Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto no YouTube: Marajás não serão sacrificados

Direto ao Assunto no YouTube: Marajás não serão sacrificados

A semana considerada crucial para a redução da velocidade do contágio da covid-19 começou com a notícia de uma medida provisória do governo Bolsonaro permitindo que patrões dispensem do trabalho funcionários por quatro meses, sem lhes pagar salário. Ao tomar conhecimento da péssima repercussão da medida, o próprio presidente trocou não pagamento por redução de salários. Mas isso não muda o essencial: como acontece desde sempre, primeiro os trabalhadores e depois os patrões da iniciativa privada assumem os sacrifícios necessários para enfrentar as crises econômicas e os problemas de caixa. Desta vez, na ocorrência de uma pandemia contra a qual a humanidade declarou guerra, tudo se repete, e os maganões que não servem ao público, mas se servem da República, mantiveram seus altos salários, suas aposentadorias integrais, os auxílios de todo o tipo, etc. A injustiça se perpetua. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

 

 

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial