Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: Haddad, a mosca da vez

Comentário no Jornal Eldorado: Haddad, a mosca da vez

A 10 dias do primeiro turno da eleição, o primeiro colocado nas pesquisas, Jair Bolsonaro, do PSL, ausente, foi esquecido pelos adversários que disputam a Presidência com o marketing negativo dos que parecem alijados da disputa final – Ciro Gomes, do PDT, Geraldo Alckmin, do PSDB, Marina Silva, da Rede, e Álvaro Dias, do Podemos – e deixaram o líder fora do debate SBT/Folha/Uol. Passaram a atacar o preposto de Lula, Fernando Haddad, do PT, com artilharia pesada, que ressuscitou a responsabilidade dos petistas na presente crise, os escândalos de corrupção do mensalão e do petrolão e outros de seus pontos fracos. Voto útil não colou, e a decisão se haverá segundo turno dependerá do voto envergonhado.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – 107,3 – na quinta-feira 27 de fevereiro de 2018, às 7h30m)

Para ouvir, clique no play abaixo:

OU clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Clique aqui!

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

Acesse. Clique aqui!

Abaixo, os assuntos do comentário da quinta-feira 27 de setembro de 2018:

1 – Haisem – Por que será que ontem, no debate do SBT Folha e Uol, os candidatos que disputam um lugarzinho ao sol do segundo  turno – Ciro Gomes, do PDT, Geraldo Alckmin, do PSDB, e até Marina Silva, do Rede Solidariedade – resolveram bater no PT e em Fernando Haddad, logo neste momento em que este aparece consolidado no segundo lugar, ali logo abaixo de Jair Bolsonaro, do PSL, nas pesquisas de preferência do voto?

SONORA DEBATE 2709 A MARINA X PT

2 – Carolina – Você acha que foi justa a confirmação pelo plenário do Supremo Tribunal Federal, em votação da ação encaminhada pelo PSB de Pernambuco, relatada pelo ministro Luís Roberto Barroso, da decisão da presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, de manter proibidos de votar os eleitores que não atenderam ao cadastramento biométrico obrigatório?

3 – Haisem – O que você achou da decisão do Tribunal Superior Eleitoral de autorizar o uso de Lula na campanha do candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, incluindo a frase Lula é Haddad, mas também proibir que sejam feitas gravações de apoio pelo ex-presidente condenado e preso em Curitiba?

4 – Carolina – Qual a relevância da análise feita pelo sociólogo Rubens Figueiredo na série Nêumanne entrevista desta semana a respeito do esperado e do inusitado na atual eleição para presidente da República?

5 – Haisem –Se o apelo pelo voto útil, feito principalmente pelo tucano Geraldo Alckmin, até agora não permitiu que o candidato decolasse, como registrou a manchete do Estadão, qual pode vir a ser, que tipo de voto pode aparecer agora que as pesquisas não teriam como registrar?

6 – Carolina – De que adianta o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região ter mantido a condenação do ex-chefe da Casa Civil de Lula e ex-presidente do Partido dos Trabalhadores se ele já foi solto por decisão monocrática do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, confirmada depois pela maioria de seus colegas da Segunda Turma?

7 – Haisem – O que você tem a comentar sobre o discurso de estréia do primeiro presidente de Cuba que não pertence ao clã Castro, Miguel Díaz Canel, criticando a prisão e a proibição de Lula disputar a eleição presidencial no Brasil e também defendendo os companheiros deles Daniel Ortega, da Nicarágua, e Nicolás Maduro, da Venezuela?

8 – Carolina – Por falar nele, o que você achou da repentina e surpreendente aparição do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na Assembléia Geral da ONU, na qual ele fez um discurso em que disse aceitar a possibilidade de conversar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que, na mesma reunião, sugeriu o encontro, mas também não descartou intervenção na Venezuela?

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial