Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Jornal Eldorado: Imunização tem slogan, mas vacina não

Comentário no Jornal Eldorado: Imunização tem slogan, mas vacina não

O Ministério da Saúde planeja o “dia D e hora H”, ou seja, o começo da vacinação contra a covid-19 no País em um evento no Palácio do Planalto, apesar de o próprio presidente Kaor Bpçspmarp afor,ar que não pretende ser imunizado. A ideia é realizar a primeira imunização no País na próxima terça-feira, 19, data em que governadores devem estar em Brasília para participar de reunião com o ministro Eduardo Pazuello. “Brasil imunizado, somos uma só nação”, é o slogan planejado para a cerimônia, que ainda não foi confirmada. A proposta é vacinar uma pessoa idosa e um profissional de saúde. O Palácio do Planalto afirma que ainda não há cerimônia prevista, mas o assunto está em discussão no Ministério da Saúde, com o aval do ministro Pazuello. Falta confirmar em que picadeiro ela poderá acontecer.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos do comentário da quinta-feira 14 de janeiro de 2021

 

1 – Governo planeja iniciar vacinação na terça-feira – Este é título de chamada no alto da primeira página do Estadão de hoje. Será que, até que enfim, depois de idas, vindas e piadas do presidente da República para seus seguidores no jardim do Planalto da Alvorada, o Brasil entrará no mundo civilizado da imunização da pandemia e de esperança na economia, hein

2 – Com eficiácia da Coronavac, Brasil precisará vacinar 99% do público-alvo – Esta é a manchete da capa do Portal do Estadão hoje. Será possível atingir tanta gente assim no Brasil para termos, enfim, a sonhada imunidade de rebanho

3 – Vecina aposta no sucesso da vacina – Este é o título da edição extra Nêumanne entrevista Gonzalo Vecina, no Blog do Nêumanne desde ontem. Que contribuição o fundador e primeiro presidente da Anvisa nos traz neste momento de angústia e esperança

4 – Projeto dá à PM fiscalização sobre segurança privada – Este é o título de chamada de primeira página do Estadão hoje. Quantos projetos de transferência de poderes para policiais militares estaduais ainda estarão para ser descobertos nos trâmites legislativos na gestão bolsonarista

5 – Bolsonaro quer demitir o presidente do Banco do Brasil – Este é título de chamada no alto da primeira página do Estadão de hoje. Por que uma demissão rotineira na administração pública federal ganha tanto destaque no jornal

6 – Câmara dos Estados Unidos aprova pela segunda vez impeachment de Trump – Esta é a manchete da primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. Em que resultará essa decisão tomada pela maioria democrata na Casa dos Representantes, em Washington

 

Comentário no Jornal Eldorado: Coronavac é segura, diz Vecina

Comentário no Jornal Eldorado: Coronavac é segura, diz Vecina

Depois da trapalhada da dupla Dimas & Dória, pondo em dúvida a reputação ilibada do Butantan, com 119 anos de reconhecimento, cito a voz autorizadíssima de Gonzalo Vecina, professor da USP, fundador e primeiro presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em artigo publicado no Estadão: “Na primeira apresentação, na semana anterior, a eficácia era de 78%. Só que não. Foi um equívoco muito ruim e do ponto de vista comunicacional desastroso…  Interessa que a vacina é realmente eficaz para evitar casos graves e isto é importante… Após este resultado que foi apresentado nesta terça e bateu na trave, 50,3% de eficácia, pode-se entrar em outros meandros que demonstram que temos uma vacina eficaz e segura.” Veja a entrevista com Vecina na minha série Nêumanne Entrevista no canal do YouTube.

Para ouvir comentário clique no play abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Acesse no Canal do YouTube. Clique aqui. 

00 vecina

Assuntos para comentário na quarta-feira 13 de janeiro de 2021

1 – Coronavac tem 50,4% de eficácia e Anvisa dará resposta domingo – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. Que conseqüências a demora e o reboliço em torno desse índice poderão provocar no adiamento da volta à normalidade econômica com a imunização de rebanho esperada pelo efeito da vacina do Instituto Butantan e do laboratório Sinovac

2 – Forças Armadas rejeitam status de general nas PMs – Este é o título de chamada de primeira página do Estadão hoje. Essa posição dos militares poderá interromper ou pelo menos prejudicar o projeto de autogolpe do presidente Jair Bolsonaro usando as polícias militares e civis, que você tem denunciado aqui no Jornal Eldorado

3 – Ceagesp pede que concessionários arquem com desconto de 20% para os PMs – É o título de notícia dada com destaque no Portal do Estadão agora. Que motivos há para que se adote essa proposta, feita em discurso pelo presidente Jair Bolsonaro no entreposto de abastecimento de São Paulo

4 – Saída da Ford indica que montadoras precisam se adaptar – Este é o título de chamada de primeira página no jornal hoje. Que atitude o governo brasileiro precisa adotar para reduzir danos ´provocados pela decisão da multinacional automobilística de parar de produzir carros no Brasil

5 – Governo terá menor verba para investir em 15 anos – Este é o título de chamada no alto da primeira página do jornal hoje.  Quais são as principais causas dessa decisão dos investidores internacionais em relação à volta ao crescimento econômico do Brasil

6 – Macron liga soja do País a desmate da Amazônia – Eis aí outro título em posição de destaque na primeira página do jornal hoje. Há alguma surpresa nessa declaração do presidente da França que pode dificultar a volta à normalidade após ser contido o contágio do novo coronavírus no Brasil.

Comentário no Jornal Eldorado: Ford deixa Brasil pária para trás

Comentário no Jornal Eldorado: Ford deixa Brasil pária para trás

A Ford, fundada por Henry Ford, inventor do automóvel, comunicou o fim da sua fabricação de carros no Brasil. A montadora anunciou que “encerrará a produção nas unidades de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e da Troller (Horizonte, CE) durante o ano de 2021, à medida em que a pandemia de Covid-19 amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de grandes perdas.”  A fabricante informou que manterá no País apenas a sede administrativa da América do Sul, o Centro de Desenvolvimento de Produto e o Campo de Provas de Tatuí, no interior paulista. É uma página virada no capítulo das montadoras de automóveis, que começaram a vir para o Brasil no governo de Juscelino Kubitscheck, nos anos 50. E sinal de que nosso governo, pária no mundo, não terá vida mansa.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentários na terça-feira 12 de janeiro de 2021

1– Após um século, Ford encerra produção de veículos no País – Esta é a manchete de primeira página da edição de hoje do Estadão. Qual é o impacto que tem uma notícia como essa na economia em pandarecos no Brasil da pandemia e da recessão

2 – Banco do Brasil quer fechar 112 agências e cortar 5 mil funcionários – Esse é o título de outra chamada no alto da primeira página do jornal. O que há a dizer sobre um corte dessa profundidade no maior banco brasileiro sobre nosso dia-a-dia

3 – Pazuello fala em mais tempo entre doses de vacina – Registra uma notícia na primeira página do Estadão. Que efeitos desastrosos produzem os escassos e sem informações relevantes pronunciamentos do ministro da Saúde brasileiro

4 – O pato de Donald repetirá o patrão – Esse é o título de seu artigo publicado desde ontem no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão. Para que você chama a atenção de nossos ouvintes a respeito desse seu texto

5 – Partidos bancam jatinhos para campanhas de Arthur Lira e Baleia Rossi. Esse é o título de notícia destacada na capa do Portal do Estadão agora. O que ela revela a respeito da consciência cívica de nossos representantes na Câmara dos Deputados

6 – Câmara pede impeachment de Trump – Eis o título de uma chamada na primeira página do jornal. Qual será o efeito dessa dura decisão da presidente da Casa dos Representantes, a democrata Nancy Pelosa, encerrando a guerra instalada pelo presidente republicano, Donald Trump, nos últimos dias conturbado do mandato

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro segue Pinochet, diz César

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro segue Pinochet, diz César

Dois projetos tramitam no Congresso mudando leis orgânicas das Polícias Militares e Civis, tirando poder de governadores e violando a autonomia federativa prevista na Constituição. Na reunião de 22 de abril, Bolsonaro disse ter inteligência própria, embora lhe falte a propriamente dita, e grande parte dela está nas mãos de militares. Defende a excludente de ilicitude, que assegura impunidade a militares que matam em ações policiais E não perde uma cerimônia de formatura em academias militares, O pai de Rodrigo Maia, César Maia, lembrou que, no Chile, o golpe militar de Pinochet contou com os carabineros, por isso promovidos a quarta força armada. Muitos dos investigados na invasão do Capitólio no dia dos Santos Reis são de aparelhos de seguranças estaduais nos EUA.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da segunda-feira 11 de janeiro de 2021

1 – Projetos limitam poder de governadores sobre polícias civil e militar – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão de hoje. Qual a sua avaliação sobre o propósito dessa iniciativa que interfere na autonomia federativa garantida pela Constituição

2 – Fim de auxílio pode jogar 3 milhões e 400 mil na extrema pobreza – Este é outro título forte de chamada na primeira página de jornal. O que ainda pode ser feito para evitar essa nova tragédia que atingirá os brasileiros mais pobres na completa tragédia social depois da pandemia e da recessão econômica dela resultante

3 – O que justifica, a seu ver, o pedido de explicações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa – ao Instituto Butantã, laboratório estadual paulista, para liberar para uso emergencial a Coronavac, que produz em parceria com o laboratório Sinovac chinês, no momento em que adota atitude oposta em relação à vacina da Astrozeneca em parceria com a Universidade de Oxford e a Fundação Instituto Oswaldo Cruz, federal,

4 – Para que aspecto do atual panorama jurídico chama a atenção a edição desta semana da série Nêumanne Entrevista com o desembargador Fausto De Sanctis do TRF-3, de São Paulo, que você publica desde ontem no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão, sob o título Desembargador lamenta fim da Lava Jato

5 – 0 que você tem a dizer sobre o pedido de impedimento feito pelo desembargador Paulo Espírito Santo nos julgamentos relativos à Operação Lava Jato no Rio de Janeiro após atuar por mais de três anos no Tribunal Regional Federal da Segunda Região

6 – Câmara quer julgar Trump nesta semana – Esse é o título de uma chamada na primeira página do Estadão hoje. O que justifica essa reação radical do Congresso norte-americana à invasão do Capitólio na semana passada,

 

Comentário no Jornal Eldorado: Trump, palhaço em busca de circo

Comentário no Jornal Eldorado: Trump, palhaço em busca de circo

Depois de espernear até não poder mais, perdendo todas as disputas judiciais e não convecendo seu vice, Mike Spence, a alterar o destino da reunião de confirmação no Congresso, o presidente dos EUA, Donald Trump, prometeu transição ordenada após truculenta invasão do Capitólio, que terminou por confirmar a vitória de Joe Biden. Mas não dá para confiar no republicano: a crônica do golpe anunciado desde que  venceu a democrata Hilary Clinton em 2016 e a aposta radical e desesperada que ele fez numa estratégia de confronto à democracia fundada pelos Pais Fundadores há quase dois séculos e meio levaram a um impasse, cuja única solução é impeachment para conter danos do quebra-quebra institucional que provocou esse palhaço em busca de um circo, como definiu o brasileiro Ophir de Toledo, que vive na Flórida.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na sexta-feira 8 de janeiro de 2021

1 – Bolsonaro liga 2022 a atos nos Estados Unidos e é criticado – Este é o título de uma chamada de primeira página na edição impressa do Estadão hoje. Você interpreta essa afirmação como aviso, ameaça, prevenção ou esperneio do presidente da República

2 – Cresce movimento para afastar Trump – Este é outro título de chamada da primeira página do jornal de hoje. E o que você me diz de o fato de Trump ter mudado o discurso para evitar ser punido deixando seu discípulo brasileiro sem apoio internacional para tentar produzir o anunciado “efeito Orloff” na próxima eleição

3 – Coronavac tem eficácia de 78%, Saúde pede 100 milhões de doses – Esta é a manchete de primeira página do Estadão de hoje. E agora, José? Essa notícia está pondo fim à guerra política pela vacina contra covid no Brasil ou você acha que ela mal começou

4 – País relaxa nos cuidados e chega a 200 mil mortes por covid – Qual o tamanho do susto causado por essa notícia trágica e até que ponto ela pode convencer os cidadãos brasileiros a adotarem a prevenção recomendada pelos especialistas para deter o contágio da pandemia

5 – Senadora pode ganhar 52 mil reais por 15 dias no cargo – O que você acha que há a dizer sobre um gasto tão absurdo nesse momento de agonia e apreensão por que passa o Brasil agora

6 – Genival Lacerda, ícone do forró, morre aos 89 anos de covid-19 – Esse é o título de chamada de capa no Portal do Estadão. Que recordações você pode trazer a nós e nossos ouvintes sobre esse grande nome da música regional nordestina que agora sai de cena

Comentário no Jornal Eldorado: O quebra-quebra institucional de Trump

Comentário no Jornal Eldorado: O quebra-quebra institucional de Trump

A sessão do Congresso que confirmou o resultado das eleições norte-americanas não foi, como se esperava, o ato simbólico que costuma ser. No dia dos Santos Reis, os trabalhos foram suspensos após extremistas pró-Trump invadirem o Capitólio para impedir a validação do resultado. Quatro pessoas morreram e 52 foram presas em meio ao caos promovido pelos vândalos. Depois do desfecho, Trump prometeu transição ordenada. Mas não dá para confiar nele É a crônica do golpe anunciado desde que Trump venceu Hilary Clinton em 2016 e apostou numa estratégia de confronto à democracia, fundada pelos Pais Fundadores há dois séculos e meio. A solução é o impeachment para conter  danos do quebra-quebra institucional provocado por Trump, Um palhaço em busca de um circo, define Ophir de Toledo na Flórida.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na quinta-feira 7 de janeiro de 2020

1 – ATAQUE Á DEMOCRACIA – Manchete de primeira página na edição impressa do Estadão hoje, em letras capitais, constata a confirmação da vitória eleitoral do democrata Joe Biden derrotando o atual presidente dos Estados Unidos mesmo após ataque ao Congresso por manifestantes pró-Trump. O que esse fato revela neste trágico momento mundial

2 – Georgia dá a Biden controle das duas casas do Congresso – Esse é o título de chamada também no alto da primeira página do jornal. O que representa esse resultado do segundo turno da eleição para o Senado num Estado tradicionalmente conservador no qual o presidente republicano Trump contava com vitória certa

3 – Bolsonaro diz ser ligado a Trump e que eleições foram fraudadas Este é o título principal da Editoria Internacional do Portal do Estadão. O que pode ser dito a respeito dessa declaração do presidente brasileiro, que voltou a alegar fraude no pleito por ele disputado em 2018

4 – Suspensão de compra de seringas ameaça vacinação no País – Esse é o título de outra chamada de primeira página do jornal de hoje. O que significa para a saúde do povo brasileiro a notícia sobre a decisão de Bolsonaro de suspender compra de seringas e agulhas até seu preço baixar em plena pandemia mundial provocada pelo novo coronavírus

5 –  Agronegócio leva Doria a recuar em ajuste fiscal – Esse é o título de chamada na primeira página do Estadão. O que tem a dizer sobre a decisão do governador do Estado de São Paulo de voltar atrás no aumento do ICMS neste instante de recessão econômica por causa da pandemia

6 – O Bolsonaro de sempre – Esse é o título do editorial que abre a página A2, de Opinião no jornal de hoje. A que conclusão o Estadão, que completou 146 anos de existência esta semana, chega a respeito da declaração do presidente da República de que o Brasil está quebrado e ele não pode fazer nada

Página 2 de 22312345...1015202530...»
Criação de sites em recife Q.I Genial