Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro ajuda fuga de Weintraub

Comentário no Jornal Eldorado: Bolsonaro ajuda fuga de Weintraub

Decidida na quinta-feira 18, a exoneração a pedido de Abraham Weintraub do Ministério da Educação só foi oficializada no sábado 20, quando edição extra do Diário Oficial a publicou. Isso só foi feito quando ele já estava em território americano e liberado de cumprir a quarentena obrigatória determinada pelo governo Trump por ter usado passaporte diplomático a que tinha direito pela condição de ministro de Estado, que não tinha mais. Como é duas vezes alvo de inquérito do STF por insultar seus membros de “vagabundos”, que deveriam estar na cadeia, e a China, de forma preconceituosa, ele antecipou sua ida aos EUA, onde tem emprego garantido no Banco Mundial, em Washington. Constitucionalista Ferreira Pinto avisa que a legislação norte-americana não permite esse truque.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 
 

Assuntos para comentários na segunda-feira 22 de junho de 2020:

1 – Haisem – Quais podem ser as conseqüências nos Estados Unidos da informação de que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, ajudou o ex-ministro da Educação Abram Weintraub a sair do País com passaporte diplomático, adiando para o Diário Oficial de sábado 20 de junho sua exoneração a pedido, anunciada publicamente um dia antes

2 – Carolina – Que conseqüências você prevê para a manutenção de Flávio Bolsonaro no Senado e de Jair Bolsonaro na Presidência da República após a publicação da notícia de que o Ministério Público do Rio considera o primeiro “chefe de organização criminosa” na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro

3 – Haisem – Prisão de Queiroz servirá de base para 1.ª denúncia – É o título de notícia que abre o noticiário da Editoria Política do Estadão na edição do Portal do Estadão de hoje – O que justifica, a seu ver, tanta demora considerando-se que a primeira notícia do escândalo na Alerj foi dada neste mesmo jornal em dezembro de 2018

4 – Carolina – O que levou o advogado Frederick Wasef à condição de íntimo da família presidencial, advogado de Flávio Bolsonaro no escândalo da Alerj e, depois, do presidente Jair Bolsonaro, ao assumir a tentativa de reabrir o processo contra Adélio Bispo no processo da facada em Juiz de Fora

5 – Haisem – As críticas da filha de Queiroz ao modo de agir do pai – diz título de chamada na capa do Portal do Estadão agora. Por que este assunto de natureza pessoal e familiar está ganhando relevância neste grave momento de crise política do governo Bolsonaro em plena pandemia

6 – Carolina – Generais criticam presença de militares da ativa no governo – Diz título de chamada de notícia na capa do Portal do Estadão que está no ar agora. Até que ponto você acredita que tais críticas poderão interferir no governo, já enfraquecido politicamente com a perspectiva de avanço do inquérito do Ministério Público do Rio sobre escândalo financeiro na Alerj

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial