Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Jornal Eldorado: Delação promissora

Comentário no Jornal Eldorado: Delação promissora

As investigações da Operação Mapa da Mina, 59.ª fase da Lava Jato, acabam de ganhar outro testemunho importante sobre a criação da Supertele Verde-Amarela, que virou Oi, e da atuação da Previ: Gerardo Xavier Santiago, que foi advogado do maior fundo de pensão da América Latina, a Previ, do Banco do Brasil. de 2000 a 2007. Na delação ele deverá contar tudo o que narrou em entrevista para a revista Veja, em 2010, e que ainda pode ser encontrada na internet (https://veja.abril.com.br/brasil/para-ex-diretor-da-previ-conjunto-da-instituicao-atuava-para-fazer-dossies-contra-os-adversarios-do-governo/), com revelações esclarecedoras e estarrecedoras dando conta de que, sob o comando do lulista Sérgio Rosa, tornou-se uma fábrica de dossiês, um braço partidário a serviço do PT e que mantinha até um esquema de espionagem.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na segunda-feira 10 de fevereiro de 2020

1 – Por que você acha que a esperada delação premiada do advogado Gerardo Santiago, que trabalhou para o fundo de pensão Previ, dos funcionários do Banco do Brasil, está despertando tanta expectativa

2 – E você sabe por que outra delação premiada, a do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, provoca calafrios em ilustres ministros da cúpula da Justiça, riquíssimos advogados e até no craque Romário

3 –  Já que estamos falando em delações, não podemos esquecer neste início de semana aquele toque que você deu sobre a delação premiada que está sendo negociada do ex-menino de ouro do empresariado brasileiro, Eike Batista, não é mesmo.

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: Cabral vai delatar Judiciário

Comentário no Jornal Eldorado: Cabral vai delatar Judiciário

O ministro do STF Edson Fachin, relator da Lava Jato, homologou a delação premiada de ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, preso desde 2016 e colecionando 13 condenações que somam mais de 280 anos de prisão. O acordo de delação tem 20 anexos referentes a pessoas com foros especial, incluindo ilustres do inexpugnável Judiciário. Cabral dispõe de uma lista de 97 nomes de juízes, desembargadores, ministros de tribunais superiores e membros do Ministério Público. Custou para sair, mas vem Lava Toga aí, como anunciei em manchete de comentário, em 18 de fevereiro de 2019, quando a iniciativa do ex-governador começou a ser noticiada.

Para ouvir clique no play abaixo:


Ou clique aqui e, em seguida no play.

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão clique aqui.

Assuntos para comentário da sexta-feira 7 de fevereiro de 2020

1 – Haisem – Delação de Cabral atinge ministros do STJ e políticos – é título de chamada na primeira página do Estadão de hoje. Você acha que a homologação pelo relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, da delação do ex-governador Sérgio Cabral produzirá mesmo o que dela agentes e procuradores federais esperam

2 – Carolina – Por que se espera tanto dessa delação anunciada do ex-governador do Rio de Janeiro em relação ao Poder Judiciário e por que, a seu ver, até agora este continuou fora do alcance da Lava Jato

3 – Haisem – O que há de tão relevante na revelação feita pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras, o polêmico Coaf, sobre a remessa de 33 milhões de dólares para o exterior do empresário Eike Batista, que tem tenta fazer delação premiada há muito tempo em vão

4 – Carolina – Marinho vira ministro para dar força à área social – revela chamada na primeira página da edição do Estadão hoje. Você também se surpreendeu com a substituição de Gustavo Canuto no ministério da Integração Nacional pelo ex-deputado tucano Rogério Marinho

BOLSONARO 0702 MINISTRO

5 – Haisem – Juiz rejeita denúncia contra jornalista – diz título da página A 10 da editoria de Política do Estadão hoje. O que você diz da decisão da justiça de não aceitar, “por ora”, a denúncia do Ministério Público Federal contra o editor do site The Intercept Brasil, Glenn Greenwald

6 – Carolina – O mesmo juiz federal Ricardo Leite adiou a audiência de Lula na Operação Zelotes para depois de sua visita ao papa Francisco. O que você achou dessa decisão

7 – Haisem – E o que você nos diz do despacho do subprocurador da República Nívio de Freitas a ao negar recurso da defesa de Lula para considerar o desembargador Thompson Flores, do TRF 4, “parcial”

8 – Carolina –Você conseguiria nos explicar o recolhimento de clássicos da literatura brasileira Macunaíma, Os Sertões e Memórias Póstumas de Brás Cubas, entre outros livros pela secretaria de educação de Rondônia

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: Propinas de pai para filho

Comentário no Jornal Eldorado: Propinas de pai para filho

A investigação da Operação Mapa da Mina é a 69.ª fase da Lava Jato de Curitiba, porque o Ministério Público de São Paulo nada apurou e pediu arquivamento. Essa é a explicação para os advogados de Lula pai e Lula filho repetirem que ambos tiveram suas vidas devassadas e nada foi descoberto. Que vergonha para os procuradores paulistas! Um mandado de busca e apreensão na sede da Telemar/Oi no Rio bastou para que a Polícia Federal descobrisse 1 terabyte de e-mails do presidente da Oi, Eurico Teles, entregando as maracutaias da família Lula da Silva com a supertele verde-amarela. Chamou atenção da Pepita Ortega e do Fausto Macedo, do Estadão, um contrato assinado em 24 de abril de 2008, no montante mensal de 450.000,00 reais. A autorização para as fusões das teles por Lula foi anunciada em 25 de abril de 2008.
Para ouvir clique no play abaixo:


Ou clique aqui e, em seguida, no play

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário na quinta-feira 6 de fevereiro de 2020

1 – Haisem – Por que, na sua opinião, a Lava Jato de São Paulo não conseguiu descobrir nada de ilícito nas relações entre a Telemar/Oi e as empresas fantasmas de Lulinha e de seus sócios e agora a de Curitiba alcançou o sucesso é total

2 – Carolina – Câmara ignora STF e reintegra deputado acusado de corrupção – diz título na primeira página do Estadão hoje. Que motivos você acha que os nada nobres deputados tiveram para absolver o coleguinha deles Wilson Santiago, do PTB de seu Estado, a Paraíba?

3 – Haisem – Taxa de juros cai a 4,25% ao ano, a menor da história – revela título de chamada publicada no alto da primeira página do Estadão. Qual é, na sua opinião, a importância deste feito

4 – Carolina -Bolsonaro diz que demitirá quem usar cargo para eleição – é a manchete da mesma primeira página do Estadão registrando entrevista exclusiva do presidente ao jornal. Não haverá nenhuma exceção, hein?

5 – Haisem – Ministros criticam lista tríplice e mandato fixo no Supremo – registra notícia dada na página A 8 da edição Política do Estadão hoje. Você esperava essa reação corporativista contra o corporativismo no STF ou ela o surpreendeu

6 – Carolina – ‘Arrependido’, Rocha Matos vai para o semiaberto – é a principal reportagem da página A 10 da política hoje no Estadão. Francamente, Nêumanne, você esperava por essa

7 – Haisem – Você acha que a pressão que deputados estão fazendo para afastar o ministro da Educação, Abram Weintraub, do comando da pasta poderá ter algum êxito

8 – Carolina – Senado absolve Trump e ação de impeachment – também é notícia de primeira página no Estadão hoje. Essa você já dava como favas contadas, não dava

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: O computador que entregou Lulinha

Comentário no Jornal Eldorado: O computador que entregou Lulinha

A sede da Telemar/Oi, no Rio de Janeiro, foi vasculhada pela Operação Mapa da Mina, 69.ª fase da Lava Jato, e lá foi apreendido um HD com 1000 gigabytes.No computador os agentes da PF encontraram registros de e-mails entre funcionários da telefônica e da Gol Mobile, do grupo de Lulinha, Jonas Suassuna, Fernando e Kalil Bittar. Na caixa de entrada do CEO da Oi, Eurico de Jesus Teles Neto, a PF afirma que ‘foi identificada uma sequência de e-mails, ocorrida entre o final do ano de 2011 e início de 2012, que visava regularizar a situação dessa Gol Mobile, uma vez que este fornecedor não executava uma “prestação de serviço tradicional”’.

Para ouvir clique no play abaixo:

 

Ou clique aqui e, em seguida, no play.
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quarta-feira 5 de fevereiro de 2020

1 – Haisem – Que novidades relevantes a Policia Federal descobriu sobre a relação entre o filho de Lula Fábio Luiz, o Lulinha, e a empresa telefônica Oi em e-mails obtidos por mandatos de busca e apreensão

2 – Carolina – Lula quer adiar interrogatório para ver papa – registra notícia publicada na página A 8 do Estadão de hoje. Em sua opinião, um bate-volta ao Vaticano seria causa justa para adiar um depoimento à Justiça numa ação penal

3 – Haisem – Que resultados maléficos poderão trazer para o governo de Jair Bolsonaro o inquérito penal aberto pela Polícia Federal a partir da denúncia da Folha de S. Paulo sobre atitudes tidas como pouco republicanas de seu secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten

4 – Carolina – União paga pensão a 52 mil filhas solteiras – diz título de chamada de primeira página do Estadão hoje. O que justifica esse tipo de postura pública ainda resistir ao tempo numa época de crise como a atual

5 – Haisem – TJ-RJ mantém quebra de sigilo de Flávio – Até quando vai rolar esse vaivém jurídico em torno da investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro sobre eventual rachadinha no gabinete do primogênito do presidente Bolsonaro à época em que ele era deputado estadual no Rio

6 – Carolina – Por que persiste, a seu ver, a controvérsia sobre o resgate de brasileiros que vivem na província de Uhan na China, assolada pelo novo coronavírus, para uma quarentena em Anápolis, no interior de Goiás

SONORA_MANDETTA 0502

7 – Haisem – O que motivou seu artigo publicado na página 2, de Opinião, do Estadão de hoje, sob o título Supremo reduzido a moeda de troca na briga eleitoral

8 – Carolina – O que justifica, em sua opinião, o silêncio das feministas de esquerda sobre as ofensas brutais proferidas pelo ator de novelas da Globo Zé de Abreu contra sua colega Regina Duarte e a reação da ex-presidente Dilma Rousseff à crítica de Pedro Bial ao documentário de Petra Costa que concorre ao Oscar

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli não faz o que diz

Comentário no Jornal Eldorado: Toffoli não faz o que diz

Na abertura do ano judiciário, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF, ministro Dias Toffoli, afirmou em discurso que é normal haver “divergências” entre os ministros e ressaltou que o objetivo do Poder Judiciário é “gerar confiança, previsibilidade e segurança jurídica”. Trata-se de uma declaração pública de evidentes cinismo e hipocrisia sem igual. Pois o dito pletório excelso é uma feira de vaidades que chega a tais extremos que não falta quem diga que não há um, mas 11. E o chefe do Judiciário é o primeiro a açular essa discórdia desprezando as decisões colegiadas e enfrentando colegas dos quais discorda com decisões monocráticas assumidas em plantões de férias, como no caso do juiz de garantias. Ou dirigindo votações coletivas que desprezam jurisprudências recentes como no episódio da segunda instância.

Para ouvir clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne clique aqui.

Assuntos para comentário da terça-feira 4 de fevereiro de 2020

1 – Haisem – Que contribuição você acha que o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, tem dado à previsibilidade e à segurança jurídicas, que ele pregou como grandes virtudes da instituição

TOFFOLI_ABERTURA

2 – Carolina – Quais são os bastidores da verdadeira guerra que o presidente da Câmara dos Deputados está movendo contra o ministro da Educação, Abraham Weintraub, ultimamente

3 – Haisem – Qual a diferença da pauta do governo este ano que o presidente da República, Jair Bolsonaro, mandou o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, levar ontem ao Congresso na abertura do ano legislativo

4 – Carolina – Coronavírus faz governo decretar emergência – é o título de uma chamada na primeira página. O que teria levado, a seu ver, as autoridades federais a tomarem essa atitude

SONORA MANDETTA 0402 A

5 – Haisem – Alcolumbre dá prioridade a mudanças no Supremo – registra manchete que abre a edição de Política do Estadão na página A 4. O que você acha que levou o presidente do Senado a tomar essa atitude

6 – Carolina – Bolsonaro se une a Skaf para enfrentar Doria – é o título da Coluna do Estadão na edição de hoje. O que pode ter levado o presidente a vir a São Paulo celebrar essa aliança inesperada, em sua opinião

7 – Haisem – Cabral afirma que Pezão ajudou a montar o esquema – é o título forte da página 5, também da Política, na edição do Estadão de hoje. Qual é a possibilidade que você vê nessa delação do ex-governador do Rio ser verdadeira ou não passar de mera tentativa de dividir responsabilidades

8 – Carolina – Por que você misturou Bob Dylan com BNDES e Oi no título de seu artigo semanal no Blog do Estadão, que publicou no Portal de nosso jornal ontem à noite

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal Eldorado: A assessoria jurídica de Lulinha

Comentário no Jornal Eldorado: A assessoria jurídica de Lulinha

Lula e o BNDES são alvos de novas delações premiadas. A abertura da caixa preta do BNDES não tarda por esperar. Sem Monezano e o contrato milionário de R$ 42,7 milhões da Cleary Gottlieb, a caixa preta já aberta pela justiça será escancarada por novas delações premiadas. A delação das delações, a bala de prata no Lula, está a caminho e vai colocar Lula, Lulinha, Gamecorp, Supertele e seus maestros e cúmplices mais enrolados na Justiça. Marco Schroeder, ex-executivo da Oi, fechou acordo de delação premiada, A tele remunerava a empresa do filho do ex com uma verba corporativa contabilizada como assessoria jurídica.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Assuntos para comentário na segunda-feira 3 de fevereiro de 2020

1 – Haisem – O que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal têm feito em suas investigações que pode inutilizar a tentativa do presidente do BNDES, Gustavo Montezano, de manter fechada a caixa preta do banco

2 – Carolina – Qual é a nova delação que está sendo feita e pode por em palpos de aranha Lula, Lulinha, a Gamecorp, a Supertele e outros protagonistas da corrupção no Brasil e que ainda não foi revelado

3 – Haisem – Por que, a seu ver, mesmo esvaziado depois da dupla demissão em três dias de seu número dois, José Vicente Santini, o chefe da Casa Civil do governo Bolsonaro, Onyx Lorenzoni, mantém a tradição de levar a mensagem presidencial para abertura do ano legislativo

4 – Carolina – Que motivos teria tido, a seu ver, o citado ex-secretário-geral da Casa Civil para fazer um périplo por sete outros lugares no mapa mundi aproveitando viagem para Davos e Nova Délhi

5 – Haisem – Que motivos você acha que a deputada estadual paulista Janaína Paschoal tem para pregar o fim das propagandas oficiais de governos gastando dinheiro público apenas para a própria promoção

6 – Carolina – O que, na sua opinião, inspira o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do DEM, em teoria um partido de direita que fez oposição aos governos do PT, boicotar a CPI sobre financiamentos públicos do Brasil à ditadura esquerdista dos irmãos Castro em Cuba

7 – Haisem – O que você está achando da série sobre a guerra pela água no Brasil que o Estadão publicou ontem e hoje

8 – O que você tem a dizer sobre a reportagem de página inteira que a Folha de S.Paulo editou ontem sobre declarações falsas e distorcidas feitas por Lula desde quye saiu da sala de Estado-Maior da Polícia Federal em Curitiba

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Página 2 de 18612345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial