Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Mídias

Estadão às 5H: O AI 5 do PT

Estadão às 5H: O AI 5 do PT

Uma das conspirações mais nojentas da História do Brasil está em pleno trâmite agora. O ministro do STF Gilmar Mendes sugeriu ao presidente Temer que oferecesse a Alexandre de Moraes o ministério da Defesa para que ele não seja obstáculo para o que o Planalto e o PT querem no momento: proibir prisão pós segunda instância para livrar Lula da cadeia agora e Temer em janeiro, caso perca o foro privilegiado. O presidente do PT em São Paulo  pré-candidato do partido ao governo do Estado, Luiz Marinho, reconhece que foi com Gilberto Carvalho, o “seminarista” da lista de propinas da Odebrecht, conversar com Gilmar e Alexandre e que seu objetivo é dialogar para evitar a vitória de Bolsonaro na eleição. Ato 5 é isso, conspiradores! Este é um dos comentários que fiz no Estadão às 5, transmitido do estúdio da TV Estadão do estúdio do meio da redação do jornal e retransmitido pelas redes sociaisYoutube, Twitter, Periscope Estadão e Facebook na sexta-feira 13 de abril de 2018, às 18 horas.

Para ver o vídeo clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Politica, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/o-ai-5-do-pt/

Comentário no Jornal da Gazeta 1: Presunção de impunidade

Comentário no Jornal da Gazeta 1: Presunção de impunidade

Lula pensou que escaparia da prisão por presunção de impunidade

(Comentário no Jornal da Gazeta 1 quinta-feira 5 de abril de 2018)

Para ver clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/presuncao-de-impunidade/

TV Estadão: Lula, o traíra

TV Estadão: Lula, o traíra

Lula traiu seus companheiros do sindicato quando vendeu o aborto de greves para a Odebrecht e agiu como informante do delegado Romeu Tuma, então colega de Sérgio Fleury no Dops paulista, à época da ditadura militar do general Golbery, que o criou. Também frustrou o povo que o consagrou como o presidente mais popular da História da República e o mais importante líder político do Brasil por se juntar com velhos gatunos no poder para assaltar todos os cofres do Estado. Ao ser flagrado nesses delitos e denunciado por essa antiga traição tentou se esconder na condição de perseguido injustamente pela elite dirigente por ter fingido governar para os pobres, mesmo tendo sido responsável pela crise econômica que gerou o desemprego de 13 milhões de brasileiros. Este foi um dos argumentos que usei no programa da cobertura sobre a ordem de prisão assinada pelo juiz Sergio Moro, transmitido do estúdio da TV Estadão no meio da redação do jornal, com ancoragem de Haisem Abaki e a participação do cientista político Jairo Pimentel, da FGV, retransmitido por Youtube, Twitter, Periscope Estadão e Facebook na sexta-feira 6 de abril de 2018, às 11h15m.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/lula-o-traira/

Estadão às 5H: Estabilidade contra impunidade

Estadão às 5H: Estabilidade contra impunidade

Ao manter sua posição coerente, firme e discreta de colocar a colegialidade institucional do STF acima das próprias convicções pessoais, a ministra Rosa Weber deu partida para uma era em que a estabilidade da jurisprudência pode vir a ser importante instrumento de combate à corrupção e à impunidade. Por isso, ela foi agredida de forma cafajeste e grosseira pelos colegas Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski logo após proferir seu voto sem que, contudo, perdesse a calma nem recuasse de sua posição. Seu voto do dia 4 de abril deixou claro que ela não considera oportuno alterar a premissa de que a prisão após segunda instância deve ser permitida, pois não há razões objetivas para mudá-la. Este é um dos comentários que fiz no Estadão às 5, programa da TV Estadão ancorado por Emanuel Bomfim, transmitido do estúdio do meio da redação e retransmitido pelas redes sociais Youtube, Twitter, Periscope Estadão e Facebook desde quinta-feira 5 de abril de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para ver o vídeo no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/estabilidade-contra-impunidade/

Roda Viva especial: Contra a insegurança jurídica

Roda Viva especial: Contra a insegurança jurídica

Sessão histórica em que o STF negou habeas corpus pedido pela defesa de Lula para evitar sua prisão propiciou um confronto improvável. De um lado, a ministra Rosa Weber, que deu o voto decisivo, surpreendeu a todos negando-se a seguir a própria opinião para prestigiar a jurisprudência da Corte e, com isso, evitar insegurança jurídica. De outro, seu colega Gilmar Mendes furou a fila para voltar a Portugal num compromisso de seu negócio particular, repetindo desfeita de Marco Aurélio Mello, que abandonou antes o mesmo julgamento para ser homenageado no Rio. Foi notória também a cafajestice de Ricardo Lewandowski contra Rosa e Cármen Lúcia, que dirigiu a sessão com energia e lucidez.

Este foi um dos comentários que fiz no Roda Viva Especial temático sobre O Julgamento, levado ao ar pela TV Cultura de São Paulo na quarta-feira 4 de abril de 2018, a partir das 22h10m, com as participações do promotor Roberto Livianu, do juiz Walter Maierovitch e do advogado Pierpaolo Bottini e ancoragem de Aldo Quiroga.

Para ver o vídeo clique no link abaixo:

Para vê-lo no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/o-brilho-das-mulheres/

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Mãozinha de amigão

Comentário no Jornal da Gazeta 2: Mãozinha de amigão

Toffoli limpou ficha de Demóstenes para tornar Lula candidato
(Comentário no Jornal da Gazeta 2 terça-feira 27 de março de 2017)

Para ouvir clique no play abaixo:

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique no link abaixo:

http://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/maozinha-de-amigao/

Página 2 de 812345...»
Criação de sites em recife Q.I Genial