Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Vídeos

Direto ao Assunto no YouTube: A bala de prata de Moro

Direto ao Assunto no YouTube: A bala de prata de Moro

Quem viu o vídeo da reunião do Conselho de Governo de 22 de abril ontem em Brasília contou o que pode vir a ser a bala de prata do ex-ministro Sérgio Moro nas denúncias que fez contra o presidente Jair Bolsonaro depois da demissão do diretor-geral da PF de então, Maurício Valeixo, que provocou seu imediato pedido de demissão. Perplexa, a platéia presente viu e ouviu o chefe do Poder Executivo dizer aos berros e disparando palavrões que não podia deixar a família exposta a perseguições e, por isso, precisava por alguém de confiança na superintendência da polícia judiciária no Estado que chama de seu, o Rio de Janeiro. Diante disso, não vai ser fácil para o procurador-geral da República, Augusto Aras, continuar passando o pano para aquele que o indicou para o topo da carreira e de quem espera ser indicado para a vaga do decano Celso de Mello no Supremo. Nas mãos deste está o cumprimento da transparência democrática autorizando divulgar o vídeo-bomba. Direto ao assunto. Inté. Só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal da Gazeta: Militar é cidadão comum

Comentário no Jornal da Gazeta: Militar é cidadão comum

Há aí uma reclamação generalizada de bolsonaristas sobre a convocação pelo decano do STF, Celso de Mello, para generais palacianos – Braga Netto, Augusto Heleno e Luiz Ramos – deporem no inquérito aberto para investigar acusações de Sérgio Moro contra Bolsonaro. Não sei por quê. Afinal, os fardados, porventura, seriam cidadãos de classe especial, que não respondem por seus atos?

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da segunda-feira 11 de maio de 2020, às 19 horas, clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Políltica, Estadão, clique aqui.

Direto ao Assunto no YouTube: Campanha oficial de pandemia é crime

Direto ao Assunto no YouTube: Campanha oficial de pandemia é crime

Sábado entrou no ar publicidade da Secretaria Especial de Comunicação do governo federal abordando a pandemia da covid-19 sobre o tema “O trabalho, a união e a verdade libertarão o Brasil”. Muita gente torceu o nariz porque o lema lembra inscrição em portão de campo de concentração nazista, “o trabalho liberta”. É muito pior. A campanha mente quando diz que “parte da imprensa insiste em virar as costas aos fatos, ao Brasil e aos brasileiros”. É mentira: quem faz isso é Bolsonaro, tratado como chefe no texto do vídeo criminoso. A maior vergonha é o fato de o presidente usar dinheiro público para fazer propaganda para uma eleição a ser realizada em 2 anos e sete meses debochando da doença e combatendo o isolamento social usado em todos os países do mundo menos quatro, inclusive o Brasil tendo o número de óbitos ultrapassado o total de 11 mil. Até quando o intolerável será tolerado? Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo: 

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Direto ao Assunto no YouTube: Fanáticos desonram a bandeira

Direto ao Assunto no YouTube: Fanáticos desonram a bandeira

Na véspera do dia das mães, um diminuto grupo de insensatos e perversos cidadãos que se acham acima do bem e do mal por pertencerem ao reduzido rebanho cego e surdo de adoradores do ex-militar e político do baixo clero se reuniram em Brasília para cuspir em túmulos de mais de dez mil brasileiros que cometeram o crime de enlutar suas famílias morrendo na crise sanitária que assola todo o planeta porque o Mito de ouro que veneram dedique tempo que deveria ser dedicado ao expediente de governar a Nação, que não o elegeu presidente da República para atuar como animador de reduzidos auditórios instalados à frente da residência oficial que ocupa provisoriamente em desqualificar a “histeria” de quem se assusta com uma “gripezinha” que está levando ao colapso o sistema de saúde público e privado do País. Os vândalos chegaram a vaiar a bandeira a meio mastro pelo luto decretado pela Câmara, embora, empunhassem eles mesmos idêntico pavilhão. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no link abaixo:

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Direto ao Assunto no YouTube: O churrasco fake de Bolsonaro

Direto ao Assunto no YouTube: O churrasco fake de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro resolveu dar um churrasco para 30 pessoas para comemorar o aniversário do filho nota zero 1 Flávio no sábado 9, logo depois do anúncio de mais um recorde de número de mortos por covid-19 no Brasil, cruzando a casa dos 10 mil no total. A notícia pegou tão mal que até os mais fanáticos entre seus próximos aconselhou-o a cancelar. Aí, então, ele partiu para galhofa e a cada contato com a imprensa aumentava o número de participantes até anunciar que não haveria churrasco nenhum, era mais uma fake da extrema imprensa. A pegadinha foi pior do que a refeição e a pecha de “idiotas” que usou para definir os repórteres que a anunciaram caiu como uma luva em sua mão nua de quem encasquetou que é preciso acelerar o contágio da pandemia para evitar o colapso da economia. A ideia foi tão ruim que o comício golpista de bolsonaristas contra STF e Congresso em Brasília, autorizada pelo STF, foi a manifestação menos concorrida de todos os tempos e por todos os motivos. Como troféu ele ficou com a imagem do corrupto alcaguete Roberto Jefferson, armado de fuzil, para o golpe. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

 

DIRETO AO ASSUNTO NA REDE

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

Clique nestes links:

Twitter, Youtube, FaceBook, Instagram

 

Comentário no Jornal da Gazeta: Reações a autogolpe são pífias

Comentário no Jornal da Gazeta: Reações a autogolpe são pífias

Dois comícios golpistas, indiferença sobre agressões a manifestantes contra e jornalistas trabalhando e invasão imprópria do gabinete do presidente do STF são evidências de que o presidente Jair Bolsonaro pretende dar um autogolpe. Instituições ameaçadas de intervenção nelas por bolsonaristas, contudo, não têm enfrentado reações capazes de detê-las do Congresso ou do Judiciário.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da sexta-feira 8 de maio de 2020, às 19 horas, clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique aqui.

Página 30 de 178«...510152025...2829303132...3540455055...»
Criação de sites em recife Q.I Genial