do doleiro Sérgio Mizray, homologada pelo Tribunal de Justiça do Rio, na qual o agiota se referiu a um “QG da propina” na Riotur. O dedo podre de Bolsonaro mostra a que ponto é cínico o apoio que ele prometeu dar na campanha ao combate à corrupção.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário na terça-feira 22 de dezembro de 2020:

1 – O que dizer da prisão agora cedo pela polícia civil do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivela, na Operação Hades em conjunto com o MP do Estado, na qual ele é acusado de corrupção

SONORA CRIVELA

2 – PGR pede veto a decisão que suspende trecho da Ficha Lima – Este é o título de uma chamada na primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. Qual a importância da decisão dos outros 10 ministros do Supremo Tribunal a respeito da liminar de Kássio Marques rasgando uma lei de iniciativa popular

3 – A que conclusões você acha que poderá chegar a Procuradoria Geral da República na apuração preliminar que resolveu abrir sobre a compra de imóveis no Rio de Janeiro pelo deputado Eduardo Bolsonaro, o 000, usando dinheiro vivo

4 – Por que o senador Flávio Bolsonaro renunciou ao cargo que ocupava na Mesa do Senado

5 – Governo avalia pôr Estado na zona vermelha a partir do Natal – Este é o título do alto da primeira página do jornal hoje. Você acha que está na hora de realmente tomar uma medida radical assim no meio das festas de fim do ano

6 – A malandragem impune dos agressores covardes – este é o título de seu artigo publicado desde ontem no Portal do Estadão. A que episódios você se refere neste texto para justificar acusações tão duras

Página 3 de 22312345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial