Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: Cadê a Justiça?

Comentário no Jornal Eldorado: Cadê a Justiça?

Tecnicamente, a presidente do Superior Tribunal de Justiça, Laurita Vaz, de plantão nas férias, pode ter razão ao deixar de julgar pedido do Ministério Público Federal para determinar qual é a autoridade judiciária responsável pelo fim ou pela manutenção da prisão de Lula. Afinal, ela mesma tomou decisão elogiável de esclarecer que uma decisão autocrática em plantão não pode passar por cima da autoridade da 8.ª Turma do TRF-4. Só que uma decisão do plenário do STJ agora poderia encaminhar o tema para o STF e, com isso, dar um basta à enxurrada de habeas corpus em favor do preso mais famoso do Brasil e esclarecer, de uma vez por todas, se, afinal, a Lei da Ficha Limpa continua valendo e o tornando inelegível, ou não, em benefício do eleitor confundido.

(Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na sexta-feira 20 de julho de 2018, às 7h30m)

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique no link abaixo e, em seguida, no play:

https://soundcloud.com/jose-neumanne-pinto/neumanne-200718-direto-ao-assunto-1

Para ouvir O Goiabão, com Eduardo Araújo, clique no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=NSEnVT9Uaj0

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/cade-a-justica/

Abaixo, os assuntos do comentário de sexta-feira 20 de julho de 2018

SONORA Goiabão Eduardo Araújo

https://www.youtube.com/watch?v=NSEnVT9Uaj0

1 – O que o senhor tem a dizer sobre a decisão da presidente do Superior Tribunal de Justiça, Laurita Vaz, que, em resposta ao Ministério Público Federal, considerou superada a celeuma criada pelo desembargador plantonista no Superior Tribunal Federal da 4.ª Região de Porto Alegre, Rogério Favreto, ao mandar soltar Lula no domingo 8 de julho passado?

2 – A seu ver, é ou não é adequada a providência tomada pelo corregedor do Superior Tribunal de Justiça, desembargador João Otávio de Noronha, pedindo esclarecimentos aos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região de Porto Alegre Rogério Favreto e João Gebran Neto e ao juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, para investigar oito acusações contra o primeiro e duas contra o terceiro?

3 – Você acha que o vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça, desembargador Humberto Martins, teve razões técnicas sólidas para negar mais um pedido para que Lula seja autorizado a dar entrevistas na sala de estado maior onde está preso em Curitiba?

4 – Será que o acordo celebrado pelos partidos do chamado Centrão ontem com o ex-governador paulista Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB à Presidência da República, é mesmo pra valer ou não passa de fogo de palha de uma campanha que, mesmo a três meses das eleições gerais de outubro, ainda parece completamente indefinida?

5 – Como ainda é possível que se tenha descoberto que o ex-articulador político de Temer, Geddel Vieira Lima, do MDB da Bahia, e o ex-senador Luiz Estêvão, que também pertence á longa galeria dos acusados do MDB que continuam filiados ao partido, ainda gozavam de regalias ilícitas no presídio da Papuda, onde ambos cumprem pena por corrupção, tendo sido, por isso, transferidos das celas que ocupavam e isolados em outras, individuais?

6 – Na sua opinião, a postura de apoio à brutal, corrupta e tirânica ditadura do sandinista Daniel Ortega na Nicarágua, que o Partido dos Trabalhadores não consegue esconder, tem algo a ver com a cumplicidade que esse grupo que derrubou Anastácio Somoza há 39 anos, demonstrada pela participação de Lula nas campanhas dele e da mulher, chegando até ao “empréstimo” do marqueteiro-mor do PT João Santana?

7 – Como você avalia a última decisão do parlamento israelense de aprovar uma lei que passa a considerar Israel um estado exclusivamente judeu?

8 – Você acredita que teria sido possível que realmente a morte da bancária Lilian Calixto possa ser atribuída a mera “fatalidade”, como definiu o apontado pela policia de responsabilidade Denis Furtado, que se autointitula o dr. Bumbum, ao se entregar à autoridade policial na companhia de sua mãe, Maria Aparecida Barros Furtado, acusada de cumplicidade no mesmo crime?

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial