Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Estadão às 5 na TV Estadão: A banca dos distintos

Estadão às 5 na TV Estadão: A banca dos distintos

É pouco provável que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, acate pedido de 17 colegas dela, procuradores federais do Rio de Janeiro, para afastar Gilmar Mendes de casos que envolvam Orlando de Santos Diniz, presidente da Fecomércio daquele Estado por 20 anos, no STF. A alegação é grave: um patrocínio de R$ 50 mil para o Instituto de Direito Público, que pertence ao ministro, que se diz supremo. Mas ele tem sólida blindagem: indicou a chefe do Ministério Público Federal a Temer, que a nomeou, e colegas de toga e senadores da República, únicos que podem julgá-lo, não demonstram muita disposição para encampar pleitos que contrariem o amplo, geral e irrestrito corporativismo, que lhes garante até ala exclusiva no aeroporto. Argh! Este é um de meus comentários no Estadão às 5 na TV Estadão, ancorado por Emanuel Bomfim, com comentários sobre a alta do dólar de Celso Ming, colunista de economia, transmitido do estúdio na redação do jornal e retransmitido por Youtube, Twitter, Periscope e Facebook na quinta-feira 7 de junho de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/a-banca-dos-distintos/

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial