Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Jornal Eldorado: Vitória contra Estado cartorial

Comentário no Jornal Eldorado: Vitória contra Estado cartorial

A Câmara dos Deputados aprovou ontem a MP da liberdade econômica e esta pode ser considerada mais uma vitória do governo no Congresso. A questão é saber se as tentativas de desburocratizar o emprego e as relações do cidadão com o Estado cartorial brasileiro sairão do papel para a prática. Já houve tentativas bem intencionadas de fazê-lo. O executivo Hélio Beltrão chegou a ser quase um nome próprio para o combate contra a paralisia burocrática ocupando o Ministério da Desburocratização. No entanto, à medida que o tempo passa, mais burocratizadas têm sido as relações entre a cidadania e a máquina governamental com seu cipoal de leis, decretos e portarias.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quarta-feira 14 de agosto de 2019

1 – Haisem – “Câmara aprova texto-base da Medida Provisória que reduz burocracia”, diz a manchete do Estadão hoje. Que conseqüências isso trará para nosso dia a dia

SONORA_MAIA 1408 B

2 – Carolina – O Coaf estava na Fazenda, foi para Justiça, voltou para Economia e agora a equipe econômica do governo pretende dar autonomia ao Banco Central e anexar a inteligência econômica financeira a sua nova estrutura. Esse vaivém é razoável e aprimora a administração, a seu ver?

3 – Haisem – Você acha que pega bem para o presidente do Brasil reclamar da esquerdalha da Argentina e o candidato peronista à Presidência, que venceu com larga margem as prévias do fim de semana, Alberto Fernández, que tem Cristina Kirchner, ammigona de Lula, como vice, chamar o brasileiro de racista, misógeno e violento. Baixaram demais o nível, não foi

4 – Carolina – Quais são os sinais emitidos pela decisão do PSL de expulsar Alexandre Frota porque criticou o presidente Jair Bolsonaro

5 – Haisem – Você diria que a guerra ideológica declarada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, está prejudicando ou ajudando à União Nacional dos Estudantes, que tem andado bem longe de seus velhos tempos de glória

6 – Carolina – Por que Lula pediu a deputados da dita resistência de esquerda que entregasse pessoalmente uma carta de próprio punho de agradecimento a Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados

7 – Haisem – Que motivos justos, razoáveis e graves levaram o Conselho Nacional do Ministério Público a desconsiderar arquivamento das queixas contra o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, e abrir três processos contra ele

8 – Carolina – O acordo de lideranças no Senado para votar finalmente a reforma da Previdência em 2 de outubro é uma notícia que pode aliviar as péssimas novidades da economia nestes dias ou poderá vir a se tornar mais uma decepção para os pobres e desempregados deste País

Comentário no Jornal Eldorado: O papo furado de Toffoli

Comentário no Jornal Eldorado: O papo furado de Toffoli

Assumindo definitivamente o papel de Conselheiro Acácio de Marília, o novo condestável da República, sem um voto sequer, Dias Toffoli, presidente de plantão do STF, fez questão de entrar no coro dos descontentes com a Lava Jato, dizendo que a popularíssima operação de combate à corrupção não é uma instituição, mas, sim, um fruto da “institucionalidade”. Aproveitando-se da ignorância generalizada, comparável com a sua própria, Sua Excelência acha que a instituição que preside, por obra e graça de sua vassalagem a Lula, exerce o poder moderador que o imperador se autoconcedeu para se impor a liberais e conservadores que se revezavam no comando do parlamento monárquico. É uma mistura de mentira com desconhecimento e uma formidável cara de pau.
Para ouvir clique no play abaixo:
Ou clique aqui e, em seguida, no play.
 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para o comentário da terça-feira 13 de agosto de 2019

1 – Haisem – O que você acha que induziu o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, a declarar publicamente que a Operação Lava Jato não é uma instituição e que o Brasil não precisa de heróis

2 – Carolina – Você acha que foi oportuna ou inoportuna a decisão da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, prorrogar a atuação da Operação Lava Jato em Curitiba sob a chuva de canivetes que ameaça o grupo com as revelações do site Intercept Brasil

3 – Haisem – Você acha que o Ministério Público do Distrito Federal tem alguma razão para ir à Justiça contra a vontade do presidente Jair Bolsonaro de nomear seu filho mais novo, Eduardo, embaixador do Brasil em Washington

 4 – Carolina – Qual é a relevância da descoberta de 60 mil reais em dinheiro vivo na casa do ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel numa busca e apreensão da Polícia Federal

 5 – Haisem – O presidente Jair Bolsonaro tem motivos para se preocupar com a invasão do Brasil por argentinos em caso de vitória da chapa Fernández-Kirchner anunciada em larga margem nas prévias do último fim de semana

 6 – Carolina –  Por que você manifesta tanta incredulidade quando opina a respeito da nova gestão do BNDES sob o comando de Gustavo Montezano

 7 – Haisem – Que lições o ex-ministro da Justiça José Paulo Cavalcanti Filho nos traz a respeito do debate em torno do sigilo da fonte requentado pela publicação de supostas mensagens de Telegram de autoridades brasileiras pelo aplicativo telefônico russo Telegram

 8 – Carolina – Qual o tema do seu artigo semanal no Blog do Nêumanne

Comentário na Rádio Eldorado: Coaf ficará onde está

Comentário na Rádio Eldorado: Coaf ficará onde está

Bolsonaro não conseguirá transferir o Coaf para o Banco Central, como chegou a anunciar, porque a Câmara já decidiu que o órgão de inteligência financeira se subordinará ao ministério da Economia. Não há como o presidente rasgar a decisão tomada pelos deputados quando votaram a chamada reforma administrativa proposta por ele no começo do governo e vetaram sua transferência para a Justiça de Moro. Certo é que seu atual presidente, Roberto Leonel, escolhido pelo ex-juiz da Lava Jato, não tem condições de ficar no posto porque criticou a decisão de Toffoli de proibir que se investigasse o primogênito de Bolsonaro, Flávio. A fritura do chefe do Coaf esquenta a chapa de Moro, que, se não quiser colecionar mais dissabores com o presidente, terá que pegar o boné e pular fora.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Assuntos para o comentário da segunda-feira 12 de agosto de 2019:

1 – Haisem – É possível Bolsonaro mudar o Coaf para o Banco Central, como ele anunciou? E esta seria uma fórmula de afastar os políticos do órgão de inteligência das finanças nacionais

 2 – Carolina – Que informações espetaculares terá o leitor da Veja desta semana na reportagem de capa com foto do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e chamada para Exclusivo Poder Supremo

 3 – Haisem – Que revelações fez o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, em entrevista também exclusiva, a outra revista, a Istoé, concorrente da Veja nas bancas,

 4 – Carolina – Qual foi a notícia publicada na revista Crusoé no fim de semana que levou a deputada Janaína Paschoal a declarar que “talvez nós sejamos trouxas mesmo” 

 5 – Haisem – A manchete da Folha hoje é “STF arquiva todos os processos de suspeição contra si”.Em 111 ações contra ministros desde 1988, nenhuma foi a plenário, corte violou regimento, aponta estudo da Fundação Getúlio Vargas Direito de São Paulo. De alguma forma, isso o surpreende

6 – Haisem – Que motivos o professor de Direito da USP Modesto Carvalhosa tem para conclamar aos funcionários de Coaf, Banco Central e Receita Federal a não obedecerem à ordem de suspensão de investigações de pagadores de impostos que têm suas movimentações financeiras devassadas pela descoberta de movimentação atípica nelas

7 – Carolina – O que, a seu ver, pode ter levado Lula a desistir de pedir a seus advogados que não peçam progressão de sua pena para o regime semiaberto, que era tido como líquido e certo

8 – Carolina – Qual é o spoiler que você vai dar sobre a entrevista que está no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão

um milhão2

Comentário na Rádio Eldorado: Greenwald no STF

Comentário na Rádio Eldorado: Greenwald no STF

No afã de blindar associados ao PT, novo objeto do gozo de sua infinita e piedosa clemência, Gilmar Mendes acaba de incluir entre os 133 pagadores de impostos escolhidos aleatoriamente pelo computador da Receita e o plenário impune do STF o cidadão americano Glenn Greenwald. Ao proibir terminantemente a abertura de qualquer
inquérito contra o referido cidadão pelo simples fato de ele ter sido citado pelos arararraquers, o mais antigo do trio
Neste flagrante de Greenwald no Senado, com Costa, do PT, e Randolfe, da Rede, até fotógrafo que o registrou é adepto do Lula Livre. Foto: Roberto Stuckert Filho

Neste flagrante de Greenwald no Senado, com Costa, do PT, e Randolfe, da Rede, até fotógrafo que o registrou é adepto do Lula Livre. Foto: Roberto Stuckert Filho

Deixa que Eu Soto (junto com Dias Toffoli e Alexandre de Moraes) deu-lhe privilégio concedido ao primogênito de Bolsonaro, Flávio, mas negado a milhões de cidadãos brasileiros. Ao incluí-lo entre os próprios colegas tornados inimputáveis por carteirada infame, o rei do habeas corpus dos parentes, clientes e apaniguados ricaços em gral só não pôde ainda indultá-lo dos crimes pelos quais foi acusado na própria pátria, desde a participação no baixo mundo da pornografia até a sonegação de impostos em Nova York. Até quando teremos de suportar afrontas do gênero?
Para ouvir o comentário clique no play abaixo:
Ou clique aqui e, em seguida, no play.
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
Assuntos para comentário sexta-feira 9 de agosto de 2019

 1 – Haisem – Que justos motivos pode ter tido o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes para conceder ao cidadão norte-americano Glenn Greenwald o privilégio de não poder ser processado por qualquer motivo no Brasil

 2 – Carolina – O que a reportagem do Estadão descobriu para revelar aos leitores o verdadeiro papel de líder, e não de mero colaborador, do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, da caminhada dos deputados ao STF para impedir a transferência de Lula para a cadeia

 3 – Haisem – Noticiado em primeira página no Estadão hoje que “Bolsonaro põe bandeira de Moro em segundo plano. Seria este um indício de que há um possível enfraquecimento do prestígio do ministro Sergio Moro com o presidente Jair Bolsonaro

LIVE 0809 MORO

 4 – Carolina – Por que o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, resolveu processar o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, em defesa da própria honra

 5 – Haisem – Que explicações o ministro da Justiça, Sergio Moro, deu ao Supremo Tribunal Federal sobre a notícia de ter havido ordem sua para destruir as mensagens hackeadas dos telefones de mais de mil autoridades pelos hackers de Araraquara

 6 –  Carolina – Você recomenda a leitura do artigo de Fernando Gabeira na página de Opinião do Estadão hoje

 7 – Haisem – Que conexão possível pode ser feita entre a prisão do dono do Grupo Petrópolis, Walter Faria, a gestão de Gustavo Montezano no BNDES e a indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada do Brasil em Washington

 8 – Carolina – Você acha que o presidente Jair Bolsonaro tem alguma razão para insistir que o coronel Ustra, acusado de tortura durante a ditadura militar é um herói nacional, a ponto de receber sua viúva em gabinete

SONORA_BOLSONARO USTRA 0908

 CONFIDENCIALIDADE DO CORREIO ELETRÔNICO

Esta mensagem, incluindo seus anexos, pode conter informação confidencial e/ou privilegiada. Caso você tenha recebido este e-mail por engano, não utilize, copie ou divulgue as informações nele contidas. E, por favor, avise imediatamente o remetente, respondendo ao e-mail, e em seguida apague-o.
um milhão2

Comentário na Rádio Eldorado: STF acode godfather Lula

Comentário na Rádio Eldorado: STF acode godfather Lula

Rodrigo Maia, o Botafogo do propinoduto da Odebrecht, suspendeu sessão de votação histórica do segundo turno da reforma da Previdência para atender a pedido dos colegas do Centrão, que o elegeram presidente da Câmara, e do PT, que apoiou seu pleito à época, para que eles fossem a pé até o STF apelar pelo chefão de todos, Lula. Recebidos no outro lado da praça pelo presidente da Corte Suprema, Dias Toffoli, que, desde estudante, é empregado do PT, viram seu pleito de manter o godfather (padrinho) Lula na “sala de Estado Maior”, proibindo sua transferência autorizada pela Justiça para a penitenciária de Taubaté. Os inimigos da Lava Jato ainda não conseguiram soltar o chefão, mas pelo menos evitaram que ele passasse a cumprir pena pra valer no inferno presidiário.

Para ouvir comentário clique no play abaixo:

Ou clique aqui e em seguida no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário na quinta-feira 8 de agosto de 2019

1 – Haisem – “STF suspende transferência de Lula para Tremembé”, relata título da chamada publicada na dobra de cima da primeira página do Estadão hoje. O que motivou essa decisão e por que ela foi tão rápida

2 – Carolina – O que você achou que foi mais estranho na apresentação do recurso da defesa de Lula ontem ao Supremo Tribunal Federal

3 – Haisem – De quem foi o voto solitário contra a decisão de manter Lula na sala de Estado Maior na Polícia Federal em Curitiba e o que o motivou

SONORA_MARCO AURELIO 0808

4 – Carolina – A manchete da edição de hoje do Estadão é “Câmara conclui Previdência e mantém pilares da reforma”. O que há de revelador nesta notícia para o panorama político nacional neste momento

SONORA_GUEDES 0808

5 –  Haisem – O que motivou o presidente Jair Bolsonaro a comentar assunto tão distante de sua alçada como poderia ter sido o encerramento do contrato do escritório de advocacia do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, decidido pela Petrobrás

6 – Carolina – O que há nos bastidores de mais uma crise criada no governo Bolsonaro, desta vez com o presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Roberto Leone, indicado por Sergio Moro e hoje sob a alçada de Paulo Guedes

7 – Haisem  – Por que o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, resolveu processar pela Lei de Segurança Nacional o jornalista Vina Guerreiro

8 – Carolina – O que levou o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes a garantir a continuação da publicação pelo site The Inercept Brasil das supostas mensagens de Telegram trocadas entre o ministro Sérgio Moro e o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol

um milhão2

Comentário no Jornal Eldorado: Oposição derrotada de novo no voto

Comentário no Jornal Eldorado: Oposição derrotada de novo no voto

Mais uma vez com larga folga, a reforma da Previdência passou em segundo turno na Câmara com 370 votos a 124. A votação do texto-base na madrugada da terça-feira abre a perspectiva benfazeja de uma possível volta da confiança dos investidores, que pode dar uma oportunidade para a retomada do crescimento econômico. E isso deve levar à lentá, mas consistente, queda do desemprego, que é hoje a maior chaga social da crise herdada dos desgovernos do PT de Lula e Dilma e do MDB de Temer. Ainda há um longo caminho a percorrer e a economia prevista de quase R$ 1 trilhão nas contas públicas não é a panaceia universal esperada, mas, no mínimo, significa uma lâmpada acesa no fim do túnel. O significado político mais relevante da votação é a demonstração de que a oposição de esquerda, sem programa nem o mínimo de pudor, vai ter enormes dificuldades para continuar apostando na desgraça do povo brasileiro para ativar seu plano de poder, agora afastado para mais longe, de soltar o chefão Lula para depois voltar ao governo.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quarta-feira 6 de agosto de 2019

1 – Haisem – Por 370 votos a favor e 124 contra, o texto-base da PEC da reforma da Previdência foi aprovada na Casa e mantém economia de R$ 933,5 bilhões em dez anos; destaques devem ser votados nesta quarta, 7, antes de a proposta de reforma seguir para o Senado. A notícia desta madrugada, afinal, dá um alento para este País em crise

SONORA_ALCOLUMBRE 0708

2 – Carolina – O fato de o ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin haver acolhido para discussão no plenário representação dos procuradores contra inquérito das fake news do presidente, Dias Toffoli, relatado por Alexandre de Moraes, teria acendido, afinal, uma luz no fim do túnel

3 – Haisem –  O que você diz da representação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, contra a proibição pelo relator do inquérito citado antes, Alexandre de Moraes, de auditores da Receita Federal, Banco Central e Coaf investigarem 133 contribuintes, entre os quais as mulheres de Toffoli e Gilmar Mendes

4 – Carolina – Que tipo de conseqüência prática você espera do pedido de informações do senador Alessandro Vieira, que tinha antes tentado em vão a instalação da CPI da Lava Toga, agora sobre a farra das passagens aéreas dos ministros do STF e de suas mulheres

5 – Haisem – O que você acha da reação dos governadores do Nordeste à afirmação feita pelo presidente em Sobradinho, na Bahia, dizendo que só atenderá pedidos deles se eles assumirem publicamente a parceria do governo federal nas obras que porventura vierem a ser realizadas

6 – Carolina – Quais são os mais recentes argumentos usados pelo presidente Bolsonaro para defender a possível indicação de seu filho caçula Eduardo para a embaixada de Washington e que conseqüências eles poderão ter a favor ou contra o desejo do extremoso pai

7 – Haisem – Você se surpreendeu com a negativa por unanimidade da Segunda Turma do STF ao pedido de extradição feito pelo governo de Recep Erdogan do comerciante turco naturalizado brasileiro Ali Spahi, acusado de pertencer ao Hizmet, movimento político acusado de terrorismo

8 – Carolina A que se refere o título de seu artigo na página 2 do Estadão de hoje – Um tostão furado de fumo podre

um milhão2

Página 42 de 209«...510152025...4041424344...5055606570...»
Criação de sites em recife Q.I Genial