Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Papangu: cinco anos

Papangu: cinco anos

Tenho pra mim que o jornalista que se preze tem de ser sempre hostil à autoridade. Esta, contudo, não é uma tarefa fácil em lugar nenhuma – na Zoropa, na França, na Bahia e até nos Estados Unidos da América. No Brasil, ela é dificultada pelas limitações financeiras das empresas jornalísticas, que se traduzem em salários vis para os profissionais de imprensa, rádio e TV, e também pelas facilidades permitidas pela mistura maligna entre engajamento político e falta de liberdade ampla de expressão – que leva inexoravelmente à falta de informação isenta e imparcial para o público. A coisa fica mais difícil ainda no Nordeste, onde a penúria dos meios de comunicação e a radicalização da partidarização política nos veículos de comunicação são quase proibitivas do exercício da liberdade de expressão. E é por isso que louvo e não me canso de louvar a contribuição dada por esta Papangu à circulação de informações relevantes e opiniões plurais, além de tiradas irreverentes, em comunidades interioranas com poucas possibilidades de participar do livre fluxo e debate de notícias e idéias. Túlio Ratto, um gênio da caricatura, presta um serviço inestimável às cidades da região de Mossoró, do Rio Grande do Norte e do Nordeste em geral ao segurar a peteca deste periódico ao longo de um largo período de cinco anos. Não deve estar sendo muito fácil, mas com certeza é muito útil esta perseverança dele e da equipe que mantém a revista atualizada, imparcial, hostil à autoridade, leve e engraçada ao mesmo tempo. Parabéns e muito obrigado, pessoal!

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial