Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: Lei para proveito próprio

Comentário no Jornal Eldorado: Lei para proveito próprio
Aprovada na Câmara de Maia, lei que facilita crime eleitoral e de partidos e autoriza meliantes a pagarem advogados com dinheiro público não passou no Senado e voltou à origem. Alcolumbre traiu pacto da semana passada, mas pressão da sociedade e do grupo Muda Senado devolveu o texto para a Câmara, mantendo o fundão da eleição sem valor determinado e eliminando excrescências. Centrão vai se esforçar para manter o mostrengo original e cabe à sociedade reagir na quarta 18 da forma como venceu a batalha da terça 17 e exigir atitude de representante, e não de dirigente de clube privado, de parlamentares.
Para ouvir clique no play abaixo:
Ou clique aqui e, em seguida, no play.
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para o comentário da quarta-feira 18 de setembro de 2019

 1 – Haisem – A manchete do Estadão de hoje registra: Senado corta benesses a partidos, mas fundo eleitoral pode crescer. Que lições traz à política brasileira esta votação de ontem da lei que, em teoria, pretende reorganizar as disputas eleitorais e a contabilidade dos partidos

SONORA_MAIA 1809

 2 – Carolina – Na discussão específica do texto final aprovado pela Câmara e levado para aprovação do Senado qual senador você destacaria

 3 – Haisem – Que motivos tem o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes para marcar a votação da suspeição do ex-juiz Sérgio Moro, ministro da Justiça, na condenação de Lula em Curitiba

 4 – Carolina – Que significado querem dar o candidato favorito à eleição presidencial na Argentina Alberto Fernández e Chico Buarque ao marcarem visita para quinta-feira a Lula na PF de Curitiba

 5 – Haisem – PGR cita político como suspeito de mandar matar Marielle, revela Estadão na primeira página. Que contribuição você acha que a ex-procuradora-geral da República, Raquel Dodge deu à investigação da execução da vereadora e seu motorista Anderson Gomes, acusando o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Rio Domingos Brazão de ser um dos mandantes do crime

SONORA_DODGE A

 6 – Carolina – O que você acha que o futuro procurador-geral da República, Augusto Aras, tem em vista ao convidar a procuradora Thaméa Danelon, que você entrevistou para seu Blog recentemente, para a equipe dele

 7 – Haisem – Outro título do alto da primeira do Estadão é o seguinte: MP do Rio defende foro especial para Flávio Bolsonaro. Você tem ideia do que pode justificar essa medida

 8 – Carolina – Você acha que a resposta do ex-presidente Michel Temer no programa Roda Viva da TV Cultura anteontem de que não teria contribuído para o golpe contra Dilma Rousseff foi sincericídio ou não passou de um mero lapso de linguagem

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial