Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Comentário no Jornal Eldorado: A bomba-relógio de Fabrício

Comentário no Jornal Eldorado: A bomba-relógio de Fabrício

Bolsonaro passou nervosinho pelo chiqueirinho à frente do Alvorada e ficou o dia todo calado até a hora live, quando demonstrou muito nervosismo e disse que Fabrício Queiroz não estava foragido, sua prisão foi “espetaculosa”, e, para ele, “o caso está encerrado”. Foi a piada do dia. Pois o escândalo do peculato nem está perto do fim. Segundo o MP, ele ameaça testemunhas e altera provas, continua delinqüindo e há risco de fuga. Prisão preventiva, não provisória, sem prazo foi justificada porque o investigado prometia “lobby no alto”. Por que será, hein? A transferência do ex-faz-tudo do filho do presidente do cativeiro para a cela ativa nova ‘bomba-relógio’ no principal gabinete do Palácio com potencial de ser ainda mais perigosa do que as outras investigações envolvendo o presidente e sua família no Congresso, STF e TSE.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e no play:

 

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para comentário na sexta-feira 19 de junho de 2020:

1 – Haisem – Prisão de Queiroz aumenta o cerco da Justiça à família Bolsonaro – esta é a manchete da edição impressa do Estadão hoje. A que caminhos pode levar a mudança do ex-faz-tudo do senador Flávio Bolsonaro para o complexo penitenciário de Gericinó, em Bangu, no Rio

2 – Carolina – Entrada de Wassef no caso Queiroz empacou andamento da Justiça no Rio – é o título de uma chamada de capa no Portal do Estadão, que está no ar agora. Qual a relevância do advogado da família presidencial na decisão de esconder um investigado pelo Ministério Público do Rio na casa deste em Atibaia

3 – Haisem – Queiroz, sua mulher e advogado de Flávio Bolsonaro teriam orientado mãe de miliciano morto – O que esta descoberta do Ministério Público do Rio no caso pode alterar nosso entendimento da relação do clã Bolsonaro com as milícias instaladas na periferia do Rio de Janeiro

4 – Carolina – Por trégua com o STF, presidente demite Weintraub do MEC – diz a segunda notícia mais importante na primeira página do Estadão de hoje. Que mudanças esta decisão podem, a seu ver, reduzir a tragédia de incompetência e guerra ideológica na péssima gestão da Educação no País

5 – Haisem – Hospitais do interior já estão lotados – esta é a notícia mais relevante na edição impressa do Estadão de hoje. Em que ela é reveladora dos erros da gestão da Saúde da pandemia no Brasil, na sua opinião

6 – Carolina – Comemoração contida e menos cusparadas – este é o título da chamada da primeira página do Estadão sobre a reabertura do Maracanã vazia para a volta do campeonato carioca de futebol profissional. Qual sua opinião sobre esta novidade

Envie para um amigo

Criação de sites em recife Q.I Genial