Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Jornal Eldorado: Vigilância contra impunidade

Comentário no Jornal Eldorado: Vigilância contra impunidade

As tentativas da esquerda de inculpar o presidente Jair Bolsonaro e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, pela tragédia da represa da Vale no Córrego do Feijão em Brumadinho sexta-feira só convencem os próprios prosélitos da chamada resistência à democracia, pelo simples fato de ambos estarem no 25.º dia no poder no dia da tragédia. Seja como for, esta catástrofe vai requerer deles atenção redobrada e fiscalização permanente para evitar, primeiramente, que a impunidade que denunciaram no caso de Mariana de três anos atrás se repita agora. E, depois, o que ainda pode ser mais grave, dobrando esforços para que nenhuma das represas, em alto grau de risco no momento, venha a estourar.

Para ouvir, clique no play abaixo.

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para o comentário da segunda-feira 28 de janeiro de 2019

1 – Será que os novos governos de Jair Bolsonaro e Romeu Zema teriam alguma culpa na tragédia de Brumadinho? Que consequências reais para eles terá esse massacre, com 305 desaparecidos em 58 mortos, segundo revela manchete do Estado?

SONORA BOLSONARO BRUMADINHO

2 – A quem atribuir responsabilização pelo assassinato em série de tantas pessoas? Ao corpo técnico da Vale? Aos fiscais de governo e União que não fiscalizaram? Aos deputados estaduais de Minas que se recusaram a tornar mais duras as punições para incidentes do tipo?

SONORA_AVIMAR 2801

3 – Que contribuição darão para não se repetir a tragédia na mineração em Minas as declarações de PT, Dilma, Gleisi, Renan, Marina?

4 – Não há notícia de crimes similares na Vale à época em que era estatal. Seria o caso realmente, então, de reestatizar a empresa?

5 – A principal notícia política da Folha no domingo foi a de que Léo Pinheiro em sua delação premiada descreveu propina paga ao atual corregedor do Conselho Nacional de Justiça, ministro Humberto Martins?

6 – Você acha que a juíza de Execuções Penais de Curitiba Carolina Lebbos exacerbou ao proibir visitas de Fernando Haddad e pretensos líderes religiosos a Lula na cela de Estado-Maior na PF de Curitiba, onde cumpre pena, motivando mais um recurso de sua defesa à ONU?

7 – O que dizer da declaração da deputada estadual paulista Janaína Paschoal em entrevista ao Estadão de ontem de que no caso da investigação do MPF sobre escândalo do rachuncho da Alerj Flávio Bolsonaro age da mesma forma que Lula e Aécio na Operação Lava Jato?

8 – Para que tópicos você chama a atenção de nosso público para a entrevista da semana em seu Blog do Nêumanne?

Comentário no Estadão Notícias: O país que virou lama

Comentário no Estadão Notícias: O país que virou lama

Três anos depois de haver estarrecido o mundo com a explosão da represa de rejeitos da Vale em Fundão, Mariana, Minas Gerais, o Brasil bate mais um recorde com a tragédia de sexta-feira em Brumadinho, onde se concretizou a metáfora perfeita deste país que virou lama. O drama humano provocado pela lama seca que cimentou centenas de mortos, dos quais só uma parte ínfima será sepultada pelos parentes, supera em dor de famílias atingidas a destruição da memória brasileira no incêndio do Museu Nacional do Rio de Janeiro e recentes interdições do tráfego em Brasília e São Paulo motivadas pelo bloqueio de viadutos por falhas estruturais na construção e total falta de manutenção. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de segunda-feira 28 de janeiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Estadão Notícias: Comédia bufa no Planalto

Comentário no Estadão Notícias: Comédia bufa no Planalto

O Palácio do Planalto está encenando uma comédia bufa na eleição do próximo presidente do Senado. O chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, recorreu aos préstimos do ainda deputado, mas que não se reelegeu, Leonardo Quintão (MDB-MG), para convencer Simone Tebet (MDB-MS) a desistir da candidatura dela pela bancada majoritária em benefício de Renan, garantindo-lhe que seria presidente na próxima legislatura. A senadora também detectou uma manobra sibilina do próprio alagoano da candidatura dela ser de fachada. A vida do governo Bolsonaro no Congresso não promete ser maravilhosa este ano, mas, se o presidente mantiver chefe da Casa Civil, vai ser um inferno ridículo. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no ar desde 6 horas da sexta-feira 25 de janeiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne clique aqui.

Comentários no Jornal Eldorado: Pepinos para Bolsonaro digerir

Comentários no Jornal Eldorado: Pepinos para Bolsonaro digerir

De volta de sua viagem bem-sucedida a Davos, Suíça, o presidente Bolsonaro encontra em Brasília pepinos a digerir. O pior deles é o decreto inoportuno da lavra do presidente em exercício Hamilton Mourão e do chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, reduzindo a transparência de documentos oficiais, garantida por lei, com a ampliação de burocratas com poderes para qualificar os ultrassecretos, sob argumento de que isso reduziria burocracia. Outro também grave é a discussão pública, aberta pelo Banco Central, de uma alteração na legislação de controle financeiro para retirar, sem explicações, parentes de políticos dos alvos preferenciais do Coaf.

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/pepinos-para-bolsonaro-digerir/

Assuntos para o comentário de sexta-feira 25 de janeiro de 2019-01-24

1 – O que haverá por trás da pressa de Mourão e Lorenzoni reduzirem a transparência da lei de acesso à informação, sem esperar Bolsonaro voltar

2 – Bolsonaro alega que seu “garoto” não pode ser responsabilizado por 2 indicações de milicianos para homenagens da Alerj porque fez mais de 300. É difícil entender que alguém que se orgulha de falar com clareza fazer raciocínio tão falho de lógica e Flavio diz que frases em favor das milícias foram tiradas do contexto

3 – Jean Willys renuncia à cadeira da Câmara para ficar no exterior com medo de ser alvo das milícias no Rio

SONORA_JULIANO 2501

4 – Caça de SS a Otávio Guedes fotografado conversando com uma fonte é de uma abjeção absurda

5 – Procuradoria da Alerj tem 42 funcionários fantasmas e presidência tem 231 cargos que custam R$ 831 mil por mês, número maior que soma dos cagos de Senado, Câmara e Alesp

6 – Tribunal da Lava Jato nega pedido de Lula para ser interrogado novamente porque juíza que o sentenciará não o interrogou antes

7 – Impasse institucional venezuelano é torturante para o povo: já são 26 os mortos nas manifestações de Caracas

8 – Português do presidente do Inpe é deplorável

SONORA_INEP 2501 (Marcus Vinicius Rodrigues)

Comentário no Jornal Eldorado: “Minha família acima da Pátria”

Comentário no Jornal Eldorado: “Minha família acima da Pátria”

Na quarta-feira 23 de janeiro de 2019 o presidente da República disse em Davos que, se seu primogênito Flávio errou, “terá de pagar”, e, como pai, só lhe restará lamentar. À noite, em entrevista à TV Record, contudo, ele reclamou que não é justo atacar o “garoto” para atingi-lo. Qualquer pessoa percebe que uma declaração nega peremptoriamente a outra. Na mesma tarde, eu comentei no Estadão às 5 que, no bom discurso no Fórum Econômico Mundial, Bolsonaro confirmou todas as promessas feitas na campanha, mas, ao faltar a compromisso com a imprensa, negou o que disse na posse: que seria presidente de todos os brasileiros. À TV negou o próprio slogan, pois acima da Pátria há a família dele.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/minha-familia-antes-da-patria/

Assuntos para comentário da quinta-feira 24 de janeiro de 2019-01-23

1 – Pela manhã Bolsonaro disse em Davos que, se Flávio errou, terá de pagar e ele lamenta como pai. À noite, em entrevista à Record, que  não é justo atacar o “garoto” para atingi-lo

SONORA_BOLSONARO RECORD A

2 – Bolsonaro e Paulo Guedes apontam Dória como possível futuro presidente

3 – Inquérito sobre financiador do atentado a faca contra Bolsonaro é adiado mais uma vez

4 – Depois de dois anos, delação premiada de Léo Pinheiro, da OAS, é homologada

5 – Sérgio Machado depõe em delação premiada e conta que apoio do MDB à campanha de Dilma Rousseff ,  comprada por 40 milhões e paga pela JBS, foi acertada na residência oficial do presidente do Senado, então Renan Calheiros

6 – Juiz federal Alexandre Henry Alves, da Vara Federal Cível e Criminal de Ituiutaba (MG), proíbe Câmara e Senado de pagarem auxílio-mudança a parlamentares

7 – Ponte que liga Avenida Marginal do Tietê à via Dutra interditada

8 – Brasil, EUA, Argentina, Peru, Colômbia, Chile, Paraguai, Guatemala e Canadá declaram líder do Parlamento da Venezuela, Juan Guaidó “presidente encarregado” da Venezuela, onde em dia de protestos e apoio ao governo são relatadas nove mortes

SONORA_GUAIDÓ 2401

Comentário no Estadão Notícias: Enfim, a delação de Léo Pinheiro

Comentário no Estadão Notícias: Enfim, a delação de Léo Pinheiro

Após dois anos de espera, Léo Pinheiro, ex-presidente da empreiteira OAS e testemunha fundamental no processo da Lava Jato em que Lula é acusado de ter recebido propina para fazer reformas no sítio Santa Bárbara, em Atibaia, assinou um acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República. Iniciada em 2016, a negociação para que isso ocorresse só terminou agora devido à paralisação sofrida no processo pelo escândalo provocado pela reportagem de capa da revista semanal Veja informando que o nome do ministro e hoje presidente do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli era citado por ele. O documento foi enviado ao STF para o relator Edson Fachin homologar. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quinta-feira 24 de janeiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Página 41 de 169«...510152025...3940414243...5055606570...»
Criação de sites em recife Q.I Genial