Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário na Rádio Eldorado: Velhas práticas, mesmas desculpas

Comentário na Rádio Eldorado: Velhas práticas, mesmas desculpas

A eleição de outubro renovou a composição do Senado Federal e o macaco velho Renan Calheiros foi substituído na presidência, mas dos 11 membros da Mesa que dirige seus trabalhos oito são alvos de investigações pela polícia e pela justiça. Entre eles é possível destacar o próprio presidente, Davi Alcolumbre (DEM-RO), que também preside o Congresso Nacional, e o terceiro vice-presidente, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, que ganhou a eleição presidencial com um discurso renovador e moralizante. Infelizmente os hábitos da chamada velha política são praticados a pretexto dos bordões de sempre: “confio na Justiça” e “isso é perseguição”. Dá um desânimo!

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para o comentário de 8 de fevereiro de 2019

1 – Haisem – Cúpula do Senado reúne 8 alvos de investigações policiais

2 – Carolina – 12 senadores mudam de partido e alteram composição de força partidária na Casa

3 – Haisem – Moro diz que caso Lula pertence ao passado

4 – Carolina – Ciro é vaiado na UNE e repete Cid: Lula está preso, babacas

SONORA_CIRO LULA 0802

5 – Haisem – Bolsonaro volta a ter febre e é diagnosticado com pneumonia

SONORA_PORTA VOZ 0802

6 – Carolina – Bolsonaro critica patrocínio da Petrobrás à cultura

7 – Haisem – Número de mortos chega a 157 em Brumadinho e Justiça manda Vale restituir 13,5 milhões de reais ao Estado de Minas

8 – Carolina – Coronel José Vicente aplaude pacote de Moro e diz que Bolsonaro elevou segurança à prioridade, como nenhum fez antes, na entrevista da semana ao Blog do Nêumanne

Comentário no Jornal Eldorado: Mais provas condenam Lula

Comentário no Jornal Eldorado: Mais provas condenam Lula

Mais provas levaram a juíza Gabriela Hardt, que substituiu Sérgio Moro na 13.ª Vara Federal Criminal de Curitiba desde que este foi para o Ministério da Justiça, a condenar Lula de novo, desta vez acusado de ter recebido R$ 1 milhão em propinas das empreiteiras Shahin, OAS e Odebrecht para fazer reformas no sítio em Atibaia, que sua defesa garante não ser dele. A juíza nem levou em conta a posse da propriedade e limitou-se a apená-lo por haver recebido vantagens financeiras em troca de serviços prestados às empresas citadas em troca de poder e influência na condição de presidente e ex. A magistrada fixou a pena em 12 anos e 11 meses, superando os 9 anos e meio sentenciados pelo ex-titular.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos do comentário da quinta-feira 7 de fevereiro de 2019

1 – Haisem – A que conclusões se pode chegar após a condenação de Lula pela segunda vez a uma pena maior do que a primeira, que já foi ampliada na segunda instância

2 – Carolina – Que réu chama mais atenção depois de Lula entre os condenados pela propina para reformar o sítio Santa Bárbara

3 – Haisem – Por que o deputado Molon quer que a Câmara peça explicações ao ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, a respeito do canibalismo do brasileiro

4 – Carolina – O que motiva Marco Aurélio Melo a antecipar sua opinião sobre o pacote de medidas contra crime organizado e corrupção de Moro se não se sabe não o que, como e quando o tema será votado no STF

5 – Haisem – Por que Bolsa teve queda maior desde o locaute dos caminhoneiros

6 – Carolina – Vale sabia de problemas com sensores de barragem dois dias antes da tragédia

7 – Haisem – Há de fato algum risco de Renan ocupar presidência da Comissão de Constituição e Justiça do Senado

8 – O que o vídeo de Carlos Bolsonaro mostrando o pai caminhando no corredor do hospital ontem traz de lições sobre fakenews após notícias sobre estado grave do presidente

Comentário no Estadão Notícias: O cinismo do MDB

Comentário no Estadão Notícias: O cinismo do MDB

O cinismo do MDB em relação ao tragicômico espetáculo da derrota do candidato de sua bancada à presidência do Senado, Renan Calheiros, pode ser avaliado na declaração dada por seu líder, Eduardo Braga. Ao ser questionado sobre a escolha do presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, para a qual é cogitada a indicação do alagoano, o amazonense, que circulou pelo plenário como solícito ajudante do derrotado, disse que este era um assunto de economia interna do partido. Mas não é. Primeiro porque a CCJ é importante demais para ser discutida nesse tom leviano e, em segundo lugar, porque numa democracia de verdade não há mais lugar para tratar o tema dessa maneira. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quinta-feira 7 de fevereiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Jornal Eldorado: Mentira nojenta

Comentário no Jornal Eldorado: Mentira nojenta

O presidente Jair Bolsonaro foi vítima de um crime político ao ser esfaqueado num compromisso de campanha na rua em Juiz de Fora e teve de usar uma incômoda bolsa de colostomia para substituir as funções do intestino ferido. Agora no hospital, onde se recupera da cirurgia da retirada da bolsa, volta a ser vitimado, desta vez por canalhas que se acham de esquerda e se dizem da resistência “democrática” que espalham fake news nas redes sociais de que seu estado seria grave. Associando-se ao boletim diário de seu porta-voz, general Rêgo Barros, ele distribuiu na própria conta de Twitter post em que informa que sua está em plena evolução e critica a militância maldosa. Que gentalha sem caráter!

Para ouvir, clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para o comentário da quarta-feira 6 de fevereiro de 2019

1 – Haisem – Bolsonaro diz que sua saúde está em plena evolução e critica militância maldosa

SONORA_PORTA-VOZ BOLSO 0602

2 – Carolina – Manchete do Estadão: Reforma divide governo; Guedes quer poupar 1 trilhão de reais

SONORA_MAIA 0602

3 – Haisem – STJ revoga prisões de engenheiros da auditoria alemã e técnicos da Vale por causa do rompimento de represa de rejeitos em Brumadinho

4 – Carolina Plano anticrime de Moro já encontra rejeição no STF

5 – Haisem Fausto Macedo fala sobre os passos de Moro para aprovar plano anticrime

6 – Carolina – MP de São Paulo denuncia 53 policiais acusados de envolvimento com PCC

7 – Haisem – Ministro da Educação, Vélez Rodríguez, que impulsionar Projeto Rondon e retomar ensino de educação moral e cívica nas escolas

8 – Carolina – Título de seu artigo no Estadão de hoje é Se não punir com rigor, Senado cairá na galhofa. Por que você acha isso?

Comentário no Estadão Notícias: Toffoli e seu irmão

Comentário no Estadão Notícias: Toffoli e seu irmão

Há dois anos e meio, o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, começou a negociar com o MPF uma delação premiada. A Vejapublicou, então, reportagem de capa com o ministro do STF Dias Toffoli, por ter ele sido citado no depoimento. A delação emperrou, mas recentemente foi concluída. Desta vez, não vazou nada sobre o atual presidente da “Corte Suprema”. Mas seu sobrenome compareceu com uma episódio de seu irmão, que teria recebido R$ 1 milhão de propina para pagar ao prefeito de Marília, Mário Bulgarelli, para renunciar em benefício de Toffoli. Depois, a empresa baiana investiu R$ 1,5 milhão em caixa dois em sua gestão e R$ 1 milhão para pagar dívidas da campanha perdida pelo mano. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 6 de fevereiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: STF ameaça reformas

Comentário no Jornal Eldorado: STF ameaça reformas

O que ameaça as reformas constitucionais necessárias para alcançar o equilíbrio das contas públicas – incluindo a da Previdência – não é a oposição nem as mágoas de derrota de Renan, mas a ação solerte e impatriótica dos 11 ministros do STF, sempre à disposição para servir de guardião não para a cidadania, mas, sim, para a “privilegiatura” nacional. O mesmo vale para o pacote apresentado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, e aprovado pelos governadores que se dispuseram a ouvi-lo no lançamento. Medidas como a prisão após condenação em segunda instância e a criminalização do caixa 2 provocam arrepios nos advogados ricaços de bandidos poderosos, que põem seus honorários acima de tudo.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos do comentário da terça-feira 5 de fevereiro de 2019

1 – Haisem – Moro apresenta pacote de segurança, que será submetido ao Congresso e certamente será ameaçado pelo STF. Ele terá prisão depois da segunda instância e criminalização da caixa 2

SONORA_FACÇÕES

2 – Carolina – Governadores fazem sugestões para facilitar aprovação do pacote no Congresso

3 – Haisem – Os ministros da Justiça de Renan Calheiros até Sérgio Moro

4 – Carolina – Governo cortará 21 mil cargos, comissões e funções gratificadas

5 – Haisem – Não há previsão para TSE analisar pedido de cassação de Davi Alcolumbre

SONORA_ALCOLUMBRE 0502

6 – Carolina – Barroso manda processo contra Temer e outros para justiça de primeira instância em São Paulo

7 – Haisem – Ponte da Cidade Jardim e outras cinco correm risco de colapso

8 – Carolina – União Européia pressiona Maduro para convocar eleições, reconhece Guaidó, mas Putin reage com rudeza

Página 38 de 169«...510152025...3637383940...4550556065...»
Criação de sites em recife Q.I Genial