Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Podcast

Comentário no Estadão Notícias: Um tirano contra o povo

Comentário no Estadão Notícias: Um tirano contra o povo

Decisão de Nicolás Maduro de fechar portos, aeroportos e até as fronteiras terrestres com Brasil e Colômbia para impedir que ajuda humanitária do estrangeiro chegue até os lares dos venezuelanos famintos não deixa mais nenhuma dúvida de que o tirano declarou guerra mortal contra o próprio povo, contando, para tanto, com os militares. E também com a adesão das potências mundiais Rússia e China. Estes acontecimentos recentes desmascaram ainda a atitude desumana, covarde e injustificável, sob quaisquer pontos de vista, do PT e parte da esquerda que apoiam esse celerado. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 22 de fevereiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Jornal Eldorado: Projeto justo e ambicioso

Comentário no Jornal Eldorado: Projeto justo e ambicioso

Bolsonaro cumpriu seu principal dever na presidência da República ao levar o texto da reforma mais ambiciosa e justa da Previdência Social na História do Brasil ao Congresso Nacional, ao qual caberá reformar a Constituição para salvar as contas públicas brasileiras de seu desastre total. A Nação teve, então, a excepcional oportunidade de testemunhar a competência técnica e a capacidade de comunicação da equipe técnica chefiada por Rogério Marinho e escalada pelo ministro da Fazenda, Paulo Guedes, e também o ridículo atroz encenado pela bancada do PSOL, partido de extrema esquerda e da “resistência”, achincalhando, não o governo, mas os desempregados pelo rombo das contas públicas.

Para ouvir clique no play abaixo

Ou clique aqui e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da quinta-feira 21 de fevereiro de 2019

1 – Haisem – O que mais chamou sua atenção na solenidade da entrega pelo presidente Jair Bolsonaro aos presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara, Rodrigo Maia, do projeto do governo da reforma da Previdência, segundo a manchete do Estadão hoje, “a mais ambiciosa de todas as reformas”

SONORA_BOLSONARO 2102

2 – Carolina – Até que ponto a alta qualidade técnica do projeto, para a qual você chamou a atenção, garantirá a aprovação no Congresso e, depois, o aval da cúpula do Poder Judiciário

SONORA_PAULO GUEDES 2102

3 – Haisem – O que você tem a comentar sobre o protesto com referência a laranjas feito pelo PSOL durante a visita de Bolsonaro ao Congresso Nacional

4 – Carolina – Como você recebeu o voto do decano do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Melo, que criminaliza a homofobia no mesmo grau da condenação ao racismo

5 – Haisem – Que conseqüências práticas poderá ter para aumentar a segurança nacional a aprovação em votação simbólica da lei que combate o terrorismo no Brasil

6 – Carolina – O que você tem a dizer sobre a decisão da Primeira Turma do Supremo de mandar prender o assassino da missionária americana Dorothy Stang, que um de seus membros, o ministro Marco Aurélio Melo, tinha mandado soltar

7 – Haisem – Quando vai ter fim a agonia das populações das proximidades de represas da Vale na região histórica de Minas com as permanentes evacuações diante da perspectiva concreta de arrombamento delas.

8 – Carolina – Em que a negativa do desembargador Paulo Espírito Santo ao habeas corpus pedido por Régis Fichtner altera a paz de espírito dos membros das altas Cortes do Judiciário pátrio.

Comentário no Estadão Notícias: Ridículo veste laranja

Comentário no Estadão Notícias: Ridículo veste laranja

A palhaçada organizada pelo PSOL, legenda de extrema esquerda na representação política brasileira, durante a visita que o presidente Jair Bolsonaro fez ao Congresso para levar o projeto da reforma da Previdência, é uma demonstração inequívoca da forma leviana, covarde e burra com que a chamada “resistência” está se comportando na luta política travada na democracia brasileira. Enquanto a equipe técnica do governo levou aos representantes do povo na Câmara e no Senado um estudo sério sobre um problema grave, cuja solução poderá ser capital para reorganizar as contas públicas no Brasil, os parlamentares psolistas se vestiram de laranja numa encenação mambembe e cretina. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quinta-feira 21 de fevereiro de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Comentário no Jornal Eldorado: A velha política dá as caras

Comentário no Jornal Eldorado: A velha política dá as caras

A mentira – arma da chamada “velha política”, que o presidente combateu na campanha – prevaleceu na conclusão do episódio que terminou na demissão do primeiro secretário-geral da Presidência do atual governo. Gustavo Bebianno, o demitido, mentiu ao informar ao Globo que estava tudo bem e Jair e Carlos Bolsonaro também, ao o chamarem de mentiroso, negando que o chefe tivesse conversado com o ex-funcionário. E a dita “velha política” deu as caras mesmo na escolha do novo líder do governo no Senado, Fernando Bezerra, que foi ministro nos governos do PT e votou contra o impeachment de Dilma, no mesmo dia em que o Planalto perdeu feio na votação do aumento de sigilo na Câmara.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos do comentário

1 – Haisem – Veja revela íntegra das conversas que Bebianno realmente teve com Bolsonaro por WhatsApp. Quem mentiu foi Bebianno ou Jair e Carlos Bolsonaro?

2 – Carolina – O presidente proibiu a visita do diretor da Globo a Bebianno no Palácio do Planalto e dizer que não o quer em seu palácio. O palácio, de fato, é de quem?

01 BOLSONARO GLOBO

3 – Haisem – Vera Magalhães escreveu no BR 18 que o presidente está nu e a culpa é do filho. Será que ela tem razão

4–Carolina – Presidente da Confederação Nacional da Indústria foi preso pela PF em operação que apura fraudes no sistema S e no Turismo

5 – Haisem – O que representa a derrota do governo na Câmara, que derrubou aumento do número de funcionários que podem decretar sigilo em documentos oficiais

6 – Carolina – Governo mandará projeto anticrime em três pedaços e Moro muda de opinião sobre criminalização do caixa 2

7 – Haisem – Lava Jato diz que Paulo Preto tinha em bunker R$ 100 milhões, ou seja o dobro do encontrado no apartamento de Geddel

SONORA_POZZOBON 2002

8 – Carolina – Aloysio Nunes Ferreira pede a Doria demissão da presidência da InvestSP depois de citado no processo contra corrupção do PSDB

Comentário no Estadão Notícias: Isso, sim, é ‘grana preta’

Comentário no Estadão Notícias: Isso, sim, é ‘grana preta’

O Brasil ficou perplexo quando viu a fotografia das malas e mochilas cheias de dinheiro vivo que, contado pela PF, somava R$ 50 milhões no apartamento da família Vieira Lima, de Marluce, Geddel e Lúcio. O que dizer, então, de um novo bunker, do operador tucano da Odebrecht, Paulo Preto, que conseguiu juntar e guardar R$ 100 milhões? Parece coisa de cinema, do outro mundo, mas não é. É só o resultado de uma operação policial. As autoridades federais encarregadas de fiscalizar operações financeiras, a Receita, o Banco Central, o Coaf e outras nunca conseguiram saber de onde veio aquela fortuna do MDB em Salvador. Quando descobrirão a origem da bufunfa tucana em São Paulo? Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da segunda-feira 19 de fevereiro de 2019.

Para ouvir clique aqui abaixo e, em seguida, no player:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

Comentário no Jornal Eldorado: Tiroteio adiado

Comentário no Jornal Eldorado: Tiroteio adiado

Criada pela humilhação imposta por Jair e Carlos Bolsonaro a Gustavo Bebianno, por eles chamado de “mentiroso” em rede social, a crise palaciana para, em teoria, afastar do presidente as consequências da denúncia de laranjas do PSL em Pernambuco foi, afinal, resolvida na segunda-feira 18 de fevereiro com a demissão do desafeto do apelidado pelo pai de 02. O chefe do governo gravou um vídeo chamando o demitido de “valoroso”, mas não cumpriu parte do acordo de paz selado com ele, que também previa sua divulgação em seu Twitter. Paira ainda, então, no ar sujo desta época do ano a insinuação feita pelo humilhado e elogiado de que pode sair atirando. Resta ver se terá munição e armas para cumprir.

Para ouvir clique no play abaixo

Ou, clique aqui e, em seguida, no play.

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

 

Assuntos para comentário da terça-feira 19 de fevereiro de 2019

 

1 – Haisem – Bebianno é demitido da secretaria-geral da Presidência após embate com o filho 02 de Bolsonaro, Carlos, e acusações de ser mentiroso e “traíra”

SONORA_PORTA VOZ 1902 A

 

2 – Carolina – Antes de deixar o cargo, Bebianno relata ameaças feitas a ele por WhatsApp

 

3 – Haisem – Bolsonaro se despede de Bebianno com elogios e convite para Ministério na Europa, que o demitido recusou, mas não cumpre acordo de divulgar o vídeo

no próprio Twitter

SONORA_BOLSONARO VÍDEO 1902

 

4 – Carolina – Crise política provocada pela confusão na cúpula do Planalto provoca queda na Bolsa

 

5 – Haisem – Bolsonaro vai levar texto da reforma da Previdência pessoalmente ao Congresso

 

6 – Carolina – Agência Nacional de Mineração resolve mandar interditar todas as barragens a montante de vilas e fazendas até 2021

 

7 – Haisem – Postura da empresa proprietária do supermercado Extra a respeito da morte do rapaz pelo segurança equivale à brutalidade do assassino

 

8 – Carolina – Lambanças de Vasco, Fluminense, Federação Carioca e desembargadora Lúcia Helena do Passo repercutem no dia seguinte à confusão da final da Taça Guanabara quem se saiba quem errou mais

 

Página 31 de 165«...510152025...2930313233...4045505560...»
Criação de sites em recife Q.I Genial