Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Só há cartazes de “procura-se”

Só há cartazes de “procura-se”

E que ninguém me venha com essa patacoada de que não há substitutos para os mandatários dos três Poderes atingidos no tiroteio. Há, no mínimo, 200 milhões de brasileiros honestos o suficiente para substituí-los nas tarefas que poucos deles não desonraram.

Este é o último parágrafo de meu artigo “Não há ingênuos nesse prostíbulo”, publicado na página 2 do Estadão da quarta-feira 14 de junho de 2017.

Para ler a íntegra do artigo clique aqui 

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial