Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentários no Estadão às 5: Óleo de peroba pro STF

Comentários no Estadão às 5: Óleo de peroba pro STF

Em definitivo, o Supremo Tribunal Federal precisa de muito óleo de peroba para lustrar a cara de pau de seus ministros. A presidente Cármen Lúcia disse que perdeu, “mas não queria estar ao lado dos vencedores”. Não é das melhores frases dela, porque fica a impressão de que se sentiu confortável por perder, ser aumentada e relegar aos vencedores as batatas do desgaste. Ricardo Lewandowski foi o mais infeliz, ao comparar o R$ 1 bilhão resgatado pela Operação Lava Jato do roubo na Petrobrás com o reajuste dos vencimentos dos supremos, que no Judiciário custará R$ 800 bilhões, mas nas contas públicas gastará R$ 4 bilhões. Logo ele, que só favorece a impunidade… Náusea e ira! Este é meu comentário no Estadão às 5, programa da TV Estadão, ancorado por Emanuel Bomfim, transmitido do estúdio no jornal e retransmitido por Youtube, Twitter e Facebook na quinta-feira 9 de agosto de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/oleo-de-peroba-pro-supremo/

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial