Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: Passo arriscado de Bolsonaro

Comentário no Jornal Eldorado: Passo arriscado de Bolsonaro

Criação de partido político pelo presidente Jair Bolsonaro, “para enfrentar o PT nas urnas”, é, no mínimo, uma aventura de alto risco como solução para a crise interna do PSL, legenda pela qual se elegeu, depois de briga com parlamentares ligados ao presidente da sigla, Luciano Bivar. Há partidos demais – 32 registrados – e a solução à vista para essa miríade confusa é a cláusula de barreira, que deveria limitar para, no máximo, uma dezena. E não parece haver condições objetivas para facilitar a governabilidade, já bastante avariada antes desta novidade que não parece nada alvissareira.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quarta-feira 13 de novembro de 2019

1 – Haisem – No alto da primeira página do Estadão uma chamada anuncia no título que Bolsonaro anuncia nova sigla para enfrentar PT. Isso é uma aventura ou tem alguma possibilidade de dar certo

2 – Carolina – O título da chamada ao lado é Sem DPVAT, motociclista será o mais prejudicado. O que mais aparece de suspeito nesta decisão do presidente da República para 1.º de janeiro de 2020

3 – Haisem – Que lição pode ser dada a Jair Bolsonaro pelo Congresso Nacional se Congresso adotar decisão da comissão de deputados e senadores rejeitando o conteúdo da medida provisória assinada por ele permitindo a publicação de balanços de empresas apenas na internet

4 – Carolina – Por que você põe em dúvida com um ponto de interrogação o apoio de Jair Bolsonaro à jurisprudência que autorizava o começo de cumprimento de pena para condenados em segunda instância no título de seu artigo na página 2 do Estadão de hoje

5 – Haisem – Você acha oportuna a discussão aberta pelos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, a respeito da convocação de uma nova Constituinte para promover a volta da permissão do começo de cumprimento de pena de condenados na segunda instância

6 – Carolina – Que informações você ainda tem a dar sobre a decisão da Justiça Federal de São Paulo de mandar fazer busca e apreensão no escritório do advogado Márcio Thomaz Bastos, que foi ministro da Justiça no primeiro governo Lula e morto faz tempo

7 – Haisem – Qual é a referência que você fez à atuação desse mesmo ex-ministro em seu livro O que sei de Lula, lançado há oito anos

8 – Carolina – Senadora se declara sucessora interina de Evo – este é o título de mais uma chamada na primeira página do Estadão sobre a crise da Bolívia. A seu ver, a decisão põe água ou gasolina na fervura da crise política e administrativa no país vizinho

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial