Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

José Nêumanne cidadão

José Nêumanne cidadão

Em maio de 1970, desembarcado do Rio de Janeiro direto para o rigoroso inverno paulistano, José Nêumanne Pinto foi levado pelo amigo de infância Arnaldo França Xavier, poeta e militante do movimento negro, a José Eurícledes Ferreira, o boêmio Formiga, poeta e chefe do cartório da Justiça Federal em São Paulo. Em 1º de junho, o paraibano de Uiraúna, que era distrito do município de São João do Rio do Peixe em 1951, ano de seu nascimento, acompanhou o padrinho em visita a Claudio Abramo, diretor da redação da Folha de S.Paulo, à Alameda Barão de Limeira, 425, Campos Elíseos, em São Paulo. Ali ganhou uma profissão e um emprego.
Mais de 40 anos depois, na noite da quinta-feira 4 de novembro de 2010, o poeta, escritor, jornalista e chefe dos editorialistas do Jornal da Tarde, articulista de O Estado de S. Paulo e comentarista da Rádio Jovem Pan e do Jornal do SBT recebeu das mãos do vereador Quito Formiga (PR) o título de cidadão paulistano. O projeto, de autoria do filho de Eurícledes (conhecido na Paraíba natal como Euriclides) Formiga, foi aprovado por unanimidade.
Na solenidade de entrega, no salão nobre da Câmara, falaram o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), o deputado estadual João Mellão Neto, o secretário de Educação e Cultura do Estado da Paraíba, Francisco Sales Gaudêncio (filho de São João do Rio do Peixe), representando o governador José Targino Maranhão, a deputada federal Luíza Erundina (também natural de Uiraúna, PB), o secretário de Cultura do Estado de São Paulo, Andrea Matarazzo, o autor da propositura e o homenageado.
Depois da solenidade, os convidados presentes participaram de um coquetel, que contou com as presenças do governador do Estado de São Paulo, Alberto Goldman, da viúva de Formiga, Anabel, amigos, colegas e familiares de Nêumanne.

O jornalista, poeta e escritor paraibano (de Uiraúna) José Nêumanne Pinto recebe na quinta-feira 4 de novembro de 2010 o título de cidadão paulistano, concedido por unanimidade pela Câmara Municipal de São Paulo. Nêumanne mora em São Paulo há 40 anos: chegou em 1970 e começou no jornalismo pelas mãos de Cláudio Abramo, que então dirigia a redação da Folha de S.Paulo, a quem foi apresentado por um conterrâneo, Eurícledes Formiga, poeta e funcionário público nascido em São João do Rio do Peixe, sede do município do qual Uiraúna era distrito quando ele nasceu, em 1951. A proposta do título foi apresentada à Câmara pelo vereador Quito Formiga, filho de Eurícledes.

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial