Site oficial do escritor e jornalista José Nêumanne Pinto

Direto ao Assunto

Comentário no Jornal da Gazeta: Prova de fogo para Bolsonaro

Comentário no Jornal da Gazeta: Prova de fogo para Bolsonaro

Sobre a mesa de despachos do presidente Jair Bolsonaro há uma autêntica prova de fogo: a Lei Contra Abuso da Autoridade, aprovada na Câmara, depende agora de sua sanção. Se sancionar o texto ou mesmo se vetar apenas alguns capítulos mantendo alguns, ele terá demonstrado que o combate à corrupção que prometeu na campanha foi apenas papo de palanque. Pois para evitar que os políticos continuem tentando desmanchar a Operação Lava Jato e outras terá que vetá-la integralmente.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da sexta-feira 16 de agosto de 2019, às 19 horas, clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
 um milhão2

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro faz pacto com Toffoli

Direto ao Assunto no YouTube: Bolsonaro faz pacto com Toffoli

Numa reportagem espetacular da revista Crusoé, Caio Junqueira e Fábio Serapião relataram o pacto secreto entre Jair Bolsonaro e Dias Toffoli que resultará no abandono pelo presidente da República do combate à corrupção, um dos pilares de sua campanha presidencial. A primeira vítima será o ministro da Justiça, Sergio Moro, pois o chefe do governo critica na ausência e aparece depois para afagá-lo em público. A cereja desse bolo envenenado já foi anunciada por mim há algum tempo: a indicação do advogado-geral da União, André Mendonça, para a vaga de Celso de Mello no STF, antes prometida para o ex-juiz da Lava Jato. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no play abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
um milhão2

Comentário no Jornal Eldorado: PT, organização criminosa

Comentário no Jornal Eldorado: PT, organização criminosa

O Blog do Fausto Macedo publicou texto completo sobre depoimento em delação premiada do ex-ministro da Fazenda de Lula e da Casa Civil de Dilma, Antônio Palocci. Ao acessá-lo, o leitor terá informação completa sobre a atividade do Partido dos Trabalhadores como organização criminosa desmanchando totalmente a falácia da doação eleitoral de grandes empresas. Em 23 anexos, o veterano chefão petista mostra que elas tentavam mascarar propinas pagas por 26 grandes empresas em troca de medidas provisórias escritas pelo’ “doadores”, contratos e projetos de R$ 333,59 milhões nas gestões petistas de 2002 (Lula) a 2014 (Dilma). É a Operação Lava Jato atuando antes de entrar em vigor a lei para socorrer bandidos aprovada por líderes na Câmara.

Para ouvir clique no play abaixo
Ou clique aqui e, em seguida, no play.

 
Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

Assuntos para comentário da sexta 16 de agosto de 2019

1, Haisem – Que revelações importantes o Estadão está publicando sobre a bombástica delação premiada do ex-ministro da Fazenda de Lula e ex-chefe da Casa Civil de Dilma, Antônio Palocci

2, Carolina – O que você ainda tem a dizer sobre a votação simbólica da lei dita do Controle do Abuso de Autoridade

SONORA_BOLSO 1608 A

3, Haisem – Como você acaba de dizer, o principal alvo da lei aprovada pela Câmara é o chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. Ele já se pronunciou sobre isso

4, Carolina – O que você recomenda do artigo do professor Joaquim Falcão a respeito deste embate entre o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e o procurador Deltan Dallagnol

5, Haisem – Que colaboração outro jurista respeitado, o professor da USP Modesto Carvalhosa, tem dado à discussão sobre a lei votada às pressas e sob protesto no plenário da Câmara dos Deputados na calada da noite

6, Carolina – É, mas, pelo que vi no noticiário, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes não concorda com os críticos a lei para controlar abuso de autoridade de juízes, promotores e policiais, não é

7, Haisem – Que decisão o mesmo ministro Gilmar Mendes tomou ontem para despertar a fúria de seus críticos

8, Carolina – O que você nos diz sobre as reações do presidente Jair Bolsonaro às decisões de cortar verbas de ajuda à preservação da floresta amazônica pelos governos da Alemanha e da Noruega

SONORA_SALLES 1608

Direto ao Assunto no YouTube: Lei para proteger bandido

Direto ao Assunto no YouTube: Lei para proteger bandido

Os assustados, denunciados e condenados por corrupção na Câmara dos Deputados – principalmente do PT e do Centrão, mas não apenas dessas duas quadrilhas – se aproveitaram do lero-lero do conta-gotas de ácido de Greenwald para aprovar em votação simbólica, ou seja, apenas dos líderes das bancadas uma lei que chamaram de “contra o abuso da autoridade”. Mentira![ É um texto legal para assustar e amordaçar juízes, promotores e policiais que combatem o crime organizado e a corrupção e aliviar bandidos que assaltaram os cofres da República, quando passaram pelo poder central. O objetivo agora é usar provas criminosas e não submetidas a perícia técnica oficial para afastar da luta  Deltan, da Lava Jato. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique no play abaixo:
 

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui. 
um milhão2

Comentário no Jornal Eldorado: Lei para livrar corruptos

Comentário no Jornal Eldorado: Lei para livrar corruptos

Em mais um aproveitamento do crime dos arararraquers que invadiram os celulares de mais de mil autoridades e propiciaram material para campanha do militante ianque Glenn Greenwald para soltar seu preso e padroeiro Lula da Silva, a Câmara dos Deputados aprovou uma lei dita “contra o abuso de autoridade”. Trata-se, na verdade, de mais uma iniciativa de assustados, suspeitos, acusados, processados, condenados e apenados do grande furto da poupança nacional para tentar desautorizar e desmoralizar o ministro da Justiça, Sergio Moro, e o chefe da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, punir agentes da lei e manter bandidos livres, leves e soltos.

Para ouvir clique no play abaixo:

Ou clique aqui e, em seguida, no play,

Para ouvir no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.

 

1 – Haisem – “Projeto que pune abuso de autoridade passa na Câmara”, relata chamada de primeira página no Estadão de hoje. O que os políticos mostram pretender ao ameaçar com a lei, que vai à sanção policial, autoridades que combatem a corrupção que muitos deles cometem

SONORA_MAIA 1508 A

2 – Carolina – Nesta atual conjuntura, qual o peso que passa a ter a revelação feita pela Veja agora da delação premiada feita por Antônio Palocci à Operação Lava Jato em abril

3 – Haisem  – Por que, a seu ver, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recomendou arquivamento do processo contra Moro no caso dos hackers de Araraquara, que invadiram seu celular

4- Carolina – Será que o presidente Jair Bolsonaro não terá exagerado além da conta a chamar de “bandidos” os peronistas Alberto Fernández e Cristina Kirchener, que derrotaram o presidente da Argentina nas eleições prévias do último fim de semana

5 – Haisem – Você acha que Maurício Macri conseguirá superar a larga margem de votos que o separa dos adversários peronistas na eleição após adotar providências populistas de última hora para evitar o próprio naufrágio

6 – Carolina – O que o Sindifisco recomendou aos auditores financeiros para se adaptarem ao inquérito instaurado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e relatado por seu colega Alexandre de Moraes para blindar os 11 membros da Corte de quaisquer investigações

7 – Haisem – Que justificativas o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, deu para seu decreto monocrático de investigar fake news e tudo o mais que perturbar os ilustres membros de sua grei

8 – Carolina – Qual foi a mais recente gafe extraordinária do ministro da Educação, Abraham Weintraub

Comentário no Jornal da Gazeta: Bomba de Palocci e truque de Glenn

Comentário no Jornal da Gazeta: Bomba de Palocci e truque de Glenn

Enquanto Glenn Greenwald continuava reproduzindo no site The Intercept Brasil seu truque de interpretar supostas mensagens picantes entre Moro e Dallagnol, Antônio Palocci detonou explosivo poderoso. O ex-ministro de Economia de Lula e da Casa Civil de Dilma contou, segundo a revista Veja, uma das parcerias do americano na imprensa brasileira, que o PT pegou R$ 270,5 milhões em propinas de empreiteiras para financiar campanhas. Apesar do conta-gotas de ácido sulfúrico para derreter sua reputação, a Lava Jato segue seu caminho.

Para ver comentário no Jornal da Gazeta da TV Gazeta na quarta-feira 14 de agosto de 2019, às 19 horas, clique no link abaixo:

Para ver no Blog do Nêumanne, Política, Estadão, clique aqui.
um milhão2
  

Página 51 de 713«...510152025...4950515253...6065707580...»
Criação de sites em recife Q.I Genial